Bahia goleia e volta à liderança da Série B do Brasileiro|| Foto Renan Oliveira/Agif
Tempo de leitura: 2 minutos

Uma terça-feira de show do Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador. O Tricolor de Aço dominou o Londrina desde o início do jogo, na noite de hoje (3), diante da torcida, goleou por 4 a 0 e voltou à liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, com 13 pontos. Os gols da partida foram marcados por Rildo, duas vezes, Daniel e Marco Antônio.

O Bahia dominou o adversário desde o primeiro minuto de jogo. Em ritmo acelerado, o time da casa precisou de apenas dez minutos para colocar dois gols de vantagem no marcador. Logo aos quatro, após roubada de bola na intermediária, Davó tocou para Rildo, que driblou o goleiro e estufou as redes da Arena Fonte Nova.

Seis minutos depois, a dupla de ataque tricolor funcionou de novo e Rildo marcou mais um, dessa vez em belo chute colocado de fora da área. Nos minutos seguintes, o Tricolor de Aço diminuiu o ritmo, mas manteve o controle do jogo. E quando teve a chance não perdoou. Na marca dos 35 minutos, Daniel pegou uma sobra perto da área marcou o terceiro para o Bahia.

Depois do intervalo, o Londrina voltou com uma postura mais agressiva para o segundo tempo, mas, quando os visitantes tentavam uma reação, o Bahia engatou contra-ataque, que terminou no arremate certeiro de Marco Antônio, aos 14 minutos. Com o placar elástico, o Tricolor não teve problemas para segurar o resultado até o apito final.

PRÓXIMOS JOGOS

O Bahia volta a campo no dia 10 pela Copa do Brasil. O Tricolor de Aço viaja até o Paraná para partida de volta contra o Azuriz. No primeiro confronto, na Arena Fonte Nova, em Salvador, as duas equipes empataram em 0 a 0.

Pela Série B do Campeonato Brasileiro, o Bahia só volta a campo no dia 15 deste mês, quando viaja até o Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, em São Januário, pela 7ª rodada.

Juazeirense e Palmeiras voltam a se enfrentar no dia 11 de maio|| Foto Cesar Greco/Palmeiras
Tempo de leitura: 2 minutos

A Juazeirense saiu na frente, mas não conseguiu segurar o time misto do Palmeiras. Jogando na noite de sábado (30), na Arena Barueri, o time baiano perdeu o duelo por 2 a 1, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. A partida de volta está prevista para o próximo dia 11, porém bem longe de Juazeiro, no Estádio do Café, em Londrina (PR).

Com a derrota na noite de ontem, a Juazeirense precisa igualar o saldo de gols para levar a decisão para os pênaltis ou vencer por dois gols de diferença, no tempo normal, para carimbar a vaga para oitavas de final da competição nacional.

UM RESUMO DA PARTIDA

Na Arena Barueri, a Juazeirense surpreendeu e largou na frente logo aos quatro minutos de jogo. Em contra-ataque puxado por Deysinho, Nildo aproveitou rebote de Marcelo Lomba para fazer 1 a 0. A vantagem baiana durou até os 12 minutos, quando Rafael Navarro fez bela jogada e deixou Breno Lopes na boa para empatar o jogo.

Com o empate, o Palmeiras passou a controlar a posse de bola, mas encontrou dificuldades para furar o bloqueio adversário. Depois do intervalo, o panorama do jogo não mudou muito. Aos oito minutos, Dudu assustou para o Palmeiras. Mais tarde, Raphael Veiga teve ótima oportunidade, mas esbarrou na marcação.

Ainda com dificuldades de achar os espaços na defesa baiana, o Alviverde resolveu o problema em belo chute de fora da área de Gustavo Scarpa, que acertou o ângulo sem chances dar chances para o goleiro: 2 a 1.

Tentando o empate imediato, a Juazeirense respondeu com Clébson, que viu Marcelo Lomba fazer a defesa. Nos minutos seguintes, os mandantes seguiram administrando o resultado. Passados os 40 minutos, o Verdão tentou uma pressão final e quase marcou o terceiro novamente com Scarpa. Atualizado às 21h.

Clube lança plano de retorno ao futebol profissional
Tempo de leitura: < 1 minuto

A volta do Itabuna Esporte Clube à Segunda Divisão do Campeonato Baiano já tem data e local marcados. Será no próximo dia 22, um domingo, no Estádio Pedro Caetano, em Ipiaú, contra o Botafogo Bonfinense. Enquanto o Estádio Luiz Viana Filho, o Itabunão, não for reabilitado para jogos oficiais, o Itabuna exercerá mando de campo em Ipiaú.

