Ana Marcela (ao centro) conquista ouro em París.
Tempo de leitura: < 1 minuto

A baiana Ana Marcela conquistou, neste sábado (9), a medalha de ouro na etapa de Paris do Fina Marathon Swim World Series. Depois de sair de Budapese com três conquistas, a atleta venceu também a segunda etapa do Circuito Mundial de maratonas aquáticas, realizada em Paris (França). Ela se mantém no topo do ranking da competição.

Ana Marcela precisou de 2h33s71 para completar os 10 km à frente de Sharon Van Rouwendaal, vice-campeã, e Ginevera Tadeucci, medalha de bronze. Viviane Jungblut esteve entre as melhores do mundo mais uma vez. Viviane, que também brilhou em Budapeste, completou a prova na quarta colocação, apenas dois segundos da terceira colocada.

Com a vitória, Ana Marcela soma 1600 pontos no ranking do Fina Marathon Swim World Series e lidera a disputa. Viviane Jungblut está na sexta colocação com 550 pontos.

Na prova masculina, Allan do Carmo foi o melhor brasileiro colocado com o 29º lugar. Diogo Villarinho terminou na 35ª colocação, enquanto Guilherme Costa completou em 43º.

Dedé do Amendoim, também conhecido como "Tesão", faleceu neste sábado (9) || Foto Pimenta/Arquivo
Tempo de leitura: 2 minutos

 

Dedé do Amendoim é, ao lado do Caboco Alencar, um dos personagens mais fascinantes da boemia itabunense, com histórias que dariam um livro.

 

Daniel Thame

Após 46 anos percorrendo os bares de Itabuna com sua inseparável bicicleta, vendendo amendoim e ovo de codorna, Dorival Higino da Silva, também conhecido como Dedé do Amendoim ou, por motivos óbvios, Tesão, pendurou as chuteiras e os pedais em 2016.

Com oito filhos criados graças à sua labuta incansável, ele decidiu que era hora de parar, curtir a família e torcer/sofrer com o Vasco da Gama, seu time de coração.

Como Pelé, deixou sucessores na labuta para ganhar honestamente o suado pão de cada dia, mas não substitutos, porque Dedé é dessas figuras que merecem o adjetivo “insubstituível”.

Dedé do Amendoim é, ao lado do Caboco Alencar, que teve que fechar o ABC da Noite por conta da pandemia, mas ensaia uma reabertura gradual e segura, um dos personagens mais fascinantes da boemia itabunense, com histórias que dariam um livro.

Uma delas, ocorrida em meados dos anos 90, dá bem a dimensão do estilo Dedé. Vendia ele seus amendoins e seus ovos de codorna no Katiquero, vestindo com orgulho uma camisa do PT, quando um desses babacas que infelizmente poluem os bares perpetrou:

-Tira a essa camisa horrível que eu compro tudo…

Ao que Dedé respondeu na lata:

-Pois pra gente como você eu prefiro não vender nada…

E seguiu em frente, com sua bicicleta e sua dignidade.

Em tempo 1: Dedé recolheu-se em sua residência no bairro de Fátima, vitimado por grave enfermidade. Com as complicações clínicas agravadas, Dedé do Amendoim, faleceu na madrugada deste sábado.

Dedé foi vender seus ovos de codorna e seus amendoins lá no céu (fico aqui imaginando uma orgia angelical dados os efeitos propagados do amendoim).

Tomara que tenha deixado seu exemplo de dignidade aqui na Terra mesmo. Estamos precisando muito.

Em tempo 2: O Katiquero reabriu com outro nome e outro proprietário . Ou seja, não reabriu…

Em tempo 3: O corpo de Dedé do Amendoim está sendo velado na Funerária Paulo Preto, na Rua Antônio Muniz, em Itabuna. O enterro está marcado para as 10h deste domingo (10), no Cemitério Campo Santo, em Itabuna.

Daniel Thame é jornalista e amigo de Dedé do Amendoim.

Brasil joga contra a Argentina neste sábado (9) || Reprodução/CBF
Tempo de leitura: 2 minutos

A jornada da seleção feminina de futebol na Copa América deste ano, na Colômbia, começa neste sábado (9), às 21h (horário de Brasília), diante da Argentina, no estádio Centenário, em Armenia. As brasileiras estão no Grupo B, ao lado, também, de Uruguai, Venezuela e Peru.

O torneio reúne as dez seleções da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), separadas em dois grupos de cinco, onde jogam entre si. As duas melhores de cada chave avançam às semifinais. O Grupo A, da anfitriã Colômbia, ainda reúne Equador, Chile, Paraguai e Bolívia.

O Brasil entra na competição com três objetivos. O primeiro deles é garantir lugar na Copa do Mundo do ano que vem, na Austrália e na Nova Zelândia. Para isso, as comandadas de Pia Sundhage devem encerrar o torneio entre as três primeiras colocadas. Se ficar em quarto ou quinto lugar, a seleção terá que disputar uma seletiva internacional.

Outra meta é assegurar uma das duas vagas sul-americanas à Olimpíada de Paris (França), destinadas ao campeão e ao vice da Copa América. Por fim, as brasileiras miram o oitavo título em nove edições do torneio, sendo o quarto consecutivo. Somente em 2006, na Argentina, quando as anfitriãs levaram o troféu, é que a taça não foi erguida pelo time canarinho.

Leia Mais

Segundo Marão, investimentos são atraídos por avanços do município
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Construtora Almeida Carneiro lançou, nesta sexta-feira (8), o Farani 221, prédio que será construído na Rua Lauro Farani de Freitas, na Cidade Nova, em Ilhéus. A solenidade contou com a presença do prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), que celebrou o novo investimento no município.

A atração de novos empreendimentos, segundo Marão, é consequência dos avanços de Ilhéus nas áreas de infraestrutura, saúde e mobilidade urbana.

“É isso que o nosso governo faz: abre as portas para que empresas possam se instalar aqui, para que possam investir no município. São projetos que geram novas oportunidades de emprego para o nosso povo”, concluiu o prefeito, que estava acompanhado pela primeira-dama Soane Galvão (PSB), pré-candidata a deputada estadual, e o presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Jerbson Moraes (PSD).