Assista aos dois primeiros filmes do projeto Ecos da caveira de burro, do itabunense Sebah Villas-Bôas
Tempo de leitura: < 1 minuto

O artista visual Sebáh, pseudônimo do itabunense Alfredo Góes Villas-Bôas, assina a criação e direção do projeto Ecos da Caveira de Burro, série de quatro curtas-metragens feitos com poemas que evocam símbolos da formação da cultura cacaueira nas terras grapiúnas.

Com linguagem alegórica e o simbolismo do poder hegemônico, a série expõe marcas coloniais que persistem na realidade brasileira, explica Sebáh.

O projeto Ecos da Caveira de Burro tem apoio financeiro da FICC (Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania), por meio do Programa Aldir Blanc Bahia, via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Os dois primeiros filmes já estão disponíveis na internet. Assista abaixo.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.