Tempo de leitura: < 1 minuto

A falta de conservação das vias públicas de Itabuna é algo que realmente dá a impressão de que a cidade não tem governo. Exemplo pronto e acabado (mas muito acabado mesmo) é o da Rua Joana Angélica, no bairro Santo Antônio.

Trata-se de uma ladeira sem pavimentação, onde há muito tempo não passa uma máquina nem se coloca um metro de cascalho. Resultado: muitos buracos, dificuldade para transitar e canos da rede de água à mostra. Um morador reclama de que, até para colocar o carro na garagem, é uma “batalha” todos os dias.

Nem precisa dizer que o governo municipal já foi informado sobre esse descaso, mas manteve a postura de costume. Ou seja, não fez nada.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Três membros de uma quadrilha que planejava assaltar uma agência bancária de Itajuípe,  no sul da Bahia, morreram em confronto com a polícia. A operação mobilizou 30 homens da Coordenadoria de Ações Especiais (COE) e das polícias de Ilhéus e Itabuna. Morreram Joilson da Silva, Antônio Raimundo das Neves e Rinaldo Valença.

Município alvo da quadrilha, Itajuípe possui agências do Banco do Brasil e do Bradesco. O trio estava escondido numa casa no balneário de Serra Grande, município de Uruçuca. Um dos mortos, Reinaldo Valença é um velho conhecido da polícia. Ele participou do assassinato do delegado Clayton Leão, em maio de 2010, na estrada da Cascalheira, em Camaçari, região metropolitana, e assumiu ter efetuado os dois disparos fatais contra o policial. O assaltante havia fugido da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), em Salvador, em agosto do ano passado.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Vice-presidente da Bamin falou sobre o Mina de Talentos e a expectativa sobre a licença do porto (foto Clovis Torres)

A empresa Bahia Mineração (Bamin), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), lançou nesta terça-feira, 8, em Ilhéus, o programa Mina de Talentos. Com ele, a proposta é capacitar 6,5 mil pessoas e absorvê-las nas fases de construção e operação do porto e da mina do projeto Pedra de Ferro.

O centro de formação de Ilhéus funcionará no Centro Estadual de Educação Profissional, no bairro do Malhado, e atenderá também moradores de Itabuna, Uruçuca e Itacaré. Outros centros serão instalados nas cidades de Caetité, Pindaí, Malhada e Guanambi, área da mina da Bamin na região sudoeste do Estado.

Segundo o gerente de RH da empresa, Mauro Barbosa, a intenção é contratar, pelo menos, 60% da mão-de-obra da Bamin nas próprias regiões onde ela irá atuar.

O vice-presidente executivo Clovis Torres concedeu coletiva à imprensa logo após o lançamento do Mina de Talentos. Perguntado sobre a licença ambiental do terminal marítimo da Bamin em Ilhéus, ele afirmou que a expectativa é de que a autorização saia em dois ou três meses.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cerca de dez homens fortemente armados assaltaram a agência do Banco do Brasil da cidade de Presidente Tancredo Neves, a 251 km de Salvador, na manhã desta terça-feira (8). Durante a ação, o gerente do banco foi baleado no pé e levado para o hospital da cidade. Ele não corre risco de morrer.

Comerciantes informaram que a quadrilha de assaltantes chegou a cidade por volta das 10h, em três carros – um Fox, uma Strada e uma Saveiro. Eles chegaram realizando disparos e provocando pânico entre os moradores. O assalto ao banco durou cerca de 40 minutos.

Além do gerente do banco, outro funcionário foi usado como refém. Eles foram liberados num distrito de Tancredo Neves. Os carros usados na ação foram incendiados, segundo o Correio.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da coluna Tempo Presente (A Tarde):

O superintendente do Ibama na Bahia, Célio Costa Pinto, negou ontem que o órgão tenha negado licença para a instalação do Porto Sul na Ponta da Tulha, em Ilhéus.

