Tempo de leitura: < 1 minuto

Um cliente comprou um modem D-Link na Casa do Cartucho, na avenida do Cinquentenário, em Itabuna. O aparelho de acesso à internet deu problema logo na primeira semana de uso. Após visita técnica da Oi-Velox, o cliente foi orientado a trocar o modem.

A surpresa se deu no retorno à loja. A Casa do Cartucho se negou a substituir o modem por um que prestasse e informou que a vítima deveria enviar o aparelho para o fabricante, mas as despesas correriam por conta do cliente. Revoltado, o cliente decidiu que recorrerá à Procuradoria de Defesa do Consumidor (Procon).

17 respostas

  1. Isso é típico. Na compra temos que observar o tempo de garantia do produto na loja. Essa garantia que acompanha o produto é por conta da empresa que fornece, mais eles não explicam isso na hora da compra. Esses dias tive um problema na peça da piscina que ainda está na garantia, mais ao falar com a IGUI descobri que eu deveria pagar uma pessoas para quebrar uma parte do deck, tirar a peça danificada e enviar para a empresa com os custo sob minha responsabilidade. o que foi que eu fiz, troquei a peça e nem usei a garantia.

  2. Bom quanto a CASA DO CARTUCHO não tenho o que reclamar comprei um produto que apresentou defeito com menos de 15 dias mas a loja me deu um novo sem pestanejar. Então assim achei até estranho ao ler essa matéria pois o tratamento que tive foi bem diferenciado.

  3. Quando eu digo que o comércio local necessita – urgente – de cursos de atendimento ao cliente, dentre outros, …!!!

    É por isso que muita gente, e eu me incluo no grupo, está preferindo comprar em sites on-line, na internet, …!!!

    Quem sai perdendo, …?!?!?!

  4. Sergio,

    Um detalhe: Tente trocar um produto comprado na internet com defeito que depois você vai me dizer quem sai realmente perdendo. Lógico que faltou bom senso do gerente dessa loja, uma vez que o revendedor é solidário na garantia legal do produto, agora tem que ver também o prazo, que a loja tem 30 dias pra resolver o defeito.
    Não há nada que uma boa conversa não resolva. Recomendo que este cliente procure uma instância acima do gerente pra conversar, como por exemplo o telefone do SAC da revenda. Sou supervisor de uma rede de lojas e não há nada que uma boa conversa não resolva com o cliente.

  5. eu tambem comprei un moden e acantecel a mesma coisa
    ja é de costume desta loja fazer estas coisa CASA DO CARTUCHO TO FORA
    NUCA ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

  6. O mal é que o consumidor sempre acha que está com a razão. Sou consumidor também e sei muito bem os meus direitos. Agora analise do lado da empresa. Pense comigo. O fabricante as vezes exige que a substituição seja feita apenas via consumidor final/fornecedor, por isso a praxe de enviar para a assistencia. Se não for feita dessa forma eles não substituem. Aí voce me fala, “ah mas o que eu tenho haver com isso?”. Tem haver, pois se toda empresa substituir os produtos que todos os clientes acham que devem ser trocados na hora, as empresas iriam a falencia. Até pq muitos clientes são “ignorantes” ao usar tecnologias e acabam eles mesmo causando defeito na mercadoria e a única forma de constatar mal uso é enviando a mercadoria para assistencia. Já pensou voce chega em minha empresa e fala deu defeito, eu simplesmente troco o produto e quando eu enviar para a assistencia técnica o técnico detecta que o problema foi causado em sua casa???? Voce por acaso vai devolver o que eu lhe dei??? Claro que não.

  7. Respondendo ao Sr. Soares:

    Já troquei alguns poucos produtos comprados com defeito, em sites na Internet, pois a maioria do que comprei até hoje chegou em perfeito estado de uso, sem problemas. Não tive dor de cabeça até hoje e, por isso mesmo, continuo comprando muito na internet.

