Tempo de leitura: < 1 minuto
Wenceslau vive surto de malária|| Foto Carlos Jardim

Duas crianças internadas no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, com diagnóstico de malária, estão fora de perigo e serão transferidas para o Hospital de Wenceslau Guimarães, município do baixo sul da Bahia. As crianças são um menino de quatro anos e uma menina de 12 anos. Eles são primos e moram na comunidade de Chico Lopes, que vive um surto de malária, com a confirmação de 21 casos da doença pela Secretaria de Saúda da Bahia (Sesab).

Entre as 21 vítimas da malária na localidade está a dona de casa Luciene Souza Santos, 31 anos, que morreu na tarde de segunda-feira (22). Ela estava internada no Hospital da Costa do Cacau, em Ilhéus, desde o dia 20, quando foi transferida da unidade hospitalar de Wenceslau Guimarães. O corpo de Luciene Souza foi sepultado na manhã de hoje.

O marido de Luciene Santos também contraiu a doença e está internado no Hospital Municipal de Wenceslau Guimarães. Não foi informado o estado de saúde do homem, que é um dos moradores da comunidade Chico Lopes. A Sesab informou que já adotou medidas para o bloqueio da doença no município do baixo sul da Bahia.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.