Tempo de leitura: 2 minutos

.
Um salto de Negão, um dos mais experientes praticantes do le parkour em Itabuna

Muita gente já deve ter visto um grupo de rapazes e algumas moças saltando obstáculos no prédio do Espaço Cultural Josué Brandão. Não são jovens inconsequentes. São praticantes de um dos esportes que mais ganham adeptos no Brasil, le parkour (o percurso, o caminho, em uma tradução livre do francês). O Parkour surgiu na década de 80, na França. O criador foi David Belle, que uniu técnicas desenvolvidas por ele a outras utilizadas por soldados do exército francês.

Hoje à tarde, alguns deles estavam fazendo saltos nos pórticos da praça Rio Cachoeira, e chamaram a atenção de quem passava pelo local. Alguns dos pórticos tem mais mais de três metros de altura e uns dois de vão. O salto tem que ser perfeito, muito bem calculado. Nas fotos feitas pelo Pimenta, quem voa de um aro a outro é Negão, um dos praticantes mais experiente de Itabuna.

Negão vem a ser Antônio Carlos, nome que ele faz questão de não usar. “Sou Negão”, justifica. Pronto. Negão é o jump boy de Itabuna. De salto em salto, ele e seus colegas vão criando e solidificando o parkour na cidade. Quem quiser praticar, é só procurar a galera, que sempre está nas proximidades da Câmara de Itabuna (Espaço Cultural), geralmente aos sábados.

Atualizado à 01h01min

.
Negão chamou a atenção de quem passava na Aziz Maron na tarde de hoje

0 resposta

  1. A prática desse esporte não pressupõe o uso de material de segurança, de proteção, para o praticante? Pois outros esportes tais como o skate, bicicross, além de salto de paraquedas, jet ski, corrida de moto, boxe amador, canoagem, algumas artes marciais, além de outros, as pessoas têm que usar algum tipo de proteção, …!!!

    E se acontecer um acidente, por mais experiência que o praticante possa ter, …?!?!?!

    Sabemos que nossos corpos não aguentam tombos de determinada altura, principalmente se atingir a cabeça, …!!!

    Se isso não é inconsequência? O que seria, então, …?!?!?!

  2. este esporte é magnífico, dispõe de força, agilidade e coragem, muita coragem, mais eles brincam com a sorte, pois não utilizam nenhum tipo de proteção como capacete, joelheiras e cutuveleiras, isto é colocar a vida em risco, tô fora.

  3. Sérgio Oliveira falou e disse. (rsrsrs)

    Le parkour? Lá ele! Prefiro praticar um esporte.

    Quem quiser dá uma de “canguru” que dê.

    Prefiro praticar um esporte.

    PS.: Meu avô dizia, sempre, para mim: “macaco sabe em que galha pula, mas um dia a galha pode quebrar”

  4. Já vi um documentário na Discovery sobre este esporte. Os caras fazendo loucuras em Paris, principalmente em prédios históricos. Tem uma técnica de cair e sair rolando para diminuir o impacto. Eles não usam equipamentos de proteção… o treino começa em obstáculos simples.
    Na reportagem, eles até saltavam de um prédio para outro… um negócio incrível.

  5. Se o cara quebrar a cara é da conta de quem?
    Esse povo é f.!!
    Vão cuidar de vida de vcs seus sem q fazer!!

  6. Ola pessoal, sou um dos fundadores do grupo, tenhu 15 anos.

    Resposta para Sérgio Oliveira:

    1° O material de segurança por mais que vc pence que seja preciso, para nóis,praticantes, atrapalha muito mais com eles doque sem. Pode acreditar, alem de serem pesados, escurregam muito.Por isso muitos de nós usamos faixas leves e resistentes enrolada nos braços para na hora de grudar nos obstaculos(Cat Leap) ñ arranharmos os braços ou batelos levemente, alguns tambem gostam de usar luvas mais outros não pq elas escorregam muito.O que mais usamos são os tensores.
    O recomendado para prática é uma roupa bastante leve e alem disso retirar todos os assesórios do corpo (correntes, brincos, anéis e etc…

    2° Le parkour não é considerado um esporte, pois nele não há competições, o objetivo do parkour é melhorar o desempenho físico do praticante.

    3° Todos os praticantes que pulam algum obstaculo perigoso tem muito tempo de experiencia e trêinam em obstaculos da mesma distância, mais com altura inferior, passam muito tempo praticando neles para depois que ja estarem pulando uma distância MAIOR que a do obstaculo desejado, ir para ele (se estiverem confiantes).

    4° Temos nossas “técnicas de quedas” como por exemplo o ROLAMENTO (Roll ou Rolling) que absorve o empaquito do nosso corpo e transforma em velocidade, podendo assim sair correndo diretamente, logo depois do rolamento.

