Davi Salomão culpa Bolsonaro e Guedes por alta dos combustíveis
Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-vereador Davi Salomão (PRTB) apoia Jair Bolsonaro desde a época em que o hoje presidente da República pertencia ao “baixo clero” da Câmara dos Deputados. Advogado e ex-policial militar, Davi fez campanha para o então candidato do PSL, em 2018.

No ano passado, empunhando as bandeiras de Bolsonaro, foi candidato a prefeito de Vitória da Conquista e recebeu 5.352 votos. Agora, lançou-se pré-candidato ao Governo da Bahia pelo PRTB, legenda do vice-presidente Hamilton Mourão.

Nesta terça-feira (26), Salomão gravou vídeo para se manifestar contra os seguidos aumentos dos preços dos combustíveis no Brasil. O preço da gasolina acumula alta de 73% em 2021. Os reajustes também encareceram o diesel e o gás de cozinha, além de pressionar a inflação, que atingiu a marca de dois dígitos no acumulado de 12 meses.

Davi Salomão atribui a responsabilidade pela política de preços da Petrobras a Bolsonaro e ao ministro Paulo Guedes, o “Posto Ipiranga” da Economia descoberto com U$ 9,5 milhões num paraíso fiscal.

Segundo o ex-vereador, Bolsonaro está cercado por bajuladores que não conhecem a realidade da maioria da população brasileira. O presidente, na opinião dele, também não sente o aumento do custo de vida, pois viaja em aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) e goza de outras prerrogativas do cargo. Assista.

Uma resposta

  1. Foi enganado porque quis!

    Bolsonaro nunca se esforçou em disfarçar sua incompetência.
    Passou décadas como deputado sem apresentar ou aprovar qualquer projeto de lei relevante.
    A única coisa que Bolsonaro faz bem é proteger e favorecer sua própria família!

    Espero que o ex-vereador e tantos outros cidadãos brasileiros não se enganem novamente ano que vem!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.