Tempo de leitura: < 1 minuto

A venda é proibida, mas há agricultor comercializando pequenos lotes de terra para moradia na Roça do Povo. De acordo com fontes da Prefeitura de Itabuna, o governo municipal recebeu denúncias, mas, por motivos ainda desconhecidos, fechou os olhos para a negociata escancarada.
O agricultor que lidera as negociatas com terras públicas repartiu a área cedida em comodato e a dividiu em 15 lotes. O secretário da Agricultura e Meio Ambiente, Lanns Almeida, foi comunicado e, segundo um funcionário da Pasta, chegou a ouvir o “espertinho”. E nada mais fez. As negociatas continuam.
Até quando, prefeito Claudevane Leite?

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.