Cesta básica mais cara nas duas maiores cidades do sul da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O preço da cesta básica em Ilhéus cresceu 4,59% em abril na comparação com o mês anterior, saindo de R$534,26 para R$558,80. Já em Itabuna os 12 itens da alimentação mínima estão 2,69% mais caros, considerando a diferença do preço de março (R$ 539,56) em relação ao de abril (R$ 554,10).

Os itens que registram alta em Itabuna são tomate (18,83%), óleo (8,16%), farinha (7,11%), arroz (1,90%), manteiga (1,70%), pão (1,34%) e feijão (0,82%). Reduziram de valor banana (-5,36%), açúcar (-2,05%), leite (-1,39%), café (-0,95%) e carne (-0,64%).

Já Ilhéus registra alta do tomate (22,58%), óleo (15,08%), feijão (7,08%), café (5,98%), pão (5,30%), arroz (4,50%), açúcar (3,76%), leite (1,22%) e carne (0,47%). Diminuíram de preço banana (-7,72%), manteiga (-2,55%) e farinha (-0,17%).

Os dados são do Acompanhamento de Custo de Cesta Básica (ACCB), projeto do Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

Há pouco mais de um ano, em março de 2021, o preço médio da cesta básica era de R$ 394,45 em Ilhéus e de R$ 435,55 em Itabuna (relembre aqui).

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.