Tempo de leitura: < 1 minuto
Dom Paulo teve passagem marcante pela diocese de Itabuna
Dom Paulo teve passagem marcante pela diocese de Itabuna

Faleceu nesta quinta-feira,  às 13:30h, no hospital Madre Tereza, em Belo Horizonte (MG), o ex-bispo da diocese de Itabuna e arcebispo emérito de Diamantina (MG), dom Paulo Lopes de Faria, 78, vítima de câncer. Dom Paulo estava internado desde o dia 29 de junho e, na semana passada, fez cirurgia para a retirada de um tumor maligno.

O corpo de dom Paulo será velado nesta quinta-feira no Bairro das Indústrias, em Belo Horizonte, seguindo amanhã para Diamantina, onde será velado na Basílica do Sagrado Coração.

No sábado, 18, às 9:30h, o corpo será levado para a Catedral Metropolitana, onde haverá missa às 10h. O sepultamento será na cripta da catedral, logo após a missa.

Com informações do site da CNBB

0 resposta

  1. Fico triste com a perda de Dom Paulo, com quem conversava (mais debatia que conversava) com muito prazer.

    Ele era um bispo atuante em Itabuna, se envolvendo com os problemas de seu “rebanho”, brigando por benefícios e justiça social.

    O oposto do opaco Bispo Dom Ceslau, que nem parece morar na cidade. É boa pessoa, mas não tem nenhuma vocação para o cargo (do ponto de vista de envolvimento – é apenas um burocrata religioso).

  2. Todos(as)que lutam e acreditam em uma sociedade justa,igual e fraternA, e tem isso como um princípio de vida,fica sentido com a sua morte.D.Paulo,foi um exemplo vivo da igreja em favor de todos(as), e em especial a favor dos menos favorecidos…

  3. “Cumpriu sua sentença e encontrou-se com o único mal irremediável, aquilo que é a marca de nosso estranho destino sobre a terra, aquele fato sem explicação que iguala tudo o que é vivo num só rebanho de condenados, por que tudo que é vivo morre.”

    (Ariano Suassuna)

    Os ideiais de justiça permanecem

  4. D. Ceslau é um Bispo competente,honesto,culto,humano e com uma visao ampla equilibrada e muito atualizada.È digno do nosso respeito e admiraçao!
    Dom.Ceslau:Mantenha o seu equilíbrio inclusive o político,pois a sua funçao e de agregar e respeitar todos os fieis e tb. a nossa Costituiçao.
    Com relaçao a D. Paulo, os nossos sentimentos.

  5. Sempre tive uma admiração profunda por Dom Paulo, um ser humano que sempre se mostrou a serviço dos menos favotrecidos. Basta lembrar a procissão de São José, que durante o seu bispado, fo foi realizada em alguns bairros periféricos de Itabuna, contrariando a burguesia que sempre vai a este evento para se mostrar. Não recebia presentes de Fernando Gomes e estava sempre ás turras com o Marcos Ludovico, “o justiceiro do mal”

  6. Estou muito triste, pois Dom Paulo foi muito mais que um Bispo para Nos catolicos, foi um pai que sempre esta presente nos momentos ruim das nossas vida. Eu falo pois foi seminarista na epoca do seu pispado aqui em Itabuna e sei o quanto ele foi amigo, irmão e Pai para todos nós. Seu queDEus guardou um lugar que ele merece fica, junto dele O BOM PASTOR.

  7. Ele realizou a minha primeira comunhão.
    Assisti inúmeras e maravilhosas missas realizas por ele.
    Morreu no dia de Nossa Senhora do Carmo. Já está no céu, na Igreja triunfante, intercedendo por nós aqui na Igreja Militante.
    Saudades!

  8. Fico triste com morte de Dom Paulo que Deus te der o descanso eterno. Discordo do comentário acima do Sr. Marcel Leal Dom Ceslau é uma pessoa que se preocupa sim com o seu rebanho mais diferente de Dom Paulo claro as pessoas não podem e nem dever ser iguais.

