Itabuna e Ilhéus têm acumulado de mais de 3,7 mil casos da doença
Tempo de leitura: < 1 minuto

Ilhéus é o município do sul da Bahia com maior número de curados do novo coronavírus. De acordo com a Vigilância Epidemiológica,  já são 201 pessoas que fizeram tratamento e estão livres da doença. Em Itabuna, são 96 pacientes curados. Juntos, os dois municípios do sul da Bahia somam 297 pessoas que venceram a doença.

Em Ilhéus, são 326 casos da Covid-19, com 16 mortes.  O número de internados em Unidade Terapia Intensiva (UTI) subiu para 24 e 196 pessoas com os sintomas da doença são monitoradas pela Vigilância Epidemiológica. São 246 pessoas aguardando o resultado de exames pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen).

Em Itabuna, o número casos disparou nos últimos dias.  O município tem 393 infectados, 432 pessoas aguardando resultado de exames e 608 esperando que material seja coletado e enviado para o Lacen.  Itabuna tem 23 pacientes em leitos clínicos, cinco em UTI e 12 mortes, conforme dados divulgados na noite desta terça-feira (12) pela Secretaria Municipal de Saúde.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os municípios do sul da Bahia ultrapassaram, nesta terça-feira (12), a barreira dos mil casos confirmados do novo coronavírus.  A maior quantidade de infectados são moradores de Itabuna (393), Ilhéus (326),  Ipiaú (155) e Uruçuca (57). Essas localidades somam 931 pessoas contaminadas pelo vírus.

A lista de municípios com número alto de infectados inclui também Coaraci (26), Buerarema (23), Itajuípe (22), Canavieiras (20), Itagibá (16) e Camacan (12). Há ainda registro de 110 casos da Covid-19 em outros 22 municípios do sul da Bahia. Dos municípios citados, Canavieiras e Camacan são únicos sem mortes confirmadas pela Covid-19.

De acordo com os dados das secretarias municipais de saúde, já são 48 mortes causadas pelo novo coronavírus no sul da Bahia, até a noite desta terça-feira (12).  Os óbitos causadas pela doença ocorreram em Ilhéus (16), Itabuna (12), Uruçuca (6), Ipiaú (3), Buerarema (3), Gongogi (2), Gandu (1),Coaraci (1), Itajuípe (1) e Itagibá (1),  Itapé (1), Maraú (1), Ubaitaba (1).

IBGE abre mais de 200 mil vagas em processo seletivo
Tempo de leitura: 2 minutos

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) inicia, no próximo 19, a devolução da taxa de inscrição aos candidatos do processo seletivo simplificado para o Censo 2020.

A devolução será realizada por meio do aplicativo Carteira Digital bB, do Banco do Brasil, disponível gratuitamente para celulares com sistema android ou iOS. Com o adiamento do Censo para 2021 em função da pandemia de Covid-19, a seleção para contratar temporariamente 208.695 pessoas foi cancelada em 17 de março.

De acordo com o IBGE, não é preciso ser correntista do banco para se cadastrar no aplicativo, que funciona como uma conta de pagamento digital apenas para transferência de valores e não cobra nenhuma taxa ou tarifa para pagamentos, transferências ou saques.

Serão restituídos R$ 2.823.775,95 entre os 100.735 candidatos que pagaram a taxa de inscrição até o cancelamento do processo seletivo. As taxas foram de R$ 35,80 para concorrer a funções de nível médio (agente censitário) e de R$ 23,61 para disputar as vagas de ensino fundamental (recenseador). Os inscritos para mais de um cargo receberão os valores em uma única parcela.

Após baixar a Carteira Digital bB na loja de aplicativos do celular, o candidato deve selecionar “criar carteira bB” e em seguida preencher o cadastro com CPF, nome completo, data de nascimento e número do celular.

A partir do dia 19, o beneficiário deverá selecionar a opção “receber” na tela inicial do aplicativo e responder às perguntas de segurança baseadas nas informações fornecidas quando se inscreveu no processo seletivo. Em seguida, é só clicar em “confirmar” e o dinheiro já estará disponível na conta da Carteira Digital bB.

