Tempo de leitura: < 1 minuto

Reeleito ao governo baiano com 63,8% dos votos, Jaques Wagner falou nesta tarde sobre a aproximação dos petistas com os eleitores apaixonados por Marina Silva, conforme o Terra.
Além de elogiar a ex-petista, Wagner diz que Marina é maior do que o partido ao qual está filiada.
– Marina é maior do que o PV. O PV que me desculpe, mas ela é uma liderança maior. Temos que olhar os eleitores que se apaixonaram por Marina e os que se apaixonaram por Dilma.

9 respostas

  1. Com certeza a maioria dos votos de Marina retornaram para Dilma no segundo turno. Fato semelhante aconteceu em 2006, na reta final, Lula perdeu musculatura eleitoral e a eleição dada como certa para terminar no primeiro turno não aconteceu. Na ocasião quem ganhou os votos de Lula foi HH. Contudo, no segundo turno HH e o PSol mantiveram-se neutros e Geraldo Alckimin teve menos votos do que no primeiro turno.
    Creio que o PV apoiará Serra, mas isso não acrescenta muito, pois o PV transformou-se num partido cartorial. Vejamos aqui em Itabuna. Quem controla O PV local? O que ele acrescenta?
    Quanto a Marina ele se manterá neutra, pois tem magoas de Dilma, mas com certeza não comprometerá seu brilhante e promissor fuuturo politico apoiando SERRA.
    Então amigos no dia 31 de outubro sepultaremos com 28 dias de atraso DEM, PSDB,PPS e parte do PMDB ( fernando gomes, renato mala suja e geddel) KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  2. Zelão diz: – Vampirismo Explícito
    Wagner sabe muito bem do que está falando. Convivi com o “ícone Lula,” criado pelo PT de Wagner, e que se tornou imensamente maior que o PT, a ponto de hoje ser a principal fonte de alimento eleitoral dos “sanguessugas” a sua volta.
    A prova inconteste disso foi a demonstração de abandono da autrora brilhante estrela petista na recente campanha de Wagner. Desafio a qualquer mortal, que possa lembrar ao menos uma só vez, em qualquer peça publicitária do PT baiano, a menção honrosa da sigla PT. Preferiram denominar o “conclave vampiresco,” pela alcunha de “o time do Lula.” Até o ex-carlista Oton Alencar, foi transvestido de titular do arremedo de time que levaram à campo.

  3. A mala com certeza tem gente levando!!! E uso de KKKKK é dos que só tem um neurônio (OS COME DORME REMUNERADO PELO DIHEIRO PUBLICO) e CONCORDA COM TUDO que o PSEUDO REPUBLICANO faz além de gostar do acordo ITAPARICA que o governador faz COM O POVO DA BAHIA!

  4. É chêro papá!
    Eu sim posso dizer: “Marina voce é imensamente maior que tudo isto, inclusive maior que o abandono que os teus ex-companheiros te impuseram”.

  5. Zelão, menos por favor!!!
    agora o Wagner apelou de vez… Marina maior que o PV? eu sei o que ele quer, fazer a mesma coisa que o simbólico cap fábio, mudar de legenda e se enforcar!!! rsss
    vai marina para o pt… ou continua Marina com o seu Partido Verde… 4 anos como sempre falam, passa muito rápido, e você Marina tem chances de ganhar para Presidente!!!
    sei que a Marina não irá ler esse texto, mais os leitores de plantão fiquem esperto… pois a Marina é o centro das atenções e não mais o Lula!!!
    jogo de interesse!

  6. Marina é uma mulher de brio. Saiu do PT pela porta da frente, pois, discordou de assuntos técnicos e da falta de prestigio que tinha junto a Casa Civil. Mas a mesma não mudou sua ideologia, tem divergências pontuais em relação aos programas do PT. Portanto, viúvas ressentidas do DEM e do PSDB tirem o cavalo da chuva, Marina não apoiará SERRA. No dia 31 de outubro sepultaremos com atraso PSDB, PPS, DEM e parte do PMDB ( FErnando Gomes, Renato Mala sem alça, Carlinhos Bavil, Beto e Foguete e sua quadrilha, Maria Alice e a turma de secretários ordinários e salafrários da prefeitura de Itabuna)
    Para o zé comédia do Val cabral deixo minha sugestão: Chupa que é de menta.

  7. Zelão diz: – Divergências apenas pontuais?
    esse é um apêlo dispudorado feito pelo PT, afim de cercear um provável apoio da ex-Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, ao candidato José Serra, no segundo turno das eleições presidenciais.
    Marina, tem idealismo e postura ética e por isso não aceitou as imposições da Ministra Dilma Roussef – então a toda poderosa Ministra da Casa Civil e designada “mãe do PAC” – e em defesa da sua honra e compromissos ideológicos, saiu do governo de Dilma e do PT.
    Não foram simples “discordâncias técnicas” que levaram Marina a sair do governo. Tratava-se de intromissão direta de Dilma, que pressionava para que as licenças ambientais concedidas pelo IBAMA, orgão ligado diretamentamente ao Ministério do Meio Ambiente, fossem liberadas a qualquer custo, para que não fossem interrompidas as obras do PAC e, também, por ter Marina se possicionado contrária ao novo estatuto das florestas, aprovado por Lula, sob a inspiração de Dilma.
    Na verdade, ao sair do governo e se filiar ao PV, para se candidatar à presidência da república, Marina sofreu escarnios partidos do presidente Lula e da cúpula do PT, que afirmavam ser marina, uma candidata de “uma nota só,” sem outro projeto para o país a não ser a ecologia. Diziam mais; que Marina Silva estava entrando em uma aventura sem volta, que a levaria a insucesso igual ou mais acachapante ao vivido por Heloisa Helena, nas eleições de 2006.
    Agora, diante do recado dado ao “Deus Lula,” pelo povo brasileiro nas urnas, o PT se penitencia, tentando apelar para os valores de Marina, aos quais havia negado reconhecimento anteriormente.

  8. Zelão, seu lenga lenga lembra muito o papo furado do Val Cabral, acho vcs dois muito parecidos, sem conteúdo, muito hilários e tentam desqualificar aqueles que pensam diferente de vcs. No entanto, considero Val mais ordinário do que vc.
    Val cabral odeia evangélicos e idéias progressistas, lembro do infame na década de 80, defendendo Paulo Mluf a Arena. Ele odiava Ulisses e Tancredo. Val Cabral lutou contra a redemocratização do pais, perguntem no Bairro da Conceição aos moradores da Rua Silveira Moura quem é a figura.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.