Influência dos temas nacionais na eleição estadual é inevitável, diz Jerônimo
Tempo de leitura: < 1 minuto

O pré-candidato ao Governo da Bahia pelo PT, Jerônimo Rodrigues, afirmou que ACM Neto (União Brasil), seu adversário nas eleições deste ano, tenta confundir o eleitorado para surfar na popularidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “O que ele quer, na verdade, é pegar carona. Ele é caroneiro”, declarou o petista ao ser perguntado, nesta terça-feira (14), sobre a escolha do ex-prefeito de Salvador de evitar o enfrentamento com Lula.

“Quem é que está [no Congresso] aprovando as questões mais sensíveis e prejudiciais à classe trabalhadora no Brasil? É o partido dele, é o União Brasil, é o DEM. Eles ficam trocando de nome para as pessoas irem esquecendo disso”, complementou Jerônimo.

Na entrevista à Rádio Mix FM, Jerônimo voltou a assegurar que, se eleito, seu governo reforçará as políticas iniciadas pelo ex-governador Jaques Wagner e ampliadas pelo governador Rui Costa, ambos do PT.

Além disso, na avaliação de Jerônimo, as questões nacionais, como o desemprego, a inflação e a fome, vão interferir nas eleições estaduais. “Não dá para abrir mão de um debate nacional”, disse. “Para o ex-prefeito tanto faz quem vai ganhar as eleições presidenciais?”, questionou, voltando a se referir a Neto.

Ex-secretário estadual da Educação e do Desenvolvimento Rural, Jerônimo classificou o presidente Jair Bolsonaro (PL) como “desastrado” e criticou a falta de projetos estruturantes do Governo Federal na Bahia e no Brasil.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.