Segundo ele, o processo segue o seu curso normal, em Brasília, e, numa análise técnica preliminar, foram solicitadas algumas readequações à Bahia Mineração (Bamin): – O Ibama aguarda a resposta para ter novo posicionamento. Mas tudo corre normal.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Câmara analisa PEC contra farra dos "deputados de verão".

O deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ) apresentou proposta de emenda constitucional que, se aprovada, acaba com a farra de posse de suplentes em pleno recesso parlamentar. A medida valeria para senadores, deputados federais, estaduais, distritais e vereadores.

Os suplentes assumem, não trabalham, mas recebem salários e verbas de gabinete. Muitos deles ocupam vagas de titulares que deixam o legislativo para ocupar cargo no Executivo. Neste ano, os “deputados de verão” custaram, aproximadamente, R$ 5 milhões.

A exceção da PEC, conforme a proposta de Leite, é para quando ocorrerem as convocações extraordinárias. Como são criativos os nossos políticos, é possível que sempre desencavem uma extraordinária para justificar o “embolso”. A proposta será submetida à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, para começar a tramitar se não for julgada inconstitucional.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A terça-feira começa agitada em Itabuna com o registro de dois homicídios. Um homem levou quatro tiro,s no início da manhã, na estrada do Serrado. A polícia ainda não conseguiu identificar a vítima.

Há pouco, por volta das 11h30min, Isaías Lima da Silva, vulgo “Mudo”, foi assassinado com um tiro na nuca. O crime ocorreu na rua São Francisco. “Mudo” tinha várias passagens pelo Complexo Policial pela prática de assaltos e arrombamentos. Só em 2011, ocorreram 30 assassinatos no município.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Sádia será ouvida pela corregedoria do TJ (Foto A Região).

A justiça ouve nesta terça-feira, no Presídio Feminino, em Salvador, a escrivã Sádia Consuelo Cândido Pitanga. Ela foi presa em outubro do ano passado na “Operação Themis”, que desarticulou quadrilhas de traficantes que agiam no sul da Bahia.

A serventuária é acusada de receber propina para favorecer traficantes. Sádia era escrivã da Vara do Júri e Execuções Penais de Itabuna e, segundo o Ministério Público Estadual, conseguia transferir e liberar ilegalmente presos da Justiça.

Ela também é suspeita de interferir nos trâmites processuais para atrasar o andamento dos processos para beneficiar os clientes do advogado Bruno Daneu Halla, de Ilhéus. Ele chegou a ser preso, mas acabou liberado.

Sádia Pitanga será ouvida pelo juiz corregedor do Tribunal de Justiça da Bahia, Oswaldo de Almeida Bomfim, que apura denúncias contra a escrivã em três processos administrativos. As informações são d´A Região.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Jornal Nacional exibiu reportagem contundente sobre a criminalidade em Salvador. O jornalístico da Rede Globo apresentou números assombrosos e a média de assassinatos por 100 mil habitantes na capital baiana.

Pois a situação é bem pior em Itabuna. O município sul-baiano atingiu média de 73 mortes violentas para cada grupo de 100 mil moradores em 2010, se considerada a estatística da Polícia Civil, contra 61 de Salvador.

Jornalistas que atuam como observadores da criminalidade em Itabuna apontam que a cidade teve bem mais do que os 147 homicídios apontados pela polícia.

Até 15 de dezembro, o número de mortos chegava a 165 no município de 204 mil habitantes, conforme o censo 2010 do IBGE, o que dá uma média de 81 homicídios por 100 mil habitantes, quando o considerado suportável pela ONU, segundo a reportagem do JN, é de, no máximo, 16 assassinatos.

Já no dia 12 de dezembro, o PIMENTA publicou post com os números de homicídios em território itabunense até aquele dia: 161. De acordo com a polícia, 75% das mortes estão relacionadas com o tráfico de drogas. Neste ano, a cidade já registrou 28 homicídios.