Pré-candidato a deputado federal defende virada na política econômica
Tempo de leitura: < 1 minuto

O pré-candidato a deputado federal Wenceslau Júnior (PCdoB) avalia que a revogação da reforma trabalhista e do teto de gastos da União deve ser a primeira medida para a retomada do crescimento da renda média dos trabalhadores e da atividade econômica do país.

Advogado e professor de Direito da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), o pré-candidato critica a política econômica do Governo Bolsonaro. “Ao invés de buscar soluções para ofertar alimentos e combater a fome no país, o atual governo federal mente para o povo, dizendo que privatizar as empresas públicas irá resolver os problemas da carestia do Brasil, mas não vai. A disparada da inflação é resultado da sua má gestão”, acrescentou.

Para Wenceslau, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o único pré-candidato à presidência da República capaz de vencer o presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições deste ano e de liderar, a partir de 2023, a reconstrução socioeconômica e institucional do país.

– São 33 milhões de brasileiros em insegurança alimentar. Juntos com Lula, vamos mudar essa história, aderindo ao movimento Abaixo a carestia que a panela está vazia! – conclamou o comunista, referindo-se ao manifesto lançado por movimentos sociais no Dia Internacional da Mulher, em março passado.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.