A última participação do Itabuna no campeonato foi em 2015, lembra o presidente do clube, Rodrigo Xavier, Digão, ao falar sobre o Projeto de Retorno ao Futebol Profissional, que será lançado nesta segunda-feira (2), às 18h, na Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB). No lançamento, o clube também vai formalizar os contratos de patrocínio da Buriti e do laboratório Zoetis.

PARTICIPAÇÃO RECORDE

A Segunda Divisão de 2022 será a primeira com 12 equipes. Além do Itabuna, o Grapiúna Atlético Clube é outro representante da cidade do sul da Bahia  na competição. Também estão na disputa Botafogo Bonfinense, Canaã, Feirense, Flamengo de Guanambi, Fluminense de Feira, Galícia, Jacobina, Jacobinense, Jequié e Juazeiro.

Na primeira fase, todas os times se enfrentarão em turno único. Após as onze rodadas, os quatro primeiros avançarão às semifinais, que serão disputadas em jogos de ida e volta, assim como a finalíssima. Neste ano, o campeão e o vice garantem acesso à Primeira Divisão de 2023.

Atual campeão Olímpico renova contrato com o Flamengo
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Flamengo anunciou, nesta sexta-feira (29), a renovação dos contratos de dois destaques da canoagem nacional.  Um dos atletas  é o campeão Mundial e Olímpico Isaquias Queiroz, que está disputando a Copa do Brasil, em Capitólio, em Minas Gerais. Recentemente, o canoísta de Ubaitaba, no sul da Bahia, assinou contrato milionário de patrocínio com o Banco do Brasil.

O outro atleta do sul da Bahia com contrato novo com o Flamengo é Jacky Godmann, parceiro de Isaquias em Tóquio 2020 e na conquista do bronze na última Copa do Mundo. Nascido em Itacaré,  Godmann é uma das grandes apostas da equipe brasileira para os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. Ele foi o quarto colocado em Tóquio, em 2020, ao lado de Isaquias, na prova do C2 1000m. A dupla está se preparando no centro de treinamento da Seleção Brasileira, em Lagoa Santa (MG).

“Nosso objetivo é Paris, mas mesmo assim temos que chegar bem preparados para a Copa do Mundo, em maio, o Mundial em agosto, Pan-Americano depois, Jogos Sul-Americanos… temos que estar bem preparados para representar bem o Flamengo, o Manto Sagrado”, disse Isaquias.

Recordista brasileiro em número de medalhas numa mesma edição olímpica, o canoísta baiano vai disputar a quarta temporada consecutiva pelo Flamengo. Esta é a segunda passagem do canoísta pelo Rubro-Negro carioca. Ele voltou ao clube em 2019.

Itabunenses vão disputar a Copa Nordeste de Taekwondo.
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os atletas itabunenses Matheus do Carmo, Júlio César de Oliveira e Guilherme Silva conquistam o título em suas categorias na Seletiva Estadual Taekwondo. A competição aconteceu nos dias 23 e 24 deste mês no Ginásio Municipal de Esportes em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. Os campeões vão representar o município do sul da Bahia nos campeonatos nacionais desta modalidade esportiva.

Os três jovens classificados receberam ajuda da Prefeitura de Itabuna nas despesas para o transporte até Lauro de Freitas, onde garantiram vaga classificatória para as demais competições de Taekwondo no país. Matheus, Júlio e Guilherme foram apoiados pela Lei de Incentivo ao Esporte, criada na administração do prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD).

Com os resultados obtidos na seletiva estadual, Matheus do Carmo (campeão da categoria Sub-21 até 63 Kg), Júlio César de Oliveira (campeão da categoria até 59Kg) e Guilherme Silva (campeão da categoria até 55Kg), conquistaram o direito de disputar a Copa do Nordeste no Recife (PE), nos próximos dias 20 a 22 de maio.

Competição reúne 120 canoístas de velocidade
Tempo de leitura: < 1 minuto

Neste domingo (24), a Península de Maraú será palco da etapa baiana do Campeonato de Canoagem Velocidade e Paracanoagem. Lugar de águas calmas, a baía também é um dos locais preferidos para a prática da canoagem. A prova vai reunir mais de 120 atletas dos municípios de Ubaitaba, Ubatã, Itacaré, São Félix e Maraú. As primeiras largadas iniciam às 9h.

