Erasmo Ávila e o painel eletrônico de votação mais ao fundo: falha na hora H || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A expectativa era grande, no legislativo, para a inauguração do novo plenário da Câmara de Itabuna. Afinal, além de algumas reformulações, a quarta-feira (1º) marcaria a entrada em cena do painel eletrônico de votações da Casa.

Ligado, o painel registrava tempo e presença em plenário.

Mas, na hora H, assim como o sistema de ar-condicionado, falhou.

– Faremos a primeira votação, mas será no sistema analógico – anunciou o presidente da Casa e aniversariante do dia, Erasmo Ávila (PSD).

E reforçou:

– No sistema antigo.

Na galeria do plenário, gaiatos diziam que faltou ensaio e o presidente esqueceu de chamar os universitários para operacionalizar o painel, que tem custo anual de locação superior a R$ 140 mil.

Uma resposta

  1. A votação foi no sistema antigo (analógico) e não digital, não foi porque faltou universitário pra operar o sistema, é simplesmente porque precisa fazer alterações no Regimento Interno da Casa Legislativa, na forma de votação. O sistema está perfeito, mas tem que incluir na Lei.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.