Câmara dos Deputados rejeitou PEC do Voto Impresso há pouco || Foto Cleia Viana/AC
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, nesta terça feira (10), a PEC do Voto Impresso (Proposta de Emenda à Constituição 135/19). Foram 229 votos favoráveis e 218 contrários. Como não foram obtidos os 308 votos favoráveis necessários, o texto será arquivado.

Após a votação, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), agradeceu aos deputados pelo comportamento democrático. “A democracia do Plenário desta Casa deu uma resposta a este assunto e, na Câmara, espero que este assunto esteja definitivamente enterrado”, afirmou.

A proposta determina a impressão de “cédulas físicas conferíveis pelo eleitor” independentemente do meio empregado para o registro dos votos em eleições, plebiscitos e referendos.

Na semana passada, a comissão especial derrotou o texto do relator, deputado Filipe Barros (PSL-PR), e também rejeitou o texto original, de autoria da deputada Bia Kicis (PSL-DF).

A decisão de levar a PEC ao Plenário foi tomada pelo presidente da Câmara com o objetivo de encerrar a disputa política em torno do tema.

Produção de soja deve ser recorde na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia deve alcançar 10,5 milhões de toneladas na safra de grãos em 2021. O resultado representa um crescimento de 4,8% em relação a safra 2020, que foi o melhor resultado da série histórica da pesquisa. A estimativa é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A produção de algodão (caroço e pluma), em 2021, ficou projetada em torno de 1,27 milhão de tonelada, que corresponde a uma retração de 14,0% na comparação anual. Em relação ao levantamento anterior, houve um ligeiro aumento (2,5%) na previsão de produção da fibra. A estimativa de área plantada (268 mil ha.) representou recuo de 14,9% em relação a 2020.

SOJA E CACAU

A soja teve estimativa mantida em 6,8 milhões de toneladas – a maior da série histórica do levantamento –, o que corresponde a uma alta de 12,6% em relação a 2020. A área plantada com a oleaginosa somou 1,7 milhão ha, que supera em 4,9% a de 2020, e o rendimento médio esperado da lavoura ficou em 4,0 toneladas/ha.

Leia Mais

Hospital Prado Valadares ganhará novos leitos
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Rui Costa autorizou, nesta terça-feira (10), as obras de ampliação do Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, no sudoeste baiano. O investimento é da ordem de R$ 46 milhões. Além desse investimento, a previsão é de que sejam destinados mais R$ 15 milhões para a aquisição de equipamentos, totalizando mais de R$ 61 milhões do Governo da Bahia.

O projeto prevê a construção de uma estrutura em forma de castelo, na qual funcionará a nova unidade pediátrica. O novo hospital contará com sete pavimentos onde serão instalados 10 leitos pediátricos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A previsão é de que este módulo do hospital seja entregue no prazo de seis meses.

MAIS LEITOS

Também faz parte do projeto a construção de outras quatro edificações, que contemplam o abrigo de resíduos, a central de GLP, a subestação de energia e a capela ecumênica. Será realizada, ainda, a readequação de serviços, ampliando a complexidade dos procedimentos médicos realizados na unidade.

Ao final da obra, o complexo hospitalar contará com 277 leitos, sendo 48 UTIs para atendimento adulto e pediátrico. Atualmente, a unidade é referência para 27 municípios, abrangendo mais de 600 mil habitantes.

Avenida tem faixa de pedestre, mas não possui rampas|| Foto PIMENTA
Tempo de leitura: 2 minutos

Executada pela Companhia Estadual de Desenvolvimento Urbano (Conder), do Governo da Bahia, a obra de requalificação da Manoel Chaves, que é uma das principais avenidas de Itabuna, está mudando o visual em um trecho do bairro São Caetano, mas vem recebendo críticas de quem tem limitações para locomoção.