A competição é promovida pela Federação Baiana de Canoagem (Febac), com apoio da Associação Marauense de Canoagem, da Prefeitura de Maraú, e tem patrocínio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

A competição reúne os principais nomes da modalidade do estado, além de novos talentos que fazem parte do projeto social Remando no Litoral Sul, também apoiado pela Sudesb. As provas serão disputadas nas categorias infantil, menor, cadete, júnior, sênior e paracanoagem, masculino e feminino.

Jogadores do Bahia comemoram gol no empate contra o CSA|| Foto Francisco Cedrim-Agif
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia segue líder na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando na noite desta sexta-feira (22), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela terceira rodada da competição nacional, o Tricolor de Aço saiu na frente contra o CSA, mas não conseguiu segurar o adversário e cedeu empate. O gol do time baiano foi marcado pelo zagueiro Luiz Otávio. O jogador Dalberto deixou tudo igual.

Com o resultado, o Bahia segue invicto na Série B do Campeonato Brasileiro, com 7 pontos em três jogos. Na próxima rodada, na terça-feira (26), na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Tricolor recebe o Sampaio Corrêa. A partida está marcada para as 21h30min. O adversário do Bahia tem apenas um ponto, mas ainda entra em campo nesta rodada. Ás 18h30min deste sábado (23) a equipe maranhense recebe o Brusque.

Vitória é dominado e fica longe de vaga para a próxima fase da Copa do Brasil|| Foto Kely Pereira/Agif
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Vitória foi dominado desde o início do jogo e perdeu de 3 a 0 para o Fortaleza na noite desta quarta-feira (20), na Arena Castelão, em Fortaleza, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 12 de maio, em Salvador, pelo duelo de volta.

O Fortaleza começou pressionando o Vitória. Aos 13 minutos do primeiro tempo, Crispim cabeceou firme, a bola tocou no travessão e foi para fora. Três minutos depois, aos 16, o time da casa abriu o placar. Silvio Romero aproveitou a sobra do goleiro do time baiano e cabeceou para o fundo das redes. O Fortaleza ampliou o placar aos 27, mais uma vez com Silvio Romero. O atacante recebeu passe de Benevenuto e chutou forte, sem chance de defesa para Lucas Arcanjo.

O Vitória quase diminuiu o placar aos quatro minutos do segundo tempo. Jadson cobrou falta com categoria e carimbou o travessão do time da casa. Apesar da boa chegada do Rubro-Negro Baiano, foi o Fortaleza que balançou as redes. Moisés recebeu cruzamento de Romarinho dentro da área e cabeceou para fazer o terceiro da partida e colocar a equipe tricolor em vantagem para o jogo de volta.

Bahia só empata em casa pela Copa do Brasil|| Jhony Pinho Agif
Tempo de leitura: < 1 minuto

Jogando na noite desta terça-feira (19), na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Bahia desperdiçou a chance de abrir vantagem contra o Azuriz-PR pela terceira fase da Copa do Brasil. O Tricolor de Aço empatou em 0 a 0 com a equipe paranaense. A partida da volta acontece no dia 10 de maio.

O Bahia até controlou a posse de bola na etapa inicial e criou mais oportunidades de gol. A primeira apareceu logo aos seis minutos, quando Patrick cabeceou após cobrança de escanteio e o goleiro Caio fez uma bela defesa. Aos 17, Raí arriscou de longe e a bola passou à direita do gol.

Já a melhor chance do Azuriz veio aos 19, em arrancada de Oya pela esquerda, que terminou em um chute na rede pelo lado de fora. Daniel, do Bahia, fez o goleiro do time paranaense trabalhar em chute forte aos 29. Já Raí, do Tricolor de Aço, tirou tinta do travessão, aos 30, em pancada de canhota para fora.

Após o intervalo, o Bahia voltou com o mesmo ímpeto, tentando manter a ofensividade. No entanto, a bem postada defesa paranaense conseguiu, no início, neutralizar os lances de ataque do mandante. O cenário se manteve na segunda parte da etapa final: o Tricolor insistiu no ataque e a Azuriz se defendeu e buscou transições rápidas, mas sem ameaçar a meta de Danilo Fernandes.

Bahia vence a segunda partida segunda pela Série B|| Foto Rafael Vieira-AGIF
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia venceu a segunda partida seguida pela Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando na noite de sexta-feira (15), no estádio dos Aflitos, no Recife (PE), o Tricolor de Aço derrotou o Náutico por 1 a 0. Com o resultado, o time baiano chegou aos seis pontos e a liderança da competição nacional.