Leia Mais

Em 24 horas, Vitória da Conquista registra 6 óbitos causados pela covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, registra 50 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. São 37 pacientes curados e outros nove seguem em recuperação – três estão internados e seis em isolamento domiciliar. Além disso, foram registradas quatro mortes pela Covid-19.

O total de notificações chegou a 846 casos suspeitos de infecção pelo Coronavírus, sendo que 662 casos foram descartados. 134 casos notificados com suspeita ainda estão sob investigação: 58 aguardam resultado laboratorial e 76 aguardam coleta de amostra para exame.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, sete pacientes encontram-se internados, 126 estão em isolamento domiciliar e um foi a óbito no último domingo (10). Aguarda-se resultado laboratorial da amostra que foi enviada para análise no Laboratório Central de Saúde Pública, em Salvador.

Os pacientes que testaram positivo para Coronavírus são residentes de 19 bairros do município: Pedrinhas, Morada dos Pássaros, Cidade Maravilhosa, Vila América, Centro, Campinhos, Brasil, São Vicente, Patagônia, Recreio, Alto Maron, Urbis VI, Boa Vista, Candeias, Primavera, Lagoa das Flores, Sumaré, Guarani e Santa Cruz.

Tempo de leitura: 2 minutos

Em audiência para celebrar o Dia Internacional da Enfermagem, presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Manoel Neri, afirmou que o novo coronavírus já é responsável pelo óbito de cerca de 100 profissionais de enfermagem que trabalham na linha de frente do combate ao vírus em todo o país.

Para o presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Manoel Neri, a categoria não tem “nada a comemorar” no Dia Internacional da Enfermagem, celebrado hoje (12), em uma audiência da Comissão Externa da Câmara dos Deputados que acompanha ações de combate ao novo coronavírus (covid-19) para prestar homenagens aos profissionais.

Neri lembrou que a pandemia do novo coronavírus já é responsável pelo óbito de cerca de 100 profissionais de enfermagem que trabalham na linha de frente do combate ao vírus em todo o país. “Não temos tanto a comemorar como profissionais de enfermagem, não só pela grande tristeza pelos 100 profissionais que perderam suas vidas na linha de frente do combate à covid-19, não apenas pelo grande desgaste emocional e físico, mas também pelo medo de nos contaminarmos, de levarmos a contaminação às nossas famílias”, afirmou.

2,3 MILHÕES DE PROFISSIONAIS NO PAÍS

Em todo o país há mais de 2,3 milhões de profissionais de enfermagem, que, além de enfermeiros, também reúne técnicos e auxiliares em enfermagem. De acordo com Neri, até o momento, o Cofen registrou 98 óbitos de profissionais de enfermagem e mais de 13 mil enfermeiros contaminados pelo novo coronavírus.

Segundo o conselho, a letalidade é de 2,17%. “Cada profissional desse é um ser humano que tem uma família, que tem seus entes queridos, da mesma forma que os mais de 11 mil brasileiros que ja perderam a vida pela covid-19”, lamentou.

O presidente do Cofen disse que os profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente de combate ao novo coronavírus vêm sofrendo um “grande desgaste emocional”  e denunciou que, “muitas vezes, faltam equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas tanto em quantidade, quanto em qualidade”.

“Esta situação se agrava nesse período de pandemia, em razão do risco de contaminação”, alertou.

BAIXOS SALÁRIOS

Neri disse ainda que, em razão dos baixos salários, os profissionais acabam tendo que trabalhar em mais de um local. “São profissionais que precisam de trabalhar em mais de um vínculo empregatício, alguns trabalhando em dois, três lugares, em função dos baixíssimos salários que são praticados nos serviços de saúde brasileiros, e muitas vezes se ausentam de cuidar da própria família”, disse.

