Tempo de leitura: < 1 minuto

Augusto Castro sugeriu implantação de outra Base Comunitária de Segurança
Augusto Castro sugeriu implantação de outra Base Comunitária de Segurança

Repercutiu na Assembleia Legislativa a violência que voltou a assustar Itabuna no último fim de semana. Entre sábado e domingo, a cidade registrou  seis assassinatos, inclusive o crime bárbaro no qual foram vítimas a menina Clarissa Mendes Nunes, de 5 anos, e o pai dela, o pedreiro Cristiano Silva Oliveira, 25.
Em discurso no plenário do legislativo baiano, o deputado Augusto Castro (PSDB) cobrou providências do Governo do Estado para apurar os crimes e punir o responsável. O tucano criticou “o clima de insegurança que assusta as famílias do Sul da Bahia, em especial de Itabuna”.
Referindo-se especialmente ao crime que vitimou a criança, Castro afirmou considerar “um absurdo que um crime como esse, de grande comoção social, tenha acontecido justamente no bairro Monte Cristo, onde está a Base Comunitária de Segurança em Itabuna”.
A base foi instalada em sede provisória em setembro de 2012 e passou a ocupar um local definitivo no último dia 12 de dezembro, contando com 80 policiais.  “Se uma Base Comunitária não é suficiente para garantir a segurança dos cidadãos de Itabuna, que seja implantada outra Base no município”, cobrou o deputado.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.