    Não apenas pela comodidade, maos pelo preço, pelas opções e modelos que, muitas vezes não consigo encontrar por aqui e, também, pela presteza, rapidez e praticidade na entrega (muitas vezes com frete zero, enquanto um frete de algumas lojas do Shopping Jequitibá até o Jardim Vitória eles querem cobrar R$17,00), …!!!

    Creio que tudo depende do site onde a pessoa compra. Que tem muito picareta, isto tem, mas sabendo filtrar, não tem como se dar mal.

    Atualmente já há mecanismos de pagamento apenas após o recebimento do produto, além da demonstração de satisfação por parte do cliente, tais como o mercado pago e o pag-seguro, por exemplo. Caso haja algum problema, basta notificar e o pagamento é suspenso na hora!

    E digo mais: Do jeito que o comércio eletrônico vai, crescendo de forma significativa, creio que Shoppings e lojas estarão com os dias contados, pois têm muito custo. O maior problema será o desemprego em massa, …!!!

    Hoje em dia, com a adoção da prática do estoque mínimo, adotada por muitas lojas, as pessoas compram apenas contemplando um mostruário e/ou um catálogo e, só após alguns dias, recebem os produtos, que vêm diretamente dos centros de distribuição. Isto já é um passo para o que eu disse anteriormente!

    Não há como as lojas físicas competirem com as virtuais, pois há custos com energia elétrica, água, funcionários, condomínio, manutenção de milhares de lojas em várias cidades, ao mesmo tempo, com mostruário em todas as lojas, e por aí vai. Tudo isto é custo, ao passo que nos sites, não há nada disso. Por isso mesmo a possibilidade de uma logística melhor, menos custo e maior rapidez nas entregas que, também, ainda podem ser terceirizadas, …!!!

    Só como exemplo irei citar o caso do site da som livre, que envia os pedidos para a videolar, empresa que fica situada em Manaus, onde pagam muito menos impostos que no Rio e/ou em São Paulo, por conta de incentivos fiscais, concedidos aquem se estabelece no referido. Aí não tem como as lojas físicas competirem em preço e prazo, …!!!

    Na internet – em bons sites – é possível encontrar TV LCD de 42″ com diferença de R$1.000,00 ou mais em relação às lojas físicas aqui de Itabuna (exatamente o mesmo modelo), com mais prazo e frete zero. O pessoal entrega dentro da sua casa. Creio que seja uma economia e tanto. Eu mesmo comprei uma e estou muito satisfeito, além de ter economizado muuuuuuiiiito, …!!!

    Mas para quem gosta – e pode – gastar mais para compar exatamente a mesma coisa, …, vai lá na loja, vai, …, mas vai só, …!!!

  8. Soares,

    Você como supervisor de alguma loja do comércio tá pendendo pro seu lado. Eu também muitas vezes compro em sites e nunca tive problema. Um amigo meu comprou uma panela elétrica naquele Shoptime e esta quebrou umas dezenas de vezes. Mas a loja sempre atendeu ele efetuando a troca. No fim das contas o problema era na instalação elétrica dele, por isso sempre dava defeito. O máximo que possa ocorrer é dá pessoa ter que pagar despesas com correios. Mas se você compra em sites, no mínimo compra devido ao preço muito mais em conta que no comércio daqui. E então ainda assim é vantajoso. Sempre foi e ainda tem as condições de pagamento que sempre são maiores e mais opções.

  9. Essa loja é orrivel.Recentemente comprei um cabo S-vídeo quando cheguei em casa percebi que o mesmo era um prolongador, voltei a loja e o gerente se recusou a fazer a troca, com a minha insistência ele preencheu um formulário que tiraria uma espécie de pontuação da vendedora, de pronto recusei o tal formulário e por pouco não mandei ele pra p…. que pariu.

  10. Amigos, sou proprietário da loja virtual http://www.vendasbahia.com.br que é a primeira loja da região. Nunca tive problema com entrega de mercadoria ou problemas de troca com defeito.

    O sr. Sérgio Oliveira deu uma aula e disse tudo. Realmente existem picaretas na internet, mas sabendo comprar voce seleciona facilmente os bons. E a tendencia são as lojas fisicas que praticam preços abusivos sumirem do mercado.

