Tempo de leitura: < 1 minuto

O discurso do prefeito Capitão Azevedo na inauguração de um empreendimento atacadista em Ilhéus gerou um ligeiro mal-estar. Ele tentava a todo momento dizer que o Atacadão escolheu a cidade vizinha, mas o seu foco “é Itabuna”, além de deixar nas entrelinhas que Itabuna perdeu o empreendimento por ter um… “relevo acidentado”.
Mais do que a famosa Ilhéus, Azevedo?
Indo em sentido contrário e da união, o prefeito Newton Lima, de Ilhéus, disse que o empreendimento é aposta no desenvolvimento do sul da Bahia. O diretor do Atacadão, Roberto Mussnick, sentiu o drama e contemporizou ao dizer que o empreendimento do grupo francês Carrefour, embora esteja fisicamente em Ilhéus, tem o coração nas duas cidades…

18 respostas

  1. Apesar da incompetência do “prefeito imperfeito”, Azevedo, quase parando, vamos endereçar o Atacadão na:
    rodovia Ilhéus/Itabuna
    Pronto, sem briga, sem bairrismo!

  2. Como Ilhéus não oferece quaisquer serviços àquela área, basta fazer um plebiscito e ver a quem os proprietários de empreendimentos naquela área querem pertencer: A Ilhéus ou a Itabuna. É assim que funciona, …!!!
    Contra fatos não há argumentos, …!!!
    O resultado terá que ser acatado e acaba de uma vez por todas com a questão, …, ou não, …!!!

  3. Parabéns Itabuna pela a conquista pois o Atacadão está mais para Itabuna do que para Ilhéus sei que e dificil de reconhecer pois moramos em Ilhéus ou seja moramos em um bairro de Itabuna pois tudo que precisamos temos que buscar em Itabuna pelo o conceituado comercio e infra estrutura que Itabuna tem parabéns mais um passo a frente de Ilhéus.

  4. Quem vai decidir se é de Itabuna ou de Ilhéus é o consumidor itabunense ao valorizar ou não o comércio local.
    O itabunense que comprar no Atakadão está contribuindo para mais escolas, mais postos de saúde, entre outras coisas, em ILHÉUS!!!!!

  5. ITABUNA PERDEU EM TER NA CIDADE NOVOS EMPREENDEDORES E MUITOS EMPREGOS E MESMO QUE O ATACADÃO ESTEJA QUASE DENTRO DA CIDADE, O FATO É QUE QUEM GANHA É ILHÉUS QUE AGIU COM INTELIGÊNCIA NÃO DEIXANDO ESCAPAR ESTA OPORTUNIDADE, MESMO QUE A LOCALIZAÇÃO SEJA DISTANTE DELA.
    QUE SIRVA DE EXEPLO PARA OS GOVERNANTES NÃO PERDEREM MAIS NENHUMA OPORTUNIDADE PARA O MUNICÍPIO E NEM DEIXE OUTRAS INDÚSTRIAS SAÍREM DAQUI (LEMBRAM DA KILDARE?) – SÃO ESTAS EMPRESAS QUE TRAZEM PROSPERIDADE. ACORDE PARA O CRESCIMENTO AZEVEDO!

  6. Se os donos dos dois empreendimentos construidos na BA 415, tivessem contratado uma consultoria competente na cidade de Itabuna na aréa de negócios, jamais abririam àqueles empreendimentos na BA 415, pois, a grande parcela de consumidores alvo dos dois empreendimentos que ali estão se instalando, são oriundos das cidades cicunvizinhas à Itabuna, na sua maioria às que margeiam a BR 101. Eu acredito que eles tenham tido uma idéia equivocada por achar que colocando as lojas entre as duas maiores cidades da região sul, estaria garantido o movimento essencial para sustentação do negócio. Pela minha avaliação, a perda em clientes pela má localização girará em torno de 40%. O lugar ideal seria nas imediações da UNIME.

