Pedro Maranhão e Mário Alexandre durante solenidade na Prefeitura || Foto PMI
Tempo de leitura: 2 minutos

Nesta sexta-feira (9), o prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), assinou termo de cooperação técnica com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) com objetivo de fechar o lixão de Itariri, em Ilhéus. O ato, realizado no Centro Administrativo da Conquista, contou com a presença do secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão, e de representantes da sociedade civil organizada.

Marão disse que desde o início do seu primeiro governo, em 2017, tentou viabilizar a recuperação da área usada como lixão. Segundo ele, esse é um desafio muito difícil de ser superado apenas com recursos do município. Daí a importância da parceria com os governos estadual e federal. “Mais uma vitória para o nosso povo. Essa é a realização de um sonho, um dia histórico para Ilhéus”, declarou o prefeito.

A data do fechamento definitivo do lixão ainda não foi divulgada.

Lixão do Itariri, em Ilhéus

CONTRATO

A Prefeitura de Ilhéus fechou contrato de R$ 7,6 milhões por ano com a CTR Ilhéus, conhecida como CVR Costa do Cacau. A empresa é responsável pelo aterro sanitário que receberá os resíduos sólidos coletados nas zonas urbana e rural do município.

Confira, abaixo, o extrato do contrato de credenciamento, obtido pelo PIMENTA no Diário Oficial do Município.

Extrato de contrato publicado no Diário Oficial do Município

Com o serviço, o município vai se adequar ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos, que estabeleceu o mês de agosto de 2022 como data limite para o fechamento dos lixões das cidades com mais de 100 mil habitantes, caso de Ilhéus.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.