Tempo de leitura: < 1 minuto

A previsão de marqueteiros experientes aponta que somente a campanha eletrônica (rádio e televisão) em Itabuna custará –  não menos que – R$ 1 milhão em 2012.

O montante, claro, é o necessário para cobrir despesas de candidatos que possuem maior tempo no horário eleitoral na televisão e no rádio e exigem maior estrutura (contratação de produtora, estúdio, logística, produtores, cinegrafistas, repórteres, apresentadores…).

Mas se o leitor-eleitor acredita em Papai Noel… Em Itabuna, a previsão de gastos em toda a campanha dá exatos R$ 5.425.000.00. Não é pouca grana, mas a realidade aponta para gastos ainda (e bem) maiores.

Vane do Renascer (PRB) fez previsão de gastos de R$ 2 milhões em sua campanha. Juçara Feitosa (PT) pretende gastar a mesma quantia. Já o prefeito Capitão Azevedo (DEM), que terá praticamente metade do horário eleitoral na TV e no rádio, informou previsão de gastos de R$ 900 mil.

Zem Costa (PSOL) definiu em R$ 500 mil o teto de gastos. Zé Roberto (PSTU) prevê R$ 15 mil e Pedro Eliodório (PCB) deverá gastar R$ 10 mil.

2 respostas

  1. Desta forma, a justiça eleitoral quer colaborar, contribuir, para que a corrupção contiue existindo, …!!!

    Estas declarações, mesmo se fossem uma piada, seria de muito mau gosto, …!!!

    Só a Rádio Difusora, comprada para ser instrumento de um das campanhas – e todo mundo sabe – custou quanto, …?!?!?!

    É, …, a justiça é “cega” mesmo, …!!!

    Meu Deus, …!!!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.