Os engenheiros da obra se esqueceram de incluir rampas de acesso, em pelo menos, quatro trechos da via, inviabilizando a travessia de cadeirantes.  Orçado em R$ 3,6 milhões, o projeto de requalificação da avenida foi elaborado pela Prefeitura de Itabuna no ano passado e aprovado pelo Estado, que está fazendo os investimentos. Muita gente tem questionado também a qualidade do asfalto.

Trecho nas imediações do Estádio Itabunão|| Foto PIMENTA

O presidente da Associação Grapiúna do Paraplégico (AGP), Bruno Santana, disse ao PIMENTA que cobrou ao prefeito Augusto Castro, que prometeu resolver o problema durante a execução da segunda etapa da obra de requalificação. “Estive com Augusto Castro para reclamar dessa falha grave. Ele disse que, quando tomou posse, o projeto já estava pronto. Foi elaborado pelo governo anterior e que não tinha mais como modificá-lo. O prefeito se comprometeu corrigir as falhas”, conta.

Bruno informou ainda que a associação foi convidada a acompanhar o andamento da segunda etapa da obra de requalificação da Manoel Chaves. “Vamos fazer esse acompanhamento de perto para tentar evitar que essas falhas se repitam. O cadeirante depende de vias com acessibilidade para que possa se locomover”, frisou. Fundada em dezembro de 2000, a AGP possui 280 associados.

De acordo com o governo do estado, a obra de requalificação incluem a instalação de piso intertravado, compartilhado em parte concreto asfáltico, ciclovia, passeio, iluminação, substituição de meio-fio e colocação de iluminação de LED. Conforme projeto, as melhorias da via pública vai da Avenida Roberto Santos, no bairro Pedro Jerônimo, até o trevo da BR-101.

O presidente Jair Bolsonaro durante o desfile de tanques militares desta terça-feira (10) || Foto Cristiano Mariz/Agência O Globo
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) voltou a solicitar que a Procuradoria Geral da República (PGR) se posicione a favor da interdição psiquiátrica do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O novo pedido foi protocolado nesta terça-feira (10), quatro meses após o primeiro, feito em março.

O texto afirma que, na condução da pandemia de Covid-19, Jair Bolsonaro atentou contra a vida do povo brasileiro. Também cita o episódio recente em que Bolsonaro xingou a mãe do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Ressoa inconteste que o Senhor Jair Messias Bolsonaro não está – ou nunca esteve – na plenitude das suas faculdades mentais, no que se mostra incapaz de medir as consequências de suas ações, notadamente quando age de forma renitente em colocar a vida da população brasileira em risco”, diz o documento (acesse na íntegra aqui)..

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e o presidenciável Ciro Gomes assinam a representação. A participação do presidente da República no desfile militar de hoje também é mencionada como indício da suposta insanidade mental de Bolsonaro.

Empresas doam 300 cestas básicas a famílias carentes de Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Associação de Revendedores de Insumos Agrícolas do Sul da Bahia (Arisba) celebrou, na manhã desta terça-feira (10), o Dia Nacional do Campo Limpo. A Arisba, criada em 2003, reúne cerca de 20 empresas que comercializam insumos agropecuários. A entidade atua na captação de embalagens de agrotóxicos, como plásticos e papelão, que são encaminhados para empresas especializadas em reciclagem.

Anualmente, a Arisba premia trabalhos de educação ambiental de estudantes, nas categorias redação e desenho. com estudantes nas categorias Redação e Desenho. Neste ano 2021, em função da pandemia, o evento foi substituído pela doação de 300 cestas básicas para famílias carentes de Itabuna, por meio do Movimento Empresarial Sul da Bahia em Ação (MESB). As doações foram feitas pela CVR Costa do Cacau, Mars Cacau, Olam e Nestlé.

Filipe Barros admite derrota de PEC no plenário da Câmara || Foto Cleia Viana/Agência Câmara
Tempo de leitura: < 1 minuto

Relator inicial da PEC do voto impresso na Câmara, o deputado bolsonarista Filipe Barros (PSL-PR) admite que a proposta será rejeitada pelo plenário da Casa, na tarde desta terça-feira (10).

