Tempo de leitura: < 1 minuto

Marco Wense
De olho no PV, seu mais provável próximo partido, o peemedebista João Henrique, prefeito de Salvador, anda dizendo que o PDT e o PMDB só criaram “dissabores” na sua vida pública.
Esse João Henrique é mesmo um ingrato. Pelo PDT, João foi eleito deputado estadual mais votado da Bahia. Nos bastidores da legenda brizolista, a orientação era para que os prefeitos e vereadores do partido apoiassem o filho do senador João Durval.
O PMDB foi o responsável direto pela sua reeleição ao Palácio Thomé de Souza. O ministério da Integração Nacional, com o então ministro Geddel Vieira Lima, abriu os cofres para ajudar o governo do agora ingrato João Henrique.
O problema do chefe do Executivo soteropolitano é que sua comprovada instabilidade emocional termina enveredando para o lado político.
Emoção, teatro, sentimentalismo e chororô só durante a campanha eleitoral, na busca de votos, principalmente entre os eleitores que ficam com peninha dos candidatos.
Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.