O presidente do Cofen defendeu o fortalecimento e o combate ao subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS) como principal referência de atendimento à população contra a pandemia. “Nesse momento de pandemia tem sido mais que visível a importância do SUS para atender a população brasileira”, disse.

Neri disse que o Parlamento precisa debater a situação dos profissionais de enfermagem e pediu a aprovação de projetos que garantam melhores condições de trabalho e remuneração para a categoria. Entre os projetos citados estão o que regulamenta a jornada de 30 horas semanais para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e o que garante o pagamento da insalubridade em grau máximo (40% sobre salários) aos profissionais envolvidos no combate à pandemia.

Itabuna tem quase 500 novos casos da doença || Foto Oyama Brugni/Flickr
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Itabuna baixou o decreto que impõe o toque de recolher em todo o município, a partir das 20h desta terça (12) até o próximo dia 21, mas liberou o serviço de entregas (delivery) de alimentação e medicamentos. O Decreto 13.659/2020 determina que o toque de recolher começa às 20h de cada noite e vai até as 5h do dia seguinte, por 10 dias consecutivos.

A medida restritiva visa inibir aglomerações e conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19) em Itabuna. Até ontem, Itabuna registrava 372 casos da doença. A partir das 20h e até as 5h da manhã só poderão funcionar farmácias 24h, unidades de saúde e postos de combustível ao longo da BR-415 e 101 em território itabunense. Pessoas que necessitem de locomoção por motivos de saúde e urgência precisarão apresentar comprovantes como cupom fiscal e de endereço.

Desde o início da manhã, também foram bloqueados trechos da Beira-Rio entre o Marabá Center e a Avenida Amélia Amado (Alameda da Juventude e Avenida Firmino Alves), além de vias nos bairros Santo Antônio, Conceição, Califórnia, Fátima e trecho da Avenida Princesa Isabel, no São Caetano, à noite. Quem for flagrado na rua e não conseguir comprovar a razão será conduzido para a delegacia de polícia.

O toque de recolher foi decidido após videoconferência do prefeito Fernando Gomes com o governador Rui Costa e reuniões do governo municipal com a Polícia Militar. Haverá, ao menos, 16 equipes da Rondesp, Cipe Cacaueira e pelotões da PM no apoio às equipes de fiscalização da Secretaria Municipal de Segurança, Transporte e Trânsito (Sesttran) durante o toque de recolher.

Morre em Ipiaú um dos idosos infectados pelo novo coronavírus|| Foto Giro Ipiaú
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um dos idosos internos da Casa de Amparo à Velhice Dona Deraldina, em Ipiaú, morreu, na segunda-feira (11), vítima do novo coronavírus. A informação do óbito foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Município.

De acordo com o município, o idoso, de 76 anos, estava internado no Hospital Geral de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. Mais detalhes sobre o paciente devem ser divulgados no boletim da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab).

Ipiaú é um dos focos de transmissão comunitária do novo coronavírus, com 151 casos confirmados até a noite de segunda-feira (11). Do total, 67 são idosos e 11 funcionários do abrigo. Até o momento, 56 idosos testaram positivo para a doença.

O município do sul da Bahia tem em quarentena 765 pessoas que apresentaram os sintomas da Covid-19 ou tiveram contato com quem testou positivo para a doença. Três pessoas morreram e 19 estão curadas em Ipiaú, que tem toque de recolher a partir desta terça-feira.
http://157.230.186.12/2020/05/11/toque-de-recolher-em-itabuna-comeca-nesta-terca-as-20h/

Tempo de leitura: 4 minutos

Aqui na Bahia – para não deixar de fazer jus aos absurdos – um toque de recolher quando todos estão recolhidos: das 8 da noite às 5 da madruga, a partir dessa terça-feira (12) em Ipiaú e Itabuna.

Walmir Rosário || wallaw2008@outlook.com

Papagaio come milho e periquito leva a fama! Esse ditado cai como uma luva para essa pandemia do Coronavírus na sua versão Covid-19, que ficou famoso por vir atrelado ao regime ditatorial da China comunista. Se fez estragos na saúde, pior ainda na democracia meio desequilibrada que vive o Brasil, em que os perdedores das urnas não se conformam e querem voltar ao poder aplicando um golpe de estado.

