Alckmin filiou-se ao PSB nesta quarta e deve ser o vice de Lula || Foto Ricardo Stuckert/Arquivo
Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin assinou, hoje (23), a ficha de filiação ao PSB em ato em que fez gesto político para não deixar dúvidas de que deverá ser o candidato a vice-presidente da República na chapa encabeçada pelo ex-presidente Lula (PT).

A filiação ocorreu na Fundação João Mangabeira, em Brasília (DF), onde Alckmin disse que Lula é quem melhor representa a esperança do povo brasileiro. Alckmin deixou o PSDB em dezembro do ano passado. O ex-governador é um dos fundadores da legenda. Hoje, falou de presente e futuro. E do ex-presidente e pré-candidato do qual deverá ser o vice:

– Nós temos que ter os olhos abertos para enxergar e ter a humildade de entender que ele [Lula] é hoje aquele que melhor reflete o sentimento de esperança do povo brasileiro – disse Alckmin em evento do qual o ex-presidente não participou.

Alckmin enfrentou Lula em 2006. Disse que o movimento é pelo fortalecimento da democracia. “Eu disputei com Lula em 2006, mas nunca colocamos em risco a questão democrática. O debate era de outro nível. Democracia é um valor, um princípio, e a principal tarefa é combater a mentira”.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.