Tempo de leitura: < 1 minuto

Lidney diz que violência nas escolas de Ilhéus é grande e lei pode ajudar.

Depois de afirmar que ainda não sabe o que fazer quanto à lei municipal que obriga alunos e professores a rezar o Pai Nosso nas escolas ilheenses, a secretária de Educação, Lidney Campos, parece ter recuado:
– Apesar de o estado ser laico, é importante a crença, principalmente nas escolas, [onde] a índice de violência é grande, há inversão de valores. Quem sabe a religião ameniza.
A opinião pessoal foi emitida durante entrevista ao portal G1. A lei foi aprovada pela Câmara de Vereadores de Ilhéus e sancionada pelo prefeito Newton Lima em dezembro passado.
A assessoria do prefeito reconhece que a obrigatoriedade de rezar o Pai Nosso é inconstitucional. O autor da proposta é o vereador Alzimário Belmonte, o Gurita (PP). Houve grande reação popular contra a lei.
Por enquanto, ninguém fala em revogá-la.

0 resposta

  1. Engraçado, na Câmara de Vereadores de Ilhéus tem que ler um salmo da Biblia antes de abrir a sessão.
    Ninguém fala nada, é lei.
    Vou querer que dê um toque de candomblé, também.
    O que é pra uns, é pra todos.

  2. Esse vereador tá certissímo devemos ensinar os valores morais,civícos e religiosos como antigamente e nossas crianças eram mais acomodadas e respeitava os adultos em geral.

  3. EU ACHO BOM ELA COMEÇAR A REZAR O PAI-NOSSO DESDE AGORA, PARA O PREFEITO PAGAR O SALARIO E O 1/3 DE FERIAS EM DIA, PQ SE NAO ESTIVER TD CERTO EM RELAÇÃO A PAGAMENTO O ANO LETIVO NAO COMEÇA EM ILHEUS E AI QUEM NEWTON APOIA PARA PREFEITO PERDE NA HORA, AI SOBRA TD MUNDO PRINCIPALMENTE OS SECRETARIOS INCLUSIVE LINDINEY SECRETARIA DE EDUCAÇÃO.
    O ANO PASSADO O ANO LETIVO COMEÇOU EM MARÇO ( SO EM IOS MESMO), ESTE ANO NAO ESTOU VENDO DIFERENÇA, COITADO DOS PROFESSORES DEPOIS TEM QUE TRABALHAR SABADO
    KD O DINHEIRO DO GOVERNO FEDERAL,CAMBADA DE LADRÃO

  4. Próxima etapa será a implantação do exorcismo para a criança malcriada fundamentada na teoria do grande pedagogo Tomás de Torquemada ?

  5. A próxima etapa será o exorcismo como medida corretiva da criança malcriada fundamentada na teoria do grande pedagogo Tomás de Torquemada?

  6. Os doutores da lei continuam os mesmos. Criticam o que é ilegal mas benéfico e fecham os olhos diante das próprias atrocidades. Orar é encontro com Deus. Mesmo os não cristãos terão uma oportunidade de fazer sua oração pessoal. Essa é a verdadeira tolerância.

  7. Podemos sim, ensinar religião, mas religião como um todo!!! Ensinar sobre o protestantismo, o catolicismo, o candomblé, a ubanda, o espiritismo, o hinduismo, etc.!!!
    E não ensinar apenas uma (como aonteceu qdo era estudante) como se ela fosse a soberana!!!

  8. O LEGAL DESTA HISTORIA TODA É VER O QUANTO A RELIGIOSIDADE INFLUÊNCIA EM NOSSAS VIDAS….ESTOU ME DIVERTINDO COM ESTE DISSE QUE LHE DISSE….KKK

  9. Retornamos para a idade média ?
    Estamos na internet, de Ilhéus para o mundo. O que será que os turistas irão pensar de nós ilheenses ?
    Secretária, vamos repensar esta sua posição… até porque presume-se que a senhora é uma pessoa que passou pelos bancos da faculdade, ao contrário dos imbecis dos vereadores que aprovaram a lei e deste prefeito que a sancionou.
    No dia que meus filhos chegarem em casa falando que foram obrigados a rezar, orar ou invocar qualquer que seja religião na escola, eu vou processar vocês individualmente e a administração pública municipal de Ilhéus.
    Valores religiosos aos filhos nascem no seio familiar e quem deve dar são os pais!
    A legislação me permite isto, e eu posso processá-los!
    ESTÃO AVISADOS !

  10. Toque de candoblé,cristianismo o que seja , precisamos de alguma forma fazer com as pessoas especialmente os jovens aprendam que a vida acima de tudo e nao importa onde esteja a paz interior, e o pai nosso tanto como o salmo sao sinônimos de Paz e de Deus.