  7. Talvez por não aceitarem qualquer tipo de opinião, ou qualquer tipo de avaliação, é que essas duas empresas estão indo de bem com a vida, crescendo e se espalhando pelo Brasil.

  8. O Sérgio Oliveira, q geralmente tem posições tão embasadas, apesar de conservadoras, não podia dizer uma asneira dessa. Plebiscito não pode ser entre os proprietários do empreendimento. Já pensou se cada dono de fazenda limítrofe entre dois municípios pudesse escolher a qual dos dois pertencer?
    Já o algoz deve morar em Itapé, Ibicaraí ou Barro Preto.
    Parem de choradeiras bairristas. Algum ilheense deixa de ir ao shopping ou comprar em qq outra empresa itabunense por q os impostos vão para Itabuna?
    Algum itabunense deixa de ir às barracas de praia ou algum show em Ilhéus por q os impostos vão para a cidade vizinha?
    É hora de termos uma visão mais integradora das cidades da nossa região e pensarmos em busca conjunta para a solução de nossos problemas. Região metropolitana, consórcios entre municípios, etc.
    Vamos juntos pelo desenvolvimento regional.

  9. O Atacadão pertence a Ilhéus originalmente na teoria, mas pro cliente final está totalmente pros itabunenses. Infelizmente eu acho que a empresa jogou apenas para seu interesse mútuo. Levou as vantagens que Ilhéus ofereceu, contudo se instalou em cima, por assim dizer, da fronteira entre Itabuna/Ilhéus, visando mais os consumidores de Itabuna. Assim vem o Makro no vácuo do Atacadão. No mínimo estranho essas duas empresas abrirem cerca de 30Km de Ilhéus.
    Senti falta de eletrodomésticos/eletrônicos. Tomara que mais tarde ampliem.

  10. A cidade de Ilhéus e região receberam o Atakadão Carrefour e os
    consumidores ficaram muito assustados com os preços. Houve até comentários de que não vale a pena gastar combustível por uma diferença de prêço tão pequena.
    Esperamos que o diretor do Atacadão, Roberto Mussnick, sinta o drama e reduza mais os preços.
    Estrela.

  11. Quem tá com raiva é o povinho que queria colocar o ICMS no bolso, porque aqui em Itabuna onde é derramado muito dinheiro, inclusive nas negociações de venda de imóveis mais caros da Bahia nada é feito para melhoria dos bairros, onde os esgotos correm a céu aberto e outras coisas mais que todo mundo já sabe. Quanto aos empregos eu fui lá e perguntei de onde eram os funcionários e uma grande parte é de Itabuna, graças a Deus eles estão muito felizes com este mega empreendimento na região, parabéns à iniciativa privada. Parece que a pimenta tá ardendo é no bolso de certos interesseiros porque no povo não ardeu nada, estamos mesmo é felizes. Merecia uma matéria com menos dor de cotovelo e mais comemorativa.

  12. Ao contrario dos comentarios acima digo o seguinte, o Atacadão foi para Ilheus por que o prefeito de Ilheus isentou o empreendimento de alguns encargos!!!

  13. Itabunense de coração,
    Outro atacadão acho que seja o Makro, mas creio que ainda seja nas terras da Gabriela.
    Contudo ainda tem o atacadão da Padim, alguém confirma? Acho que vão entrar na disputa também, e com certeza será nas nossas terras. 😀

  14. Se o prefeito de Itabuna fosse Fernando Gomes duvido muito que esse atacadão tivesse se estabelecido no territorio de Ilhéus. Fernando pode ter mil defeito mas não ia perder esse tipo de investimento pra cidade, ele comprava terreno e colocava aqui em Itabuna. Nisso Fernando tem muita visão.

  15. os precos do Atacadao sao otimos em relaçao aos supermercados da cidade de Itabuna. E vale a pena gastar a gasolina pra ir la se for tipo, uma “compra do mês”, se for pra comprar pouca coisa nao vale a pena. Tem produtos com preço MUITO inferior aos outros mercados.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.