  7. Ola pessoal, sou um dos fundadores desse grupo de le parkour daque de Itabuna, tenhu 15 anos de idade.

    Resposta para Sérgio Oliveira, Pura Realidade, Rafael Almeida e Vinni:

    1° O material de segurança por mais que vc pence que seja preciso, para nóis,praticantes, atrapalha muito mais com eles doque sem. Pode acreditar, alem de serem pesados, escurregam muito.Por isso muitos de nós usamos faixas leves e resistentes enrolada nos braços para na hora de grudar nos obstaculos(Cat Leap) ñ arranharmos os braços ou batelos levemente, alguns tambem gostam de usar luvas mais outros não pq elas escorregam muito.O que mais usamos são os tensores.
    O recomendado para prática é uma roupa bastante leve e alem disso retirar todos os assesórios do corpo (correntes, brincos, anéis e etc…

    2° Le parkour não é considerado um esporte, pois nele não há competições, o objetivo do parkour é melhorar o desempenho físico do praticante.

    3° Todos os praticantes que pulam algum obstaculo perigoso tem muito tempo de experiencia e trêinam em obstaculos da mesma distância, mais com altura inferior, passam muito tempo praticando neles para depois que ja estarem pulando uma distância MAIOR que a do obstaculo desejado, ir para ele (se estiverem confiantes).

    4° Temos nossas “técnicas de quedas” como por exemplo o ROLAMENTO (Roll ou Rolling) que absorve o empaquito do nosso corpo e transforma em velocidade, podendo assim sair correndo diretamente, logo depois do rolamento.

    Obs Pura Realidade: Vc não acha qu CAPACETE não é um pouco “forçado” não?!Já viu o peso de um?! Oo

    Obs Vinni: Sem uq fazer?! Se vc ñ tem capacidade física ou mental de praticar e só sabe CRITICAR, era melhor vc nem ter comentado. Isso sim que é uma pessoa “Sem Oque Fazer”!xD(Vale para os demáis).

    ______________________________________

    Resposta para Washington Junior e quem tiver afim:

    Quem tiver afím de praticar, é só comparecer na Praça Beira rio Sábado Ou Domíngo as 2:30 ou 3:00.

    Obs: Menor de idade só se os pais deicharem.

    Vejam mais no Blog do grupo: http://www.okamiclan.blogspot.com

    Contato: igorduel@hotmail.com

    Ôbrigado a todos!

  8. Obs Pura Realidade: Vc não acha que CAPACETE não é um pouco “forçado” não?!Já viu o peso de um?! Oo

    Obs Vinni: Sem uq fazer?! Se vc ñ tem capacidade física ou mental de praticar e só sabe CRITICAR, era melhor vc nem ter comentado!xD(Vale para os demáis.

    ______________________________________

    Resposta para Washington Junior e quem tiver afim:

    Quem tiver afím de praticar, é só comparecer na Praça Beira rio Sábado Ou Domíngo as 2:30 ou 3:00.

    Obs: Menor de idade sô se os pais deixarem.

    Vejam mais no Blog do grupo: http://www.okamiclan.blogspot.com

    Ôbrigado a todos!

  9. Muito obrigado ao pimenta por ter colocado essa materia no jornal,
    quero tambem dizer as pessoas que dizem que agente naum tem oque fazer,que temos nossas vidas normais tanto que só treinamos aos fins de semanas e feriados nos estudamos trabalhamos como cidadão comum.

    é só isso, e o grupo agredece ao pimenta por colocado o nome do nosso grupo no jornal.

    EKILIBRIO PK…

  10. Pow…me surpreende que ainda tenha pessoas tão ignorantes ao ponto de criticar sem um conhecimento maior sobre o assunto,dizer que o parkour é coisa de quem nao tem o que fazer.?pois eu to louco pra conhecer essa galera e treinar bastante.
    vo aparecer la nos fds.
    Valeu.

  11. gosto muito do leparkour e meus amigos tambem
    aqui na rua tem aultos muros para
    nos pular. Nos nao é muito bom nos queremos apreder mais o le parkour

  12. parkour ér meu melhor esporte,
    dou o maior apoio pra voces, continuem sempri assim …
    parkour até ofim

  13. Interessante o Parkour. Mas será realmente um pré-requisito do Parkour que seus praticantes não saibam escrever em português, uma vez que ele é de origem francesa? Porque nenhum de vocês (praticantes e não-praticantes opinadores) parece ter passado pela alfabetização. Apenas uma nota.

  14. nossa pra mim o parkour é um otimo esporte
    EU TENHO 16 ANOS E QUERIA SABER QUAL É IDADE BOA PRA COMEÇAR ESSE ESPORTE E QUE ALTURA É BOM TER PRA COMEÇAR A PRATICAR

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.