  9. Zelão, lamenta: – Morre um guerreiro!

    A seu modo e seguindo os dogmas da igreja da libertação, Dom Paulo Lopes de Farias, foi um lutador incansável em defesa dos mais humildes e injustiçados.
    Amado e odiado, Dom Paulo, não se ajoelhava diante dos poderosos, mesmo que para tanto, tivesse que enfrentá-los de corpo aberto. Inquieto, valorizava a luta em que acreditava e a ela não se furtava, até mesmo dentro da sua igreja, onde enfrentou os maiores desafios por parte dos membros do clero religioso católico, que propugnava pela volta das práticas da igreja secular, voltada, unicamente, para a salvação das almas, enquanto o movimento a que Dom Paulo pertencia, julgava, que tão e quão importante, além da salvação das almas, era a salvação da dignidade humana.
    Toda a diocese sob a sua liderança, viveu tempos agitados pela reforma liderada por Dom Paulo. Mudaram-se hábitos, costumes e práticas evangelizadoras na igreja católica na diocese de Itabuna no período episcopal de Dom Paulo.
    Missão cumprida para o pastor, que soube bem lutar a sua “Jihad Santa” em defesa da fé e da libertação dos homens.

  10. Excelente religioso,grandioso Bispo,virtuoso ser humano!Um homem que como Jesus Cristo,fez a opção preferencial pelos pobres.Saudades de um clérigo que não se conformava em ficar no altar do templo,entre as quatro paredes da igreja.Itabuna e toda a Diocese continuará sentindo saudades de um homem sem medo,que enfrentava os poderosos de plantão,que não se rendia ao poder econômico,que denunciava os abusos contra os indefesos,as minorias,etc.,etc.,etc.,etc.Um homem que orava e agia:ORAÇÃO=ORA+AÇÃO.
    A D. Paulo rendo as minhas homenagens e espero que o mesmo sirva de exemplo para os religiosos e leigos da nossa terra.

  11. Dom Paulo nos deixa o exemplo de dedicação e verdadeira opção por uma sociedade mais justa e fraterna, esta sempre foi a sua luta… descanse em paz querido bispo…

  12. Respeito Dom Ceslau, apenas quis mostrar a diferença de comportamento entre os dois, um mais ativo na comunidade, outro mais enclausurado no bispado. Estilos diferentes.

  13. Sinto muito pela morte de Dom Paulo, era ainda criança qnd ele ficou a frente da diocese de Itabuna. Mas sempre ouvi falar mt bem dele. Que o Nosso Bom Deus o acolha em seu Reino.
    Mas peço ao primeiro comentarista, que respeite mais nosso atual Bispo, que é sim muito atuante em nossa Diocese. A Diocese já cresceu mt após a chegada dele, comunidades se tornaram paróquias, aconteceram mtas ordenações, a canção nova chegou, pq dom ceslau acolheu. O Caminho Neocatecumenal chegou, pq Dom Ceslau pediu. As pastorais estão mt ativas. Cada sacerdote tem a sua personalidade. Eu não tenho nada do q reclamar de Dom Ceslau. Abraços a todos!

  14. Padre Marcelo Campos da Silva - Pároco da Paróquia do Santíssimo Sacramento em Cantagalo Rio de Janeiro. disse:

    Tive a alegria de conviver com Dom Paulo em Niterói quando Bispo Auxiliar, depois fui seu seminarista menor em Itabuna e com sua promoção para o Arcebispado de Diamantina voltei a minha terra natal. Ele foi um grande Padre, Bispo e Arcebispo da Igreja. Viveu profundamente sua vocação de Paulo Apóstolo de Jesus Cristo. Ele esteve em minha Paróquia a um mês atraz pregando a Festa de Corpus Christi nosso Padroeiro. Foi um momento muito emocionante e digo de despedida. Fica sempre o perfume nas mãos e ele deixa o perfume da CORAGEM, do AMOR, da FIDELIDADE. Obrigado DOM PAULO pela seu TESTEMUNHO por onde passou. Vá em paz e interceda por nós que ficamos. Muito obrigado por tudo!!!!

  15. dom paulo foi e sera para itabuna um bispo de grade participação na trasformação da sociedeade buscar na sua fe e amor inserir itabuna nas lutas sociase fraterna um servo de Deus descanse em paz Dom PAULO aqui vamos ter muitas saudades suas e lembranças do grande homem e pastor que foi para itabuna

  16. Morre um grande homem , nasce um santo p interceder por nos junto a Deus, tive a grande felicidade de telo como padre por mtos anos em nossa paroquia no bairro das industrias, homem de coragem na luta pelos menos favorecidos, foi com ele minha promeira comunhao, agradeço a Deus pelo presente que foi nossa convivencia descanse em paz grande santo homem de Deus !!