“Não acredito numa vitória do voto impresso, infelizmente. O debate saiu do aspecto técnico e, graças à campanha de desinformação promovida pelo próprio TSE, a aprovação da matéria fica prejudicada”, afirmou à coluna do jornalista Igor Gadelha, do site Metrópoles.

Palestra com médico Boa Sorte aborda segurança transfusional e doação de sangue
Tempo de leitura: < 1 minuto

O médico clínico e sanitarista Alfredo Boa Sorte ministrou palestras sobre segurança transfusional a enfermeiros e técnicos em enfermagem do Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. O médico falou dos procedimentos para garantir boas práticas no processo hemoterápico.

Após a palestra, houve treinamento presencial direcionado aos médicos residentes do HRCC. O palestrante colocou no centro da orientação a “Indicação de Hemocomponentes”, visando garantir o uso racional e criterioso do sangue, a segurança e o tratamento adequado dos pacientes, incluindo os parâmetros científicos e a legislação vigente.

A população, ressalta Boa Sorte, precisa ser constantemente sensibilizada para a doação de sangue. “Reafirmamos que, devido à pandemia da Covid-19 e à consequente redução do número de doadores de sangue, faz-se necessário, conscientização e participação nas campanhas de doação, bem como fortalecer a nossa parceria com os bancos de sangue das nossas referências”, destacou.

Locais de doação sangue Itabuna-Ilhéus

ILHÉUS
Banco de Sangue de Ilhéus (Hospital São José), Rua Dom Manuel Paiva, Ladeira do Café, 226, bairro Teresópolis. Telefone: (73) 3234-5774.

ITABUNA
Banco de Sangue de Itabuna (Hospital Calixto Midlej Filho), Rua Antônio Muniz, 200, Pontalzinho. Telefones: (73) 3214-9126 / 9127 / 9154.

Live de lançamento de "Ba-Vi tem muita história" será às 20 horas desta terça-feira (10), na canal da editora Mondrongo
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os organizadores do livro Ba-Vi tem muita história, Gustavo Felicíssimo e Rodrigo Melo, reuniram um time de primeira linha para retratar, em contos e crônicas, a história do clássico Bahia x Vitória, iniciada em 1932. A live de lançamento da coletânea será às 20 horas desta terça-feira (10), no canal da editora Mondrogo no Youtube.

Além dos próprios organizadores, outros 16 escritores assinam as narrativas; são eles: Aleilton Fonseca, André Uzêda, Ângela Vilma, Aquilino Paiva, Elieser Cesar, Fernando Caldas, Gil Vicente Tavares, Herculano Neto, João Filho, Luís Pimentel, Marcus Vinícius Rodrigues, Paulo Bono, Ricardo Cury, Ruy Vídero Caldas, Santiago Fontoura e Saulo Dourado.

Poeta, jornalista e torcedor do Vitória, Florisvaldo Matos destaca a harmonia da seleção das histórias que integram o livro. “Essa quase nonagenária rivalidade, que já se acerca dos 500 confrontos, entre triunfos de um e de outro, com vantagem para o tricolor, e empates, está fielmente retratada pelos dezoito harmoniosos escritos, prenhes de técnicas redacionais diversas, que ora nos faculta a vitoriosa [editora] Mondrongo”.

Procurador pede que Justiça determine correção de edital; Cebraspe também é réu da ação
Tempo de leitura: 2 minutos

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação, com pedido de tutela de urgência, para que a Justiça Federal determine à União e ao Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) que apliquem a reserva de 20% das vagas garantidas a candidatos negros em todas as fases do Concurso Público da Polícia Federal 2021 (Edital 1 – DGP/PF, de 15 de janeiro de 2021), e não apenas no momento da apuração do resultado final. O concurso é destinado ao provimento de vagas nos cargos de delegado, agente, escrivão e papiloscopista da Policial Federal (PF).

