Tempo de leitura: < 1 minuto

A decisão de deflagrar greve na próxima semana no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) foi mantida pelos servidores. Até o início desta tarde, os servidores ainda não tinham recebido o salário de janeiro. A possibilidade de passar o carnaval sem salário levou a categoria a realizar a greve. A Secretaria Municipal de Saúde não havia sinalizado com pagamento. Eles querem, ainda, que os salários sejam pagos até o dia 30 de cada mês (ou uma outra data fixa).

4 respostas

  1. É ISSO AI, PATRÃO SÓ ENTENDE QUANDO TUDO TÁ PARADO,
    GREVE NELES!!!!!!
    QUEM SABE ASSIM ELES RESOLVEM CONSERTAR ESTA SITUAÇÃO,
    QUE JÁ ESTA FICANDO RIDICULA.

  2. ESTE COMENTARIO ACIMA ESTA NO LUGAR CERTO, POIS OS NOSSOS GOVERNANTES SAO OS LOBOS MAL, NEM O MUNICIPAL , NEM O ESTADUAL .
    “ELES SÓ ESTAO QUERENDO COMER COMER COMER OS FUNCIONARIOS DO HBELEM”
    A MAIORIA VOTARAM EM AZEVEDO, E O FILHA DE UMA MAE NEM ESTA AI PARA TODOS OS PROBLEMAS , CADE O TAL DO VAL PARA IR COM O MINI TRIO PEDIR AO PREFEITO UMA EXPLICAÇAO SOBRE ESTE PROBLEMA. O VAL SO SABE FAZER UM MOVIMENTO QUANDO E DO SEU ENTERESSE, O DA EMASA ELE QUERIA ATINGIR AO SEU INIMIGOS. CADE AS OPOSIÇOES AO DESGOVERNO DO DEM.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.