O Covid-19 foi a sopa no mel! Não me digam que não chegou aqui e alhures de forma bem planejada com a missão de embarreirar o crescimento da direita em vários países, a exemplo dos Estados Unidos e Brasil. São países estratégicos por responsáveis pela produção de alimentos de mundão de meu Deus e que prometiam aplicar uma virada na política internacional.

A esquerda não “dorme de touca” e como a Hidra de Lerna costuma se regenerar e a cada cabeça cortada duas nascem em seu lugar. Se a Hidra de Lerna matava os homens apenas com seu hálito, fora da mitologia grega mata as pessoas nas formas físicas e mentalmente. Primeiro com o lindo canto de sereia, tal e qual um moderno Antônio Conselheiro a prometer rios de leite e ribanceiras de cuscuz.

Enganado, só resta à boiada se dirigir mansa e bovinamente ao matadouro, sem um Héracles (Hércules, na mitologia romana) que consiga lhe cortar todas as cabeças com as flechas envenenadas com o próprio sangue [da hidra]. Estrategicamente, a figura do hércules brasileiro foi a primeira a ser dominada por pelas diversas cabeças da hidra tupiniquim, mesmo antes de cercar o pântano estatal.

E o Covid-19 começou a fazer seus estragos sem que muitos notassem, entretidos que estava com a folia carnavalesca, contando com a ajuda de nossos governadores e prefeito para abrir alas para o maior carnaval do mundo. Enquanto os brasileiros sapateavam e apareciam nas imagens das emissoras de TV em todo o mundo, o vírus eram recebidos com todas as honras.

Mas como sempre acontece, a ressaca carnavalesca não perdoa e cobra a conta de toda uma semana de festa com juros e correção monetária. Prefeitos e governadores contabilizam números de turistas, falam dos dólares gastos pelos visitantes, prometem mais e melhor para o próximo ano. Enquanto os sambódromos esvaziavam as unidades de saúde e os hospitais enchiam.

E nossos prefeitos e governadores tão cheios das artes festeiras nada conheciam da ciência da saúde pelo pouco caso que sempre fizeram do SUS [Serviço Único de Saúde], alheios aos planos de marketing dos governos. Sábios que só eles, resolveram aprisionar a população e promover a saidinha do dinheiro do cofre federal. Tudo em nome do povo que sequer foi lembrado.

 

Com tanto poder nas mãos após o presidente dominado, não se contentaram e resolveram fazer uma prévia do regime comunista, socialista ou que o valha, prendendo todos com um trepidante toque de recolher.

 

Como a farra não deu certo, para não pagar o mico, passaram à fase do prendo e arrebento, oferecendo duas opções ou morre de fome ou do Covid-19: decida-se já! Com tanto poder nas mãos após o presidente dominado, não se contentaram e resolveram fazer uma prévia do regime comunista, socialista ou que o valha, prendendo todos com um trepidante toque de recolher.

Aqui na Bahia – para não deixar de fazer jus aos absurdos – um toque de recolher quando todos estão recolhidos: das 8 da noite às 5 da madruga, a partir dessa terça-feira (12) em Ipiaú e Itabuna. Pelo que ouvi dizer – mas não provo – por ser de origem chinesa e transmitida pelos morcegos comidos pelo povo, nosso digníssimo governador considerou ser esse o horário acertado, haja vista os hábitos noturnos dos nossos Chiropteras.

Pelo que o observei atentamente, esse toque de recolher é inteiramente inócuo, tendo em vista que nessas três cidades os bares, restaurantes e lupanares estão completamente fechados e as empresas de delivery de bebidas já abasteceram os clientes durante o dia. Também não cabe o argumento do funcionamento das farmácias, já que o atendimento está sendo feito diretamente nas unidades de saúde e hospitais.