  11. Interessante. Se a Assessoria do Prefeito reconhece que a lei e inconstitucional, porque cargas dágua deixou que ele a assinasse. Será que foi para ver o circo pegar fogo, ou porque realmente o nosso Alcaide só ouve Bahia?
    Pelo menos uma coisa teve de bom nisto tudo. Nunca se falou tanto de Ilhéus na mídia nacional.

  12. Vai pegar um bom livro pra ler, minha senhora, e ajude a formar leitores em sua escola, se é que a senhora sabe o que é isso. Livros, livros, livros à mancheia…

  13. Tanta asneiras, desde quando rezar ou orar resolve alguma coisa. Hitler era cristão católico, o estudante que matou várias pessoas na Noruega era cristão, o jovem que matou várias crianças no Rio de Janeiro era deísta acreditava em Deus. Bush é evangélico mandou invadi vários países e matou milhares de pessoas, Obama é evangélico também e mandou daqui do Brasil bombardear a Líbia, os Cruzados mataram milhões de pessoas e tudo isso em nome de quem? de Deus. ter religião não determina caráter de ninguém. rezar ou orar não resolve problema na educação e nem em coisa alguma. religião é escolha pessoal e não deve ser imposta. viva a liberdade religiosa e o Estado laico.

  14. E se a ‘criança’ teimar em não rezar? Qual vai ser o castigo?
    E a Constituição? É melhor rasgá-la de uma vez, e desconstruir o teórico estado laico…

  15. Por favor,desconsidere o anterior
    Concordo inteiramente com você Joselito,
    Além disso,esse tipo de “lei” desvia a atenção dos graves problemas que a educação pública enfrenta,como por exemplo,os baixos salários,a formação continuada as condições físicas dos “prédios” escolares,a ausência de bibliotecas de qualidade(a de Ilhéus está fechada e o prédio ameaça desabar,ou estou enganada?),programas eficazes de incentivo a leitura e tantas outras mazelas inumeráveis.Situações urgentes de serem revertidas e certamente tal reversão não se dará por meio da oração,mas pela implementação de políticas públicas eficazes. Mesmo porque sabemos que tais problemas refletem negativamente na qualidade da educação escolar,tanto que “somente 25% dos brasileiros maiores de 14 anos são capazes de ler e compreender um texto de dificuldade média.Esse é um número que não se move há DEZ ANOS nos quadros estatísticos”(Caros amigos,dez 2011).Quero recomendar a secretária que investigue os motivos que fizeram a violência escolar diminuir em outros municípios,certamente ela se surpreenderá.

  16. Joselito, por favor, apresente aqui fontes sérias de que Hitler era cristão, e ainda assim, de matriz católica. O problema daqui é que do ponto de vista da informação, todos falam o que quer, sem que se passe por nenhum fonte de veracidade.

  17. Hitler era admirador de Nietzsche, um grande crítico da Igreja, e se arvorava a ser um profundo conhecedor da sua obra.Na verdade nem conhecia nem compreendia a obra do filosófo.
    Os cristãos usam o argumento de que o Führer era ateu para nos atazanar e argumentar que não temos princípios morais pois não temos fé. Alguns ateus devolvem a bola afirmando que a moral cristã não impediu Hitler,um cristão convicto, de barbarizar a humanidade.
    Nem lá nem cá.Sempre temos argumentos mais consistentes mas acabamos nos nivelando por baixo. Já o Tomás de Torquemada EU AFIRMO com toda certeza, está na folha de pagamento da Prefeitura Municipal de Ilhéus e tem um coleguinha na Câmara de Vereadores desta cidade.

  18. Nada contra o pai nosso, a final precisamos rezar todos os dias e todas as horas principalmente nós ilheenses que vivemos momentos de horror, a nossa cidade está desaparecendo do mapa e ninguém percebe. Contra sim, esses vereadores que nada fazem por nossa cidade, e em vez de tomar providência contra esse prefeito e sua corja fica inventando lei que não vai adiantar em nada na melhoria da cidade nem tão pouco numa educação de qualidade.

  19. Não é rezar o pai nosso que reduz a violência nas escolas. A violência na escola é um fato social, que não diz respeito apenas à escola, mas sim a sociedade de um modo geral.Os valores não são passados por meio do pai nosso. Pergunte a qualquer aluno se ele sabe rezar o pai nosso. Claro que sabe. Os valores devem ser passados pela família, a escola deve reforçá-lo. Valores podem ser passados, principalmente,em sala de aula por meio de cada disciplina. A sociologia, a filosofia, a língua portuguesa, história, matemática, ciências, todas as disciplinas devem e podem ser um veículo para se trabalhar valores. Nós estamos equivocados ao achar que os valores só são passados por meio da religião. Diga-se de passagem, já vi pessoas que possuem desvio de caráter (ladrão, estrupador, dentre outros) que fala de Deus e reza o pai nosso. O que vocês me dizem disso?

  20. uma coisa ninguém faliou… e os doutos assessores jurídicoa do prefeito que permitiram a sanção da lei, agora dizem que é inconstitucional… put keep are you!!!!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.