Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Estadual de Cultura (Secult) cancelou a seleção pública que privilegiava com até dez pontos o candidato ao cargo de representante territorial de cultura que tivesse militância partidária (confira aqui). O cancelamento foi publicado no site da Secult. O edital oferecia 9 vagas e remuneração de R$ 1.980,00. Uma das vagas era destinada à região sul.
Diz a nota:
A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia comunica a todos o CANCELAMENTO do processo de contratação de Representantes Territoriais da Cultura (Edital Nº 001/2012), visando avaliar os critérios de seleção desse edital.

0 resposta

  1. Diria o petralha academicisita: “Esta é uma medida importante para democratizar o acesso ao serviço público, que perpassa uma posição unipluridimensional, dando oportunidade aos que têm vivência com as causas e demandas populares ao revés do estudo concursista individualista próprio do neoliberalismo”

  2. OXENTE, QUE EMBROMACAO DOIDA E ESSA DESSE EDGARD FREITAS.
    FALENCIA DESSA SECRETARIA JA. EU DISSE JA AQUI NA MINHA BAHIA.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.