De acordo com o MPF, a União e o Cebraspe descumpriram a Lei de Cotas (Lei 12.990/2014), pois incluíram, no número limite de correções de provas discursivas para cotistas, os candidatos negros que obtiveram nota suficiente para estarem no número de correções de provas discursivas para vagas de ampla concorrência. Dessa forma, a aplicação do percentual de 20% estaria restrita aos candidatos aprovados, ou seja, que foram submetidos a todas as etapas do concurso, o que contraria o entendimento dos tribunais.

À Justiça, o MPF pede que a União e o Cebraspe sejam obrigados a retificar o Edital 10 – DGP/PF, de 10 de junho de 2021, a fim de que os candidatos autodeclarados negros aprovados nas provas objetivas, que tiverem direito à correção de suas provas discursivas com base nas suas classificações na ampla concorrência, não sejam contabilizados no quantitativo de correções das provas discursivas reservado pela legislação.

Protocolada no último dia 19, a petição solicita que a União e o Cebraspe sejam condenados a adotar medidas visando dar cumprimento efetivo à Lei de Cotas sempre que realizem e organizem concursos públicos, e que paguem multa diária não inferior a R$ 10 mil pela obrigação descumprida, a ser revertida ao Fundo de Direitos Difusos.

No ano, o IPCA acumula alta de 4,76% e, em 12 meses, 8,99%
Tempo de leitura: < 1 minuto

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede o reajuste nos preços para as famílias com renda entre um e 40 salários mínimos, subiu 0,96% em julho, o maior resultado para o mês desde 2002, quando a alta foi de 1,19%. Os dados foram divulgados hoje (10), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No ano, o indicador acumula alta de 4,76% e, em 12 meses, 8,99%, ficando acima do registrado nos 12 meses imediatamente anteriores (8,35%). É a maior taxa desde maio de 2016, quando o IPCA ficou em 9,32% em 12 meses. Em julho do ano passado, a taxa mensal foi de 0,36% e, em junho de 2021, de 0,53%.

Segundo o IBGE, oito dos nove grupos pesquisados apresentaram alta no mês, com o maior impacto vindo do aumento de 3,10% na habitação, grupo pressionado pela alta de 7,88% na energia elétrica.

Por região, o reajuste tarifário da energia elétrica foi de 11,38% em São Paulo, 8,97% em Curitiba e 9,08% em uma das concessionárias de Porto Alegre. Em 12 meses, a energia elétrica acumula reajuste de 20,09%.

Segundo o analista da pesquisa, André Almeida, esse custo muitas vezes é repassado pelo comércio ao consumidor final, com o peso grande da energia elétrica.

Confira a programação cultural de Ilhéus no dia em que Jorge Amado completaria 109 anos || Foto PIMENTA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Se estivesse vivo, o escritor Jorge Amado completaria 109 anos de idade nesta terça-feira (10). Para celebrar a data, a Prefeitura de Ilhéus organizou uma programação especial, com intervenções artísticas.

A pintora Jane Hilda Badaró reeditou a exposição “Bahia de Jorge e outros amados mundos”, aberta ao público desde às 9 horas da manhã de hoje, no Teatro Municipal. Depois, às 10 horas, os Djs Bruno Vita e Fábio Tihara, do coletivo Afropanguas, se apresentaram em frente à Casa de Cultura Jorge Amado.

Logo mais, a partir das 16h30min, os músicos Itassucy, Edity, Herval Lemos, Délio Santiago, Edu Neto e Laís Marques vão dar um show no palco da comemoração, montado em frente ao Teatro Municipal.

Grupo de capoeira se apresenta em frente à Casa de Jorge Amado || Foto Eufrasio Pereira Junior

Grupos de capoeira, a contadora de histórias Mirian Oliveira e os grupos Batuka Gegê e Maktub também vão marcar presença na celebração da memória do escritor.