O gol da partida foi marcado, logo no início do primeiro, por Douglas Borel. Mas o lateral-direito também foi responsável por deixar o Bahia com um jogador a menos a maior parte da partida. Borel, que já tinha cartão amarelo, foi expulso aos 12 minutos do primeiro tempo, ao tirar a camisa para comemorar o gol.

Com um jogador a mais, o Náutico seguiu controlando as ações, mas insistiu nos cruzamentos e nos chutes de média distância. Jean Carlos, aos 18, parou no goleiro Danilo Fernandes. No outro lado, em mais uma jogada de velocidade, o Tricolor quase marcou o segundo gol com o atacante Victor Jacaré.

No segundo tempo, o Náutico continuou apostando em jogadas pelas laterais, mas esbarrou na forte marcação adversária. Já na marca dos 25, Djavan, camisa 5 da casa, recebeu o cartão vermelho, deixando a disputa mais equilibrada. Aos 34, Jean Carlos cobrou falta com categoria e viu Danilo Fernandes evitar o empate. Já nos acréscimos, o camisa 10 arriscou mais uma finalização, mas de novo o goleiro tricolor fez a defesa e segurou o resultado.

O Bahia volta a jogar na terça-feira (19), quando enfrenta o Azuriz-PR, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela terceira fase da Copa do Brasil. Pelo Série B do Campeonato Brasileiro, o Tricolor fará sua segunda partida consecutiva longe da torcida. Viaja até Maceió, em Alagoas, para encarar o CSA, na sexta-feira (22).

Isaquias Queiroz (centro) assina contrato de exclusividade com o Banco do Brasil
Tempo de leitura: 2 minutos

O Banco do Brasil anunciou que fechou patrocínio com o canoísta Isaquias Queiroz, com contrato de exclusividade até 2025. Agora, o BB terá sua marca estampada nos uniformes, barco e remos do atleta, em treinos e campeonatos, com foco nos jogos olímpicos de 2024. Pelo contrato, o canoísta de Ubaitaba, no sul da Bahia, pode faturar até R$ 1 milhão em três anos.

A parceria tem como objetivo fomentar a modalidade, em busca de resultados nas competições, e agregar valor e visibilidade à marca Banco do Brasil, além de fortalecer a comunicação nas redes sociais, onde o atleta mantém forte presença.

Para Isaquias, que hoje quer incentivar a garotada, o patrocínio vem como um grande apoio para inspirar os jovens a praticar esportes e, quem sabe um dia, terem a chance de representar o país mundo afora. “Em 2024, quero realizar o sonho de me tornar o maior medalhista do Brasil. E ter uma empresa como o BB me apoiando e acreditando no meu trabalho, no meu talento, em uma modalidade que não tem muita visibilidade, é muito gratificante”.

CONQUISTAS

Com a chance de posicionar Isaquias entre os maiores medalhistas da história do Brasil, a temporada dos Jogos de Paris, em 2024, também deve potencializar o engajamento do atleta na internet, que hoje conta com 542 mil seguidores em seu perfil oficial do Instagram. Nas olimpíadas de Tóquio, em 2020, o canoísta viu o número de seguidores saltar de 110 mil para 420 mil, logo após a conquista do ouro.

A canoagem brasileira ganhou visibilidade nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, confirmando o seu potencial quatro anos depois, em Tóquio. O talento de Isaquias, que garantiu o pódio nas duas últimas disputas olímpicas, contribuiu para o aumento da popularidade da modalidade no Brasil.

O canoísta fez história no Rio, ao se tornar o primeiro atleta brasileiro a conquistar três medalhas olímpicas em uma mesma edição dos Jogos. Atualmente, possui 12 medalhas em campeonatos mundiais adulto (sendo 6 de ouro) e nos jogos de Paris-24 pode vir a se tornar um dos maiores medalhistas do Brasil.

Atlético derrota Jacuipense e se torna bicampeão baiano || Foto Max Haack / Agência Haack
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Atlético é o novo bicampeão baiano de futebol. Neste domingo (10), o time de Alagoinhas derrotou o Jacuipense por 2 a 0, na casa do adversário, no Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe, após empatar o primeiro jogo em 1 a 1, no estádio Antônio Carneiro.

Os gols do título do Carcará foram marcados por Thiaguinho, aos 14min da etapa inicial, e Paulinho,  aproveitando rebote, aos 48 minutos do segundo tempo, após o goleiro Mota defender pênalti.

De acordo com as estatísticas da Federação Bahiana de Futebol (FBF), o Atlético encerra a participação no Estadual com título também de melhor ataque, com 22 gols marcados, além de ter o artilheiro da competição, Miller, com seis gols marcados.

