Tempo de leitura: 2 minutos
Vista aérea da Represa da Esperança, em Ilhéus (Foto José Nazal).
Vista aérea da Represa da Esperança, em Ilhéus (Foto José Nazal). 

O Conselho Municipal do Meio Ambiente (Condema) autorizou a Embasa a captar água na represa do Parque Municipal da Boa Esperança, temporariamente. A medida também foi aprovada pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Ilhéus (Sema), de acordo com nota da Prefeitura de Ilhéus. A captação para abastecer a zona norte e região central do município deve ocorrer até que seja normalizada a situação do reservatório do Iguape.

Para iniciar as obras de interligação de sistema, a Embasa ainda depende da Outorga de Água a ser concedida pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), bem como de uma segunda anuência do conselho consultivo da área de protegida.

Responsável pelo serviço de abastecimento d’água no município de Ilhéus, a Embasa está monitorando o revezamento na distribuição de água para as zonas central, norte e oeste da cidade. De acordo com o gerente local da Embasa, José Lavigne, “o sistema de abastecimento de Ilhéus encontra-se com oferta de água reduzida devido à longa estiagem que atinge a região, que causou a diminuição do volume acumulado na barragem do Iguape”.

A empresa solicitou ao município a análise ambiental para a implantação de adutora de água bruta, com extensão de 2.254 metros, com a finalidade de captar, em caráter temporário, até 180 m³/h com operação de 24 horas, nos mananciais da Unidade de Conservação Parque Natural Municipal da Boa Esperança. O investimento no serviço está orçado em mais de R$ 600 mil.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.