Inscrições para concurso do TRT serão abertas na quinta-feira (15).
Tempo de leitura: < 1 minuto

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT-BA), desembargadora Dalila Nascimento Andrade, convocou na quarta-feira, dia 16, os juízes Agenor Calazans, Cristina Maria Oliveira de Azevedo, Marcelo Rodrigues Prata e Paulo César Temporal, todos de Salvador, além do juiz Gilmar Carneiro de Oliveira, de Feira de Santana..

Eles vão substituir magistrados do 2º Grau afastados na sexta-feira passada pela Operação Injusta Causa, que combate um esquema de venda de decisões judiciais e tráfico de influência no TRT da Bahia.
Na ocasião, a Justiça Federal determinou o afastamento da ex-presidente da Corte, Maria Adna Aguiar, e os magistrados Esequias Oliveira, Norberto Frerichs, Graça Boness e Pires Ribeiro.

O afastamento foi determinado pelo juiz federal Evandro Reimão dos Reis, da 10ª Vara Cível da Seção Judiciária da Bahia, ao atender um pedido do Ministério Público Federal. A medida é válida por 180 dias.

A Operação Injusta Causa foi deflagrada pela Polícia Federal, em setembro de 2019, quando agentes cumpriram mandados de busca e apreensão em gabinetes dos desembargadores do TRT5 com o objetivo de desarticular um esquema de venda de decisões judiciais e tráfico de influência na Bahia.

O grupo também foi julgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que determinou o afastamento deles no mesmo mês. Entretanto, os cinco desembargadores voltaram às atividades em maio de 2020, após determinação do órgão. A medida foi reavaliada na sexta-feira.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.