O Atlético está em finais do Baianão desde 2020, quando foi vice-campeão. Já no ano passado, derrotou o Bahia de Feira e conquistou o primeiro título. O bicampeonato chegou em 2022, tornando-se a primeira equipe do interior a conquistar este feito.

COPA DO BRASIL

Além do título baiano, o Carcará também conquistou as vagas na Copa do Brasil e na fase de grupos da Copa do Nordeste de 2023. O time somou oito vitórias, três empates e duas derrotas. Vice-campeão, Jacuipense também garantiu vaga na Copa do Brasil. Abaixo, confira a partida na íntegra.

Jacaré marcou os dois gols no triunfo do Bahia contra o Cruzeiro|| Foto Jhony Pinho/AGIF
Tempo de leitura: 2 minutos

O nome do jogo na estreia do Bahia na série B do Campeonato Brasileiro foi Vitor Jacaré, que marcou os dois gols no triunfo contra o Cruzeiro. A partida, na Arena Fonte Nova, em Salvador, na noite desta sexta-feira (8), terminou 2 a 0 para o Tricolor de Aço.

O Bahia criou a primeira boa chance na Arena Fonte Nova aos cinco minutos do primeiro tempo. Rodallega cobrou falta colocada e a bola passou por cima do gol. O Cruzeiro respondeu aos 14 minutos, quando Waguinho entrou na área, chutou e parou na defesa de Danilo Fernandes.

O Tricolor voltou ao ataque aos 19 minutos, com Raí Nascimento, que chutou da entrada da pequena área e a zaga desviou. Aos 30, foi a vez de Marco Antônio chutar por cima do gol. Antes do intervalo, aos 46, a Raposa acertou o travessão do Bahia em chute forte de Pedro Castro.

O segundo tempo começou intenso. No primeiro minuto, Canesin, do Cruzeiro, bateu forte de fora da área e a bola foi pela linha de fundo. O Tricolor respondeu aos quatro minutos, quando Daniel chutou por cima do gol. Aos oito, foi a vez de Rodallega finalizar e a bola desviar na zaga cruzeirense. Mais ofensivo, o Bahia abriu o placar com Victor Jacaré, aos 11 minutos. O atacante recebeu passe de Davó na área e completou, de carrinho, para o fundo das redes de Rafael Cabral.

O Bahia ampliou o placar aos 28 minutos. Victor Jacaré puxou contra-ataque pela esquerda, se livrou da marcação e chutou para fazer o segundo do time da casa. Três minutos depois, Davó quase fez o terceiro em chute da entrada da área pela linha de fundo. A Raposa tentou responder aos 40 minutos, quando Vitor Roque chutou de fora da área e a bola passou por cima do gol.

Seleção do Baianão 2022 será anunciada na próxima segunda (11)
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Barcelona de Ilhéus emplacou cinco jogadores e o técnico Paulo Sales entre os indicados para a seleção dos melhores do Campeonato Baiano de Futebol 2022. Na sua primeira participação no campeonato, o time chegou às semifinais e foi eliminado pelo Jacuipense, dono do melhor desempenho na primeira fase da competição.

Completam a lista de indicados do Barça os jogadores Caíque, Ramires, Gianlucas, Ronald e o goleiro Deijair. A cerimônia de premiação será na próxima segunda-feira (11), em Salvador, com transmissão da TVE Bahia.

Jacuipense e Atlético de Alagoinhas disputam o título. O primeiro jogo da final terminou empatado em 1 a 1 (veja os melhores momentos aqui). O duelo decisivo será no próximo domingo (10), às 16h, no Estádio Valfredão, em Riachão do Jacuípe.

Judoca Diego Santos fatura medalha de ouro
Tempo de leitura: < 1 minuto

O atleta jequieense Diego Santos conquistou medalha de ouro no Campeonato Nacional de Judô – Região III, realizado em Betim, Minas Gerais, nos últimos sábado e domingo (3).

A delegação baiana, presente no Campeonato Nacional de Judô – Região III, contou com 145 atletas de judô. Destes, 40 judocas viajaram com apoio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), em ônibus fretado que saiu de Salvador com destino à cidade mineira, passando por Feira de Santana e Jequié para o embarque dos atletas.

A Bahia conquistou 50 medalhas na competição, sendo 8 de ouro, 10 de prata e 32 de bronze. Participaram também, desta regional, delegações de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

OURO NO BOXE

Keno Marley derrota mexicano e conquista medalha de ouro no