Tempo de leitura: < 1 minuto

Mulheres que dirigem e precisam estacionar veículo na Alameda da Juventude (Beira-Rio), em Itabuna, reclamam dos abusos praticados por flanelinhas. Além de pagar a tarifa da Zona Azul, elas se veem obrigadas a pagar taxa extra aos “donos do espaço”.

Vítimas afirmam que ou pagam ou são vítimas de agressões verbais (que podem descambar para a violência física) e têm veículo danificado por flanelinhas. Como não há segurança no local, os abusos são constantes.

A polícia militar poderia dar uma reforçada nas rondas na Alameda, principalmente no trecho que vai da pista de skate ao final da área de estacionamento.

0 resposta

  1. Confirmo essa denúncia, minha esposa e à amiga dela de Ilhéus, já foram umas 4 vezes a Itabuna e todas as vezes que elas estacionam o carro, tem que pagar a Zona Azul e aos flanelinhas se não eles ameaçam.

  2. É muito abuso que eles cometem. Não entendo por que a prefeitura não dá um basta nisto. Se tem Zona Azul, o pagamento da vaga já foi feito. Por que não qualificaram estes flanelinhas para trabalharem na Zona? Azul, claro!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.