Tempo de leitura: < 1 minuto

Manifestação contra aumento de passagem em Itabuna

Estudantes secundaristas e universitários ocuparam o Centro Administrativo Firmino Alves, há pouco, em protesto contra o aumento da passagem em Itabuna. A tarifa saltará de R$ 2,85 para R$ 3,30 em 8 de fevereiro. O reajuste foi decretado pelo prefeito Fernando Gomes no último dia 8 de janeiro.
Durante o protesto na prefeitura, os manifestantes gritavam palavras de ordens e chamaram Fernando Gomes de “capacho” dos empresários de ônibus. “Não aceitaremos a marretada”, gritavam os estudantes, numa alusão a um dos símbolos da campanha eleitoral do gestor municipal.
A Guarda Civil foi acionada para acompanhar a manifestação dentro do Centro Administrativo. Estudantes disseram que foram expulsos da prefeitura pelos “jagunços” de Fernando. Na sequência, os manifestantes se dirigiram até o Ministério Público Estadual, na Avenida Aziz Maron, para cobrar medidas contra o reajuste. Pedem, no MP, a suspensão do decreto que autoriza a nova tarifa.
SERIA R$ 3,00
As reações contra o reajuste da passagem começaram ainda em dezembro, quando o Conselho Municipal de Transporte de Itabuna aprovou aumento para R$ 3,50. Dias depois, o governo anunciou que o reajuste seria de R$ 0,15, porém o prefeito decretou tarifa a R$ 3,30, após ouvir os empresários.
Confira vídeo da manifestação na prefeitura.

0 resposta

  1. Mundo disse:
    Só meia dúzia de estudantes protestando contra o aumento da passagem. cadê a participação do Zé Povinho!!! A maioria foi pular Carnaval e deve estar satisfeito. Marreta neles “Cuma”!!!!!!!!!!

  2. Engraçado Hellen, o funeral consegue sair em cortejo na rua, e cumprir seu papel. o que muita gente não consegue perceber, é que tais partidos sempre tocaram as lutas nas ruas, com muito respeito e integração com independentes, e pra além disso, conseguem ter aderência na juventude que ousa construir uma luta em prol dos trabalhadores e moradores dessa cidade.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.