Neto lidera corrida ao governo baiano || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

O pré-candidato ao governo da Bahia pelo DEM, ACM Neto, desembarca nesta quinta-feira (26), em Teixeira de Freitas, para dois dias de visitas a municípios do extremo-sul do Estado. Segundo ele, a sequência do projeto Pela Bahia incluiu visita e diálogo com lideranças de Teixeira de Freitas, Caravelas, Alcobaça, Prado e Itamaraju.

A definição da visita de Neto por municípios do extremo-sul ocorre pouco menos de uma semana após uma crise entre o governador Rui Costa e um deputado da base aliada, Robinho (PP). A esposa do parlamentar, Luciana Machado, é prefeita de Nova Viçosa, situada no extremo-sul baiano.

No final de semana passado, Robinho fez duras críticas ao governador, acusado de não pagar emendas impositivas nem receber deputados, e disse que se o PP continuar na base, ele irá para a oposição. João Leão, vice-governador e dirigente do Progressistas, tenta amenizar a crise.

RESISTÊNCIA OPOSICIONISTA NO EXTREMO-SUL

Pela agenda divulgada, Neto desembarca em Teixeira e segue para Caravelas. Na sequência, visitará Alcobaça, Prado e Itamaraju, onde está prevista visita a obra da gestão do prefeito Marcelo Angênica (PSDB), que é aliado do pré-candidato e opositor do governador Rui Costa.

Já na sexta, Neto retorna a Teixeira de Freitas, para “visita a fazenda de café e a obras municipais ao lado do prefeito Marcelo Belitardo (Democratas)”. Na região extremo-sul, o governo baiano enfrenta resistências. A maioria dos principais municípios da região está sob controle de prefeitos oposicionistas.

Municípios não incluídos na agenda, Eunápolis é comandado por Cordélia Torres (DEM), mesmo partido de Neto, e Porto Seguro por Jânio Natal (PL). Ex-deputado estadual e federal, Jânio não se declara oposição a Rui Costa, mas penderia para Neto em 2022.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.