Entidade anunciou suspensão de serviço nesta quarta (30) || Foto PMI
Tempo de leitura: < 1 minuto

A provedora da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, Naide Silveira, anunciou o fechamento da unidade de urgência e emergência do Hospital São José, a partir de amanhã (1º). O PIMENTA teve acesso ao comunicado.

Segundo a provedora, a medida levou em consideração a suspensão do incentivo financeiro para atendimento de urgência e emergência via Sistema Único de Saúde (SUS), medida tomada pela Secretaria de Saúde de Ilhéus, que era responsável pelo fomento do serviço.

Ao comunicar a decisão à Santa Casa, no dia 1º de novembro passado, o secretário André Cezário afirmou que a suspensão foi necessária para que a Secretaria respeite limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, preserve a regularidade dos salários dos servidores da saúde e mantenha a oferta dos serviços públicos essenciais.

Outro motivo alegado pela Santa Casa foi a decisão da equipe médica de paralisar o atendimento no pronto-socorro e nos leitos de enfermaria SUS, também a partir de amanhã (1º). O Instituto do Sagrado Coração da Família, entidade que representa os trabalhadores, cobra R$ 856.240,00 ao Hospital.

No final do comunicado, a provedora Naide Silveira afirmou que, nas tratativas junto aos órgãos competentes, a Santa Casa fez o que pôde para tentar evitar a suspensão do serviço.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.