Tempo de leitura: 2 minutos
Lúcio Vieira, Pedro Arnaldo e Sérgio Murilo (Foto Divulgação).
Lúcio Vieira, Pedro Arnaldo e Sérgio Murilo (Foto Divulgação).

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) assegurou ao diretor-geral da Ceplac, Sérgio Murilo Menezes, e a o presidente do PMDB de Itabuna, Pedro Arnaldo, que o órgão federal não perderá o seu status na estrutura do Ministério da Agricultura nem terá sua autonomia administrativa e financeira prejudicada. Lúcio recebeu Pedro e Sérgio Murilo durante audiência nesta quinta (11), em Brasília, quando afirmou que a Ceplac não será rebaixada.

Lúcio disse ter se reunido com o titular da Secretaria de Governo, o irmão e ministro Geddel Vieira, e deste ouviu que o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, garantiu a manutenção do status da Ceplac. O órgão seria rebaixado a terceiro escalão no organograma do Ministério da Agricultura.

O rebaixamento chegou a ser anunciado no semestre passado, mas um decreto da ex-ministra Kátia Abreu revertou a decisão, após pressões de deputados baianos e líderes ligados à lavoura cacaueira. A inquietação, agora, ocorreu, porque lideranças obtiveram informação de que o Planejamento, já no Governo Temer, teria intenção de, novamente, rebaixar a Ceplac.

Durante a audiência, Lúcio mostrou-se preocupado com a redução drástica do orçamento da Ceplac. Ele, porém assegurou que envidará esforços para conseguir recursos para a instituição cumprir compromissos financeiros.

REVITALIZAÇÃO DA CEPLAC

“O deputado Lúcio Vieira se colocou à disposição das lutas da lavoura cacaueira e recomendou que a região sul da Bahia organizasse um movimento de produtores e entidades representativas em torno de um programa de revitalização da Ceplac para dar força de reivindicação junto ao governo federal”, disse Pedro Arnaldo. Atualizada às 22h15min.

Uma resposta

  1. Enquanto doutor Renato Costa fica budejando por aqui, parece que o presidente do PMDB, esse Pedro Arnaldo, prefere começar a mostrar serviço à região. Político é pra mostrar serviço e não caçar confusão!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.