Tempo de leitura: 2 minutos

O PT homologou, nesta sexta-feira (29), em Salvador, a candidatura de Jerônimo Rodrigues ao Governo da Bahia. No mesmo ato, o partido formalizou 57 candidaturas para as eleições proporcionais, sendo 27 à Câmara dos Deputados e 30 à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

Na convenção, Jerônimo disse que sente orgulho de representar o projeto político que tem à frente, na Bahia, o governador Rui Costa e o senador Jaques Wagner e, no cenário nacional, o ex-presidente Lula.

Ex-secretário de Desenvolvimento Rural e de Educação da Bahia, ele também afirmou que apenas os partidos de esquerda permitem o acesso de pessoas de origem humilde às grandes disputas políticas. “O PT vai ter um governador professor, negro, descendente de índio, nascido na roça, de origem pobre, filho de uma costureira e um vaqueiro. Nenhum partido a não ser dos campos da esquerda fazem isso”.

TRAJETÓRIA

Jerônimo Rodrigues, 57, nasceu no povoado de Palmeirinha, zona rural de Aiquara, município do Médio Rio de Contas. Aos 9 anos, deixou a terra natal para estudar em Jequié, onde concluiu a educação básica. Cursou Engenharia Agrônoma na Universidade Federal da Bahia (UFBA), campus de Cruz das Almas.

Foi nesse período que ingressou no movimento estudantil e, em 1987, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores. Também na UFBA, fez mestrado em Agronomia. De volta a Aiquara, exerceu os cargos de professor do Colégio Municipal Américo Souto e de secretário Municipal de Agricultura.

Desde o início do primeiro governo Wagner, em 2007, Jerônimo ocupou diferentes postos na gestão estadual e, em 2015, tornou-se secretário de Desenvolvimento Rural, depois de ter coordenado o programa de governo de Rui Costa. No pleito seguinte, em 2018, coordenou a campanha de reeleição do atual governador. De 2019 a março de 2022, foi secretário de Educação da Bahia, cargo que deixou em razão da candidatura.

Na eleição deste ano, tem ao seu lado o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Geraldo Júnior, Geraldinho (MDB), que será oficializado candidato a vice-governador da Bahia na convenção dos partidos da base governista, neste sábado (30), às 9h, no Parque de Exposições de Salvador. A chapa majoritária também é composta pelo senador Otto Alencar (PSD), candidato à reeleição.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.