Tempo de leitura: < 1 minuto
Juliherbert levou socos de cunhado de candidata a prefeita (Foto Sérgio Fragoso).

Episódios de violência por causa da disputa eleitoral no sul da Bahia têm chamado a atenção da polícia e Justiça. Municípios como Aurelino Leal, Itajuípe e Gandu registraram brigas, sequestro-relâmpago de jornalista e até contratação de milícia para acuar candidatos. Em Aurelino Leal, atos políticos somente ocorriam com a autorização judicial devido aos casos de violência.

Dois dos casos mais graves foram registrados em Gandu e em Itajuípe. Em Gandu, o jornalista Pedro Augusto sofreu agressão, teve equipamento de trabalho furtado e foi vítima de sequestro-relâmpago (relembre aqui).

Nesta semana, em Itajuípe, a polícia civil foi acionada para tentar prender o cunhado da candidata a prefeita pelo PSB, Gilka Badaró. Geraldo Pólvora agrediu com socos o motorista Juliherbert Santana em plena praça pública.

Após a agressão, Geraldo sumiu e abandonou a picape Hilux em um posto de gasolina às margens da BR-101, em Itabuna. A polícia localizou e apreendeu o veículo.

4 respostas

  1. Esse sujeito fica provocando o povo, leva uns paus e depois tira onda de coitado, na hora de ofender não pensa que essas coisas podem acontecer. tem que tomar do outro lado p/ consertar.

  2. É nada disso não,pimenta..é como diz um amigo meu: eles estão brigando,se matando,se ofendendo,se estapeando,tudo isso em prol do povo,pois é o afã de querer servir ao povo que os fazem brigar tanto pelo poder….hehehe…

  3. Deveria existir uma lei onde o político só recebesse (R$) o que tem na Carteira de Trabalho. Essa mania de “mamar” acaba com a beleza da disputa política. Hoje, essas caminhadas não são por ideologia e sim por interesses. Acabou o amor ao próximo, ninguém quer ajudar o cidadão, quer só o seu benefício. “Muitos querem roubar, mas poucos são ladrões”.

  4. Se fossemos bater em todas as pessoas que nos provocam politicamente, seria uma tragédia! O pessoal do 40(Gilka)é que está acostumado fazer política assim, o desespero da derrota tá tomando conta.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.