    Trabalho com o minimo de estoque possível justamente para ter preços excelentes.

    Só falando da questão do modem novamente, é uma questão de bom senso entre consumidor e lojista. Não quero que meus clientes saiam falando mal da minha loja, portanto tento resolver os problemas internamente.

  11. Respondendo ao srs. Sérgio e Mr Anderson,

    Não. Não estoui legislando em causa própria mr Anderson. Estou baseando em experiências pessoais. E sim, já tive experiências boas e significativas, mais permmitam-me enriquecer o debate com minha opinião já que o moderador está nos permitindo:

    1- Sobre a sobrevivência do mercado de varejo loja fisica: Imagine uma economia como a americana por exemplo: anos – luz à frente da nossa, o que ainda faz o Wal Mart por exemplo, ainda a maior rede de varejo no mundo tendo como concorrentes sites de vendas como amazon.com ou ebay

    2- Em linhas gerais o atendimento virtual obviamente tende a ser muito pior que o atendimento pessoal, imagine o PROCON tendo que notificar um site, vai pra qual endereço a intimação? Qual a segurança que chegará no responsável ou num terceirizado? E no caso da loja em questão acima, o gerente recebe a notificação imediatadamente não seria mais fácil?

    3- Quantas pessoas no Brasil você acha que tem o mesmo nível de esclarecimento de nós pra coisas como acesso a internet, quiçá acesso a cartão de crédito com bom limite?

    4- Quantas pessoas confiam como vocês (ou eu) a comprar sem ver o produto fisíco, eu por exemplo lido todos os dias com pessoas que querem imediatamente sair com o produto embaixo do braço testado em pleno funcionamento

    5- Imagine a consultoria de um bom vendedor em uma loja sobre o LCD que vc está comprando e a frieza do site com a dificuldade em explicar em bom português, ou em bom Itabunês os benefícions dos seus produtos

    6- Sobre a questão de preços, posso garantir: Hoje trabalho em uma rede de lojas que não perde em preços pra nenhum site brasileiro no ar, aliás, não vou utilizar este espaço pra divulgar aqui, mais temos os preços mais baixos do que qualquer site ou concorrente, e te garanto, o que faz você ter esta percepção de preço maior é o fato de que as lojas tem a livre negociação autorizada, aquela negociação do vendedor e gerente dentro da autonomia negocia com o cliente no vamos ver e aí vai do conhecimento sobre o preço de mercado do produto isso sim faz a diferença;

    7- Recomendo sempre você imprimir os preços que vc encontra no site ao levar nas lojas, pois vc irá se surpreender com algumaas lojas podendo sim, acompanhar mesmo apesar dos detalhes vc que bem escreve: custos de logística, pessoal, armazenagem, aluguel, etc… aí vale sempre o cliente largar a timidez de lado e negociar com o gerente sempre

    8- Pra finalizar, além de tudo me pergunto: Você é cidadão Itabunense?

    9-Você tem interesse em melhorar a economia da sua cidade e a arrecadação do seu estado e municipio?

    10 – Uma das lojas que trabalho, fatura em média 800 mil/mês em vendas e pode apostar, não é de clientes como você, mais o perfil que informei acima, e por mais que vc não ache, eles vão continuar comprando por muito tempo, garantindo aliás, o sustento da muitas famílias Itabunenses

    Ps.: Veja esse exemplo
    Bond Faro.com

    Preços de LG Scarlet 32LG80 LCD Plana 32 Polegadas (9) Ordem: Preço | Loja

    TV 32 ´ LCD Scarlet FULL HD 32LG80FD c / Conv. Digital, Entradas HDMI e Home Theater Sound Integrados – LG – cod. 2203585 R$ 2.198,00

    Em uma loja em Itabuna você compra amanhã por apenas 2.099,00 à vista pronta entrega suporte de parede e entrega grátis!

    Grande abraço e vamos continuar debatendo idéias, sempre respeitando o opinião alheia, assim se faz democracia!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.