Tempo de leitura: < 1 minuto

Os ventos democráticos da Bahia parecem ter ‘bafejado’, empolgado o senador César Borges. Hoje, ele cobrou a apuração dos 468 atos secretos assinados pelo ex-senador Antônio Carlos Magalhães, morto há dois anos.

É, mas o senador aqui apareceu para limpar a biografia do seu criador.

-A apuração inicial mostrou que desse elenco de atos denunciados agora, apenas três foram assinados pelo então presidente, senador Antônio Carlos Magalhães, e a maiioria foi assinada por diretores administrativos – declarou.

Na sequência, saiu-se com uma ‘pedrada’: –

– A suspeita é de que esses servidores [diretores administrativos] sob investigação queiram tumultuar o processo.

Ah, tá…

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.