RUY PÓVOAS E GERALDO LAVIGNE FALAM SOBRE A OBRA DE JORGE AMADO

À noite, a partir das 18 horas, a Academia de Letras de Ilhéus vai promover a live “A obra de Jorge Amado”, com mediação do escritor e professor Ruy Póvoas e do poeta Geraldo Lavigne. A transmissão será pelo Instagram (@academiadeletrasdeilheus).

Medida beneficia empresas de pequeno porte
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo da Bahia reduziu em 50% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para provedores de internet de pequeno porte, com sede no estado. “É um passo importante para que a Bahia tenha acesso pleno às tecnologias relacionadas à internet em todo o seu território”, avaliou a secretária secretária estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação Adélia Pinheiro.

A medida atende a um pleito do setor, explica o secretário da Fazenda Manoel Vitório. Ele ressalta que, ao estimular empresas que atuam em todo o estado, a redução do ICMS  vai proporcionar novas oportunidades de negócios e, em consequência, de geração de emprego e renda para os baianos.

Os pequenos provedores levam o serviço de internet para os rincões do estado, principalmente na zona rural, bairros populares e regiões não atendidas pelas grandes operadoras.

O presidente da Associação de Provedores de Internet da Bahia (ProBahia), Othon Santana, destacou a importância do diálogo entre o setor e o governo estadual, inclusive para que os gestores públicos tenham mais informações sobre a realidade desse mercado. Ele acredita que é possível instituir alíquotas ainda menores, desde que se aumente o número de contribuintes conveniados.

Isaquias é recebido com festa em São Paulo
Tempo de leitura: < 1 minuto

O medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, o canoísta Isaquias Queiroz, de 27 anos, desembarcou na noite de segunda-feira (9), em São Paulo, e foi recebido com festa por um grupo de torcedores. Nascido em Ubaitaba, no sul da Bahia, o atleta conquistou o lugar mais alto no pódio ao vencer a prova dos C1 1.000m da canoagem em velocidade.

Medalhista de ouro será recebido com festa também no sul da Bahia

Isaquias Queiroz também foi homenageado pelo Flamengo, time do atleta. Nas redes sociais do clube, foram publicados vídeos de Gabriel Barbosa e Bruno Henrique parabenizando o baiano pela conquista inédita nas Olimpíadas, que foram encerradas no domingo (8), com o total 21 medalhas para o time Brasil. Foram sete ouros, seis pratas e oito bronzes.

Com o ouro conquistado em Tóquio, Isaquias Queiroz entrou na galeria dos maiores atletas olímpicos da história do Brasil. Foi a quarta medalha olímpica do baiano, feito que o coloca atrás apenas dos velejadores Torben Grael e Robert Scheidt, com cinco conquistas cada um, na lista dos maiores medalhistas do país na história olímpica. Isaquias agora integra o seleto grupo que já conta com Serginho, do vôlei, e Gustavo Borges, da natação, com quatro pódios.

Se vivo estivesse, Jorge Amado completaria hoje 109 anos || Foto Editora Todavia
Tempo de leitura: 3 minutos
Jorge Amado merece muito mais. Merece uma casa melhor em Ilhéus para guardar sua memória e ser um centro de referência permanente. Merece ações em Itabuna. Merece uma Ilhéus zelosa com a memória de seu escritor maior.

Efson Lima

Jorge Amado,  nosso autor sul-baiano mais destacado da literatura nacional, completa 109 anos neste 10 de agosto de 2021. Imortalizado na Academia de Letras de Ilhéus, Academia de Letras da Bahia e Academia Brasileira de Letras, ele permanece vivo na literatura mundial. Certamente, ele continuará povoando nossas cabeças, nosso imaginário e seduzindo milhares de pessoas para a literatura, assim como eu fui atraído pela obras Capitães da Areia Gabriela, Cravo e Canela, entre outros clássicos.

