Tempo de leitura: < 1 minuto

Início de interdição da BR-101 Foto Gilvan Martins 11.02.14

Flagrante de Gilvan Martins mostra momento em que multidão começou a interditar a BR-101 hoje. A manifestação no município sul-baiano continua. Protesto pede solução a conflito que, hoje (11), resultou na morte de um assentado no Maroim, em Una. Juraci Santana foi assassinado a tiros, nesta madrugada, no Assentamento Ipiranga. A esposa dele, Elisângela Oliveira, confirmou que o assentado vinha recebendo ameaças. Os autores dos disparos ainda não foram identificados.

Logo após, mureta de proteção de ponte quebrada e barricada (Foto Facebook).
Logo após, mureta de proteção de ponte quebrada e barricada (Foto Facebook).

3 respostas

  1. Analisando este protesto observamos que que ele busca atingir a este falido governo federal, haja visto que a ação apenas contra a ponte permite pela sua localização que os veículos possam transitar pelo bairro Edmon Lucas, fica portanto a ponte como simbolo do protesto em uma obra do Governo Federal, mas o pior que fica é mais uma morte de uma pessoa inocente, que deixa esposa, filhos, pequeno agricultor do também programa que está indo a falência “agricultura familiar”,do assentamento Ipiranga, que hoje está contaminado com a presênça de marginais que se passam por indios e não aceitam que os agricultores de bem não queiram se cadastrar, daí então o ultimato – “ou se cadastra ou morre”, e o lamentável é que Juraci já havia denunciado por diversas vezes que estava correndo risco de vida, e pasmem, esta denuncia foi feita pessoalmente ao Ministro da justiça Eduardo Cardoso em reunião em Salvador onde eu estava presente e pude testemunhar, assim como o Governador. Mais uma morte a se atribuir se tiver, a consciência da Presidenta, do Ministro, da CIMI, da FUNAI e dos omissos como é o caso do MPF, fica a nossa curiosidade apenas para saber da capacidade de volume destas consciências para caber que número de mortes sem se sensibilizar e sair da omissão, da covardia e da cumplicidade

  2. EU,ISIS fico muito triste de saber que minha cidade natal passa por uma bagunça desta……e fico mas triste ainda em saber que o governo não esta fazendo nada,para conter e trazer de volta os tempos agradaves que la vivi.tenho ainda família la mae,irmaos e tia(o).

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.