Rui Costa enfatiza que a decisão de romper aliança foi de Leão || Foto Jonne Roriz
Tempo de leitura: < 1 minuto

Momentos após a entrega de carta do vice-governador João Leão oficializando rompimento do PP com o governo estadual, Rui Costa reagiu: “nossa maior aliança foi construída em bases sólidas com o povo da Bahia”. O gestor baiano agradeceu a Leão pela contribuição no governo. A aliança durou cerca de 11 anos. O governador também fez questão de deixar claro que foi Leão quem decidiu romper.

– Nosso ritmo de correria, de cuidar de gente e trabalhar pelas pessoas que mais precisam vai continuar até o último dia do meu governo. [Quanto à política] Nós já temos candidatos a governador e a senador. Nossa chapa está sendo formada e ficando bastante forte para chegarmos a mais uma vitória, pois são nomes que verdadeiramente representam um projeto liderado pelo presidente Lula. E o nosso grupo está ao lado do povo que deseja Lula para reconstruir o Brasil – disse Rui.

O vice-governador rompeu com Rui Costa e deverá ser candidato ao Senado Federal na chapa do adversário e líder das pesquisas até aqui, o ex-prefeito ACM Neto (União Brasil). Leão atribui ao senador Jaques Wagner (PT) a culpa pelo rompimento político.

Há uma semana, Wagner foi à Rádio Metrópole para afirmar que Otto disputaria o Senado e o PT seria cabeça de chapa. Mais, e decisivo: Rui continuaria no governo, não abrindo espaço para que o Leão comandasse o estado por 9 meses, como desejado pelos progressistas.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.