Ricardo Goulart em lance contra o CRB, neste domingo de acesso garantido || Foto Felipe Oliveira/ECBahia
Tempo de leitura: 2 minutos

Debaixo de forte chuva, o Bahia venceu o CRB, por 2 a 1, em Maceió (AL), nesta noite de domingo (6), e está de volta à Série A do Brasileirão, a divisão de elite do futebol brasileiro.

O time superou o “piscinão”  da equipe alagoana em partida válida pela última rodada da Série B do Brasileiro.

O gramado do estádio Rei Pelé não resistiu à chuva que caía fortemente na capital do estado vizinho, assim como o CRB não suportou a pressão baiana.

O  Bahia atacava desde o início do jogo. Até balançou a rede adversária, aos 22 minutos, com Ricardo Goulart, porém o gol foi anulado pela arbitragem, que viu impedimento.

Aos 25 minutos, o Tricolor de Aço passou à frente. Daniel pegou rebote, de fora da grande área, com um chutaço no lado esquerdo.

A alegria durou até o início do segundo tempo, quando Mateus Claus não segurou chute de Anselmo Ramon. O relógio marcava 5 minutos da etapa final.

As condições do campo somente pioravam com o avançar da chuva. O “piscinão” impedia o melhor do futebol, apesar das estocadas constantes do Bahia.

Água mole em pedra dura tanto bate até que… Sim. Ele, o gol, pintou. De pênalti.

Anselmo Ramon, que havia empatado a peleja para a equipe alagoana, cometeu pênalti em Vitor Jacaré em lance grotesco dentro da grande área. Entrou de carrinho, de perna levantada, em um campo encharcado.

A imprudência foi punida.

O argentino Lucas Mugni apresentou-se para a cobrança. Para alegria dos milhões que foram a Nação Tricolor, converteu.

Acesso garantido em Alagoas. Festa do Bahia, agora, e de novo, um time da elite. E com peixinho no “piscinão” em que se tornou o estádio Rei Pelé neste domingo.

O PELOTÃO DE ELITE

Além do Bahia, Cruzeiro, Grêmio e Vasco retornam à Série A do Brasileiro de Futebol. O Cruzeiro foi o campeão antecipado, com 78 pontos. O Grêmio finda a competição em segundo lugar, com 65 pontos. Bahia termina em terceiro lugar, com 62, igual número de pontos do Vasco, que teve menor saldo de gols.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.