  17. Certa feita, quando soube da trasferência para Minas,ele comentou que já tinha um canto pra ser enterrado em Itabuna, de onde nunca pensou ir embora. Mas, Deus, através de Nossa Senhora (segundo ele), o surpreendeu e levou de volta à terra natal.Sempre vinha aqui em festas religiosas da cidade:uma mostra de seu eterno carinho por Itabuna.Que Deus agora o acolha como fizemos nesses tempos…

  18. EXEMPLO DIGNIFICANTE
    Com D. Paulo morre mais uma parte da Igreja comprometida com os mais pobres, que encontrou em semelhantes como D. Hélder Câmara e D. Paulo Evaristo Arns (dentre poucos) a expressaão do testemunho do compromisso cristâo amparado em Tiago, de que “A Fé sem as obras é morta”.
    Conhecemos D. Paulo nos limites de seu compromisso de Pastor convicto, determinado e consciente de seu papel na sociedade. Suas lutas, em todos os quadrantes, se alimentavam na esperança de que um mundo melhor não existirá se não forem reduzidas as desigualdades sociais, o que impóe – materialmente – melhor distribuição da riqueza e muito menor distancia entre os que ganham quase tudo e os que percebem as migalhas de um mundo que existe igual para todos em oferta da Natureza.
    Acompanhamos, ao lado de outros companheiros liderados pelo Pe. Simeon Ibarra Torres, em Itororó, nos anos 80, uma visita pastoral de D. Paulo que nos deixou a todos deveras impressionados, o que nos move a prestar este testemunho.
    Uma de suas maiores virtudes, como a punha em prática, era a coragem com que assumia posturas, sem o mínimo temor, tanta a certeza no que realizava.
    Sempre se inspirou na conversão do Homem como instrumento de efetivação da Vida. Que outros possam nele espelhar-se, até porque sempre há tempo para a conversão, que não escolhe entre pastores e ovelhas. Pede, apenas, sinceridade de princípios e compromisso com o exemplo do Cristo.
    Afinal, os talentos que recebemos o são para dividirmos com o próximo, este um dos legados de D. Paulo.
    Com ele certamente morre também um pedacinho de todos que o conheceram e se alimentaram em suas convicções e testemunhos.
    Deixa, acima de tudo o que realizou, um exemplo dignificante.
    Adylson Machado

  19. Dom Paulo combateu o bom combate igual a seu homonimo apóstolo. Verdadeiro lider e condutor de rebanhos, não se intimidou com poderosos e soube muito bem conciliar a ação policial e clerical numa época em que Itabuna vivia um horror em um tempo de violência urbana nos anos em que conduziu o rebanho grapiuna.Nunca tombou tanto bandido naquela época. Mas o nosso bispo sabia conciliar a sua condição de pastor ao pregar a preservação da vida, fosse quem fosse, mas também entendia a ação das autoridades policiais da época. O REBANHO ESTÁ ORFÃO! QUE DEUS O TENHO NO VERDADEIRO PARAÍSO.

  20. A Arquidiocese cesquicentenária de Diamantina, se coloca em genuflexos diante do Deus da Vida e do amor, por nós ter presenteado com este diamante de incalculavel valor, o Sr. Dom Paulo, foi semente do bem e de esperança plantada na igreja e em nossa Arquidiocese de Diamantina. Fui seminarista no período em que Dom Paulo este à frente de nossa Arquidiocese, tive a graça de receber dele os ministérios de Leitor e de Acólito, me preparando para o Sacerdócio. Dom Paulo que o seu exemplo de vida nos ajude a “pecar menos” e a “fazer mais e melhor o bem aos pobres e injustiçados”.

    Pe. Sílvio Augusto Moreira – Sacerdote da Arquidiocese de Dimantina.

