Tempo de leitura: < 1 minuto

O deputado federal Geraldo Simões participou da posse do novo secretário de agricultura de Ubatã, Isaac Bulhões, e praticou o seu esporte mais preferido nos últimos tempos: bater no PMDB.

Disse o petista que, após abrir as gavetas das secretarias estaduais ocupadas pelos peemedebistas, foram descobertos, congeladinhos, “vários projetos de municípios que não eram administrados pelo partido” de Geddel.

Na versão de Geraldo, o privilégio na execução (e liberação de verba) dos projetos era para municípios e políticos ligados ao PMDB. Não custa lembrar que os peemedebistas respondiam por três secretarias, dentre elas Infraestrutura, a mais valiosa do trio.

0 resposta

  1. Não sabia que Deputados Federais tinham a nobre função de limpar gavetas, …!!!

    Pelo menos o governo irá economizar com a terceiração da limpeza nas Secretarias estaduais, …!!!

    Que bom, …!!!

  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkk Essa é foi boa Sergio gosto muito dos seus comentarios!!!!

    deputado federal limpar gavetaskkkkkkkkkkkkk

    boa economia!!!!

    a região elege deputado federal e este opta por limpeza das secretarias estaduaisssssssssssss como diz somente sai cabeça de pituuu mesmoooooooooo

    Hiiiiiiiiiiiiiiiii

  3. A Cupula do PT no Estado fez um balanço da participaçao de 2 anos e 7 meses do PMDB no governo e constatou o fato. Entendi a ironia doutor Sergio, assim como voce entendeu o que o Dep. falou.

  4. Zelão, pergunta: – Tinha algum projeto da região?

    Será que Geraldo Simões, tinha algum projeto da sua autoria em benefício de algum município da nossa região, que tenha ficado engavetado? Ou será apenas mais um capítulo da sua birra contra Gedel?
    Geraldo, ao apontar o que ele chama de “crime” contra a Bahia, deveria avaliar antes, que quem comanda o Estado, é o seu “mui amigo” o governador Jaques Wagner. Se o PMDB agiu deliberadamente contra os interêsses do governo, é porque, Wagner, não sabe comandar, mas não pode se eximir da culpa da Bahia estar indo tão mal.

  5. Como Geddel vai beneficiar os prefeitos agora, pois está sem cargos.

    Exemplo: Um prefeito do PMDB do município x, prefere receber recursos do governo do estado e apoiar a reeleição de Wagner, ou ficar com Geddel pasta pura.

    Pense bem 115 prefeitos do PMDB, melhor um passarinho na mão do que dois voando.

    Geddel perdeu a chance de ser Senador e coordenador da campanha de Dilma

  6. quanta apelasão dos Petistas!!!eu to rindo atoa com a derrota do PT no FUTURO Próximo que se lasque!!!!quem perdeu a chance foi o PT!!!!!!!que tinha na mão e não souberam aproveitar sua vez de governar,administrar!!!!CHEGA!!!!!agora quero ver Geddel!!governar e Administar!!!!!nossa Bahia!!!!!cuidado Geraldo (como a Bruxa) DILMA!!!!ela vai levar vc e derrubar lá de cima!!!!!a queda vai ser grande!!!!!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.