Presidente do Crea-BA impugna concurso da Embasa
Tempo de leitura: < 1 minuto

A presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA) entrou com pedido de suspensão do edital do concurso público da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Na avaliação do presidente do Crea-BA, Joseval Cerqueija, o edital não respeita o piso salarial dos profissionais de engenharia.

Segundo o edital do concurso, a remuneração para o cargo de analista de saneamento, que abrange especialidades da engenharia, é de R$ 8.390,89. No entanto, de acordo com o Crea-BA, o salário inicial deveria ser de R$ 10.908,00 por jornada de 40h semanais, correspondendo a seis salários mínimos, como previsto na Lei n° 4.950-A/1966.

A empresa estadual ainda não se manifestou sobre a notificação do conselho classista. Atualizado às 10h34min.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.