  21. A Arquidiocese cesquicentenária de Diamantina, se coloca em genuflexos diante do Deus da Vida e do amor, por nós ter presenteado com este diamante de incalculável valor, o Sr. Dom Paulo, foi semente do bem e de esperança plantada na igreja e em nossa Arquidiocese de Diamantina. Fui seminarista no período em que Dom Paulo esteve à frente de nossa Arquidiocese, tive a graça de receber dele os ministérios de Leitor e de Acólito, me preparando para o Sacerdócio. Dom Paulo que o seu exemplo de vida nos ajude a “pecar menos” e a “fazer mais e melhor o bem aos pobres e injustiçados”.

    Pe. Sílvio Augusto Moreira – Sacerdote da Arquidiocese de Diamantina.

  22. Dom Paulo, terminou sua tão linda missão aqui na terra, juto a Igreja de nosso Senhor Jesus Cristo. Fui ordenado por Dom Paulo, ele para mim foi um pai, um amigo, um irmão. Um homem de valor sem limites, soube defender a Santa Mãe Igreja, dedicou todo o seu viver as pessoas que o procuravam. O que sempre admirei em meu pai espiritual, foi seu amor pela Igreja e pelo Santo Padre. Dom Paulo deixa não só para mim mas para aqueles que conviveu com ele um exemplo de vida e de amor ao próximo, deixou de viver sua vida para viver a vida de todos aqueles que a ele foi confiado. A Dom Paulo meu carinho, minha gratidão e minha eterna fidelidade ao seu sacerdócio que a mim foi transmitido pela imposição de suas mãos e pela oração consecratória, no dia de minha ordenação. Obrigado Dom Paulo por tudo que foi em minha vida, pelo amor que aprendi a ter pela santa Mãe Igreja, e durante todos os meus dias não esquecerei deste homem de Deus um dia se quer de minha vida. Dom Paulo, fique na paz do Senhor Jesus e de Nossa Senhora do Carmo.

  23. A perda de Dom Paulo foi profunda e sentida por todos que o conheceram e trabalharam com ele. Homem de Deus, entusiasmado com as coisas de Deus, alegre, humano e realmente um grande pastor. Uma qualidade marcante em sua vida foi a oração.Ele é uma estrela na presença de Deus e nunca será esquecido.

  24. DOM PAULO FOI UMA PESSOA EXCELENTE. AMAVA AS COISAS DE DEUS COM MUITO ENTUSIASMO, CAPRICHO E DEDICAÇÃO. A SUA MORTE FOI PROFUNDAMENTE SENTIDA POR TODOS QUE TIVERAM O PRIVILÉGIO DE SEREM SEUS AMIGOS E DE RECEBEREM A SUA MENSAGEM, REPRESENTANDO O BOM PASTOR E AGIU COMO UM GRANDE E VERDADEIRO PASTOR. ELE É UMA ESTRELA NA PRESENÇA DO PAI, QUE CONTINUARÁ INTERCEDENDO POR NÓS. HOMENS QUE LUTAM SEMPRE, SERÃO RECEBIDOS PELO PAI, COMO HERÓIS, E ASSIM, TENHO CERTEZA DE QUE DOM PAULO ATINGIU A IMORTALIDADE ESSENCIAL, POIS, O SEU TESTEMUNHO FOI GRANDE E CHEIO DE AMOR. FIQUE COM DEUS!

  25. Com muito prazer, faço parte da história, pois sou primo de Dom Paulo, pois minha mãe ( NERCI LOPES DE FARIA), foi prima de Dom Paulo. Sinto não ter feito parte da vida de Dom Paulo, porém me lembro muito de conversas com minha mãe, onde ela contava com muito orgulho o fato de ser prima do Bispo.
    Gostaria de manter contato com algum sinpatizante e que queira perpetuar a memória de Dom Paulo, e no que eu puder ajudar, estou à disposição.
    Um abraço fraterno em Cristo!

  26. Diante da morte de um ente querido, os adultos por desconhecerem o psiquismo infantil, não favorecem o entendimento e o processo de luto diante da perda, pois a morte ainda é um tabu para a nossa sociedade e na maioria das vezes os adultos não conseguem aceitar a idéia da morte.
    Dom Paulo nos faz muita falta, e com tudo esta diante da gloria do Pai olhando por nós. Obrigado pai amigo por tudo.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.