Imóveis de alvenaria erguidos na faixa de areia da Praia da Barrinha
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Praia da Barrinha, paraíso no litoral norte de Ilhéus, enfrenta o avanço desenfreado de construções ilegais, algumas de alvenaria e com dois pavimentos. Os imóveis foram erguidos sobre a faixa de areia e próximos do manguezal.

Localizada ao lado do condomínio Joia do Atlântico, na altura do quilômetro 13 da rodovia Ilhéus-Itacaré, a praia é muito movimentada aos finais de semana. A fiscalização da área é responsabilidade da Prefeitura de Ilhéus.

Consultado pelo PIMENTA na tarde desta quinta-feira (12), o secretário de Meio Ambiente do município, José Victor Pessoa, informou que a Prefeitura já fez uma operação conjunta para tentar desocupar a área, mas as pessoas autuadas e notificadas recorreram à Justiça para permanecer na praia. A controvérsia aguarda decisão judicial.

12 respostas

  1. Kkkk.o interessante não é nada esse meio ambiente não foi lá no barrio gomera que hoje é chamado de Vilela proíbe os desmatamento dos manguezais que não foi pouco e fizeram o barrio que hoje é uma cidade dentro de ilheus. Mim poup secretário do meio ambiente.

  2. A lei que é pra um tem que ser pra todos Vá lá na av. Princesa Isabel tira todos de lá. Vá na vila Nazaré, vá na av. Esperança e tire todas essas famílias das suas casas e deixe na rua da margura porque vc não tem um irmão uma mãe um filho morando nessas localidades só falo para todos envolvidos nessa desumanidade que vcs vão prestar conta com Deus.

  3. A injustiça nesse país é tão grande que dá muita raiva esse é um dos motivos de eu tá indo para outro país mas deixo aqui minha indignação.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.