Em Ilhéus, Jorge Amado se somou a Abel Pereira,  Nelson Schaun, Wilde Oliveira Lima e Plínio de Almeida, os quatro últimos foram membros da Comissão de Iniciativa, para fundar a Academia de Letras de Ilhéus, em 1959.  Na Academia de Letras de Ilhéus, o escritor pertenceu à cadeira de n° 13, cujo patrono, Castro Alves, o influenciou na produção literária.  A cadeira de n°13  também acolheu a sua companheira, Zélia Gattai e, agora, tem como titular o escritor Pawlo Cidade.

Para a Academia Brasileira de Letras, Jorge Amado foi eleito, em 6 de abril de 1961, para a cadeira n° 23, que tem por patrono José de Alencar e  primeiro ocupante Machado de Assis. Jorge Amado foi um crítico das academias, mas na fase adulta fez revisão de seus posicionamentos, como assinalou em seu discurso de posse na ABL:  “Chego à vossa ilustre companhia com a tranquila satisfação de ter sido intransigente adversário dessa instituição, naquela fase da vida, um que devemos ser, necessária e obrigatoriamente, contra o assentado e o definitivo, quando a nossa ânsia de construir encontra sua melhor aplicação na tentativa de liquidar, sem dó nem piedade, o que as gerações anteriores conceberam e construíram.”

O tempo é senhor de nossas razões. E como é.

No início deste texto, eu disse “nosso autor”, força de expressão para ressaltar a origem. O escritor pertence mesmo é ao mundo. É símbolo de nossa terra, nascido em Ferradas, em Itabuna, não só se imortalizou, mas imortalizou-nos na literatura universal. As suas obras de cunho regionalista conseguiram ter sentido no Chile, na França, em Portugal, na Itália, na antiga URSS. Conseguiu orgulhar a nação grapiúna e colocar a literatura brasileira em um patamar privilegiado. Acabou não sendo agraciado com o Prêmio Nobel, mas seu nome sempre foi forte candidato. Por sua petulância, acabou sendo preterido.

Geralmente, as pratas de suas casas não são vistas. São normalizadas. Agora, entre as duas cidades, sem dúvida, Ilhéus é quem melhor poderia ganhar com a imagem desse célebre escritor.

A passagem do tempo não apaga as memórias amadianas. As suas obras continuam atuais. Foram crônicas daquele momento e proféticas para o presente. Certamente, continuarão evidenciando o futuro.  Jorge Amado será sempre lembrado pela atual geração e pelas gerações futuras. Talvez, Ilhéus e Itabuna ainda não tenham percebido a importância desse escritor. Geralmente, as pratas de suas casas não são vistas. São normalizadas. Agora, entre as duas cidades, sem dúvida, Ilhéus é quem melhor poderia ganhar com a imagem desse célebre escritor. Infelizmente, a cidade pouco aproveita a difusão turística feita pelas obras amadianas. Gente boa na cidade não falta para colaborar e implantar projetos. Mas são pratas da casa, não servem. Até quando vamos manter esse raciocínio?

O escritor Jorge Amado, que recebeu diversas críticas, marginalizado pela crítica do Sul, continua vivo em nossas memórias e provocando críticas de diversos movimentos. Também continuará sendo lembrado em sua data de nascimento e em eventos acadêmicos, mas só essas ações não bastam. Jorge Amado merece muito mais. Merece uma casa melhor em Ilhéus para guardar sua memória e ser um centro de referência permanente. Merece ações em Itabuna. Merece uma Ilhéus zelosa com a memória de seu escritor maior. Merece um tratamento melhor pelas instituições universitárias e pelas escolas. É possível uma cultura amadiana. AMADO sejamos cada um de nós!

Efson Lima é advogado, professor universitário e mestre e doutor em Direito pela Ufba.