Pelo sim pelo não, esse tal de lockdown que muita gente não sabe o que é se trata de apenas um confinamento dos serviços públicos prestados pelo Estado e prefeituras para completar o caixa. Já nossos cientistas – governador e prefeitos – ficarão eternamente conhecidos pelo festival de basteiras que cometeram. Basta a simples comparação com a Coreia do Sul, Suécia e outros países que não praticaram o confinamento.

Essa história de tá dominado ficaria melhor nos locais onde geralmente acontecem e nos bailes funks pelos guetos Brasil afora. Campos de concentração é coisa de nazistas, fascistas e comunistas, portanto, não combinam com pessoas honestas e trabalhadoras. Quem sabe seria uma resposta aos produtos chineses comprados e pagos, embora não entregues.

Walmir Rosário é radialista, jornalista e advogado, além de editor do Cia da Notícia.

(Nota do Autor) – Em carta enviada ao secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Andrew Tang, afirmou estar à disposição para prestar esclarecimentos e negou conhecer detalhes da compra de respiradores pelo governo da Bahia. A manifestação ocorre após Tang dizer, em entrevista ao A TARDE, que o Estado teria perdido dinheiro após pagar pelos equipamentos a uma empresa fantasma.

Vilas-Boas, por sua vez, reafirmou que o dinheiro “está fazendo o caminho de volta” e argumentou que a empresa citada é homônima. “A Bahia tem todos os contratos de compra. A transação foi toda feita dentro da legalidade. O contrato foi rescindido por impossibilidade de cumprimento dos prazos que se encerraram no dia 20 de abril”, afirmou.

http://atarde.uol.com.br/politica/noticias/2127313-presidente-da-camara-brasilchina-recua-apos-dizer-que-governo-comprou-respiradores-com-empresa-fantasma

Polícia Federal cumpre mandados de prisão em Paulo Afonso
Tempo de leitura: < 1 minuto

Equipes da Polícia Federal e promotores de Justiça cumpriram, na manhã desta terça-feira (12), quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos no município baiano de Paulo Afonso.

As ordens judiciais relativas aos mandados foram emitidas pela 181ª Zona Eleitoral a requerimento do Ministério Público Eleitoral. O objetivo dos promotores de Justiça com as buscas é reunir provas em investigação sigilosa, que foi instaurada após a divulgação de notícias falsas.

Investiga também o impulsionamento de propaganda eleitoral negativa via redes sociais e de aplicativo de mensagens durante o período eleitoral de 2018. Nas residências de quatro investigados, os policias federais localizaram e apreenderam documentos, agenda, dispositivos de armazenamento e computadores.

Tempo de leitura: 2 minutos

O Ministério da Economia prorrogou as prestações dos parcelamentos administrados pela Secretaria da Receita Federal do Brasil e pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional com vencimento em maio, junho e julho de 2020. A medida está na Portaria do Ministério da Economia nº 201, de 11 de maio de 2020, publicada no Diário Oficial da União de hoje (12).

A portaria prevê que as prestações dos parcelamentos ordinários e especiais serão prorrogadas da seguinte forma, sempre no último dia útil do respectivo mês: as com vencimento em maio de 2020 terão seu vencimento prorrogado para agosto de 2020; as com vencimento em junho de 2020 terão seu vencimento prorrogado para outubro de 2020; e as com vencimento em julho de 2020 terão seu vencimento prorrogado para dezembro de 2020.

O ministério esclarece que essa prorrogação, neste momento, não se aplica aos parcelamentos no âmbito do Simples Nacional pois esta decisão é de competência do Comitê Gestor do Simples Nacional. Está prevista reunião deste comitê na próxima sexta-feira (15) para deliberar sobre a prorrogação desses parcelamentos.

Segundo o ministério, a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional adotarão os procedimentos de suspensão do pagamento das parcelas para aqueles contribuintes que efetuam o pagamento por meio de débito automático em conta-corrente bancária.

Também serão suspensas, no período de maio a julho de 2020, retenções no Fundo de Participação dos Estados e Municípios referentes às prestações de parcelamentos desses entes federados. No quadro abaixo há o detalhamento dos valores prorrogados.

Imagem apenas ilustrativa
Tempo de leitura: 1 minuto

Médico de 50 anos que estruturou atendimento de alta complexidade para vítimas do novo coronavírus em um hospital no sul da Bahia descreveu ao repórter João Pedro Pitombo, em matéria na Folha, os dias em que ficou entubado e internado em UTI ao ser acometido pela doença. Cumprindo um pedido do profissional de saúde, o médico é identificado na matéria como José, que ficou internado 20 dias, 15 deles na UTI, 10  dos quais entubado.

O sentimento ao ser internado e entubado para tratar da covid-19 ao sentir falta de ar, mesmo após a fisioterapia:

– Nessa hora, passa um filma na sua cabeça. É uma vivência triste, traumática, mas, ao mesmo tempo, bela, porque traz um aprendizado. Você sai outra pessoa, é impossível você sair igual.

Fica o aprendizado:

– Passa um filme na cabeça. Você pensa muito. Pensa nas oportunidades que você teve e se questiona se você as mereceu. Porque a vida é linda, meu irmão. A vida é muito linda e tudo que você quer É voltar para ela – diz o médico, que também aqui terá o nome omitido porque seus pais têm problemas de saúde e não souberam do que ocorreu com o filho.

Ao sair, o calor do sol:

– O mais bonito foi sentir a luz do sol. Isso eu nunca vou esquecer. Quando eu cheguei na rua e senti o ar puro e o calor do sol, passei a agradecer por eles todos os dias.

A covid-19 é agressiva e já contaminou mais de 600 profissionais de saúde na Bahia, tirando a vida de, pelo menos, quatro deles, dois deles médicos: Gilmar Calazans, de 50 anos, em Ilhéus, e Ramon Barbosa, em Jequié. Confira a íntegra do emocionante relato ao repórter João Pedro Pitombo clicando aqui. A imagem acima é ilustrativa.

Tempo de leitura: 2 minutos

O transporte intermunicipal será suspenso em 19 cidades baianas a partir de quarta-feira (13). A decisão inclui Amargosa, Anguera, Barrocas, Cachoeira, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Dom Basílio, Irará, Irecê, Itapicuru, Itapitanga, Luís Eduardo Magalhães, Manoel Vitorino, Potiraguá, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Santo Estevão, São Félix e Umburanas.

Ficam suspensas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. A medida, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (12), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.

O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Amélia Rodrigues, Barro Preto, Catu, Ibotirama, Itamari, Mucugê, Santaluz e São José da Vitória, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de covid-19.

CIDADES COM TRANSPORTE SUSPENSO

No total, a Bahia possui 128 municípios com restrição no transporte. São eles: Abaíra, Aiquara, Alagoinhas, Amargosa, Anguera, Aracatu, Arataca, Barra do Choça, Barreiras, Barrocas, Boa Vista do Tupim, Buerarema, Cachoeira, Caetanos, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Castro Alves, Coaraci, Conceição do Coité, Coração de Maria, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Eunápolis, Feira de Santana, Gandu, Governador Mangabeira, Guaratinga, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ibirataia, Ilhéus, Ipiaú, Irará, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itaparica, Itapé, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itatim, Ituberá, Jacobina, Jaguarari, Jequié, Jitaúna, Juazeiro, Jussari, Jussiape, Laje, Lajedo do Tabocal, Lauro de Freitas, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Madre de Deus e Manoel Vitorino.

Também estão com transporte suspenso: Maracás, Maragogipe, Maraú, Mata de São João, Morpará, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Soure, Nova Viçosa, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pilão Arcado, Pojuca, Porto Seguro, Potiraguá, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Ribeira do Pombal, Rio Real, Salvador, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santa Teresinha, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Felipe, São Félix, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São Sebastião do Passé, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Serra do Ramalho, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Tucano, Ubaitaba, Ubatã, Umburanas, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Várzea Nova, Vera Cruz e Vitória da Conquista.