Tempo de leitura: < 1 minuto

Não está fácil: além de explosões, Trindade também enfrenta turbulências
Não está fácil: além de explosões, Trindade também enfrenta turbulências

A caldeira que explodiu esta semana no Restaurante Popular, no Centro de Itabuna, simboliza de certa forma a situação do secretário da Assistência Social do município, José Carlos Trindade. Pelo que se diz nos corredores do Centro Administrativo Firmino Alves, Trindade vive um momento realmente explosivo.
Para começar, o secretário ficou mal com seu partido, o PRB, por ter se recusado a apoiar o candidato a deputado estadual José de Arimatéia (ficou com Ângela Sousa, do PSD) e ter dado uma votação aquém da esperada ao deputado federal Márcio Marinho.
O problema maior, porém, ultrapassa as questões eleitorais e adentra na esfera administrativa. É que em 2014 a Secretaria de Assistência Social provavelmente terá que devolver uma alta soma financeira ao governo federal por não ter executado o objeto dos convênios firmados. Esse fato tira o sono do prefeito Claudevane Leite.
Voltando à caldeira do restaurante, há informações de que a Vigilância Sanitária e a Defesa Civil já haviam alertado a Secretaria para a necessidade de uma manutenção preventiva, mas a advertência foi solenemente ignorada.
São tantas barbeiragens que poucos apostam na sobrevivência de Trindade como secretário.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.