Tempo de leitura: < 1 minuto

A fotografia acima é de Wilton de Sousa Júnior, da Agência Estado, e acabou vencedora do Prêmio Internacional de Jornalismo Rei da Espanha. A imagem foi captada pelas lentes do brasileiro durante solenidade em Resende (RJ), em 20 de agosto. Era a cerimônia de entrega de espadins a cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras. À época, lembra o fotógrafo, a presidenta Dilma Rousseff era aturdida pela sequência de ministros acusados por corrupção. E Wilton acabou captando uma imagem em que a mandatária parece ser transpassada por uma espada.

0 resposta

  1. Parabéns a arte da foto, sua estética, sua nuance, sua oportunidade.
    Mas com certeza a presidenta Dilma está muito mais além deste sentimento oposicionista que alguns setores “menores” de nossa sociedade desejam.
    Ela pode não ser tão popular quanto o Lula, mas com certeza deixará sua marca própria, sua personalidade de competência técnica.
    Talvez uma outra foto com Dilma levantando, empunhando uma espada como no quadro de Pedro Américo quando D. Pedro I fez o tal “brado da independência ou morte”, seja o mais contextualizado e real para com a política da presidenta.

  2. Incrível a fotografia, …, a perspectiva e o efeito presentes na imagem, …!!!
    Essa mesma perspectiva me leva a lembrar dos tapetes de publicidade que são colocados ao lado das áreas, onde ficam os goleiros, nos estádios de futebol que, vistas pela televisão, dependendo do ângulo, parecem estar de pé, o que certamente causaria acidentes, …!!!
    Alguns prédios existentes em algumas cidades, tais como Salvador, também levam os observadores a perceberem imagens sensacionais, graças à visão dos arquitestos, e já foi motivo de reportagem, inclusive, do Jornal A Tarde. O mais conhecido e comentado deles é o Edifício Casa do Comércio, …!!!
    Em São Paulo, um dos que mais me chamaram a atenção foram duas torres, que têm uma piscina por andar, cada, e que ficou parecendo um leque aberto, ou mesmo uma escada daquelas em que os degraus ficam dispostos círculo, …!!!
    Eu já vi, também, em prédios em Vitória da Conquista e em Feira de Santana. Em Ilhéus há um único prédio, na Av. Soares Lopes, que tem uma fachada – digamos – com padrão diferenciado, e que ficou muito legal. Deu outra vida ao local (infelizmente, eu não me lembro, no momento, do nome do Edifício), …!!!
    Aqui em Itabuna essa “arte nas fachadas” dos prédios mais altos ainda não chegou (a não ser na parte da frente do Edifício Torre das Nações), …, mesmo já existindo em outras cidades há mais de 20 anos, …!!!
    Quem sabe um dia, …!!!
    Eu não sei como é que a Arquitetura denomina isso, mas que é muito interessante, diferente, e bonito de se ver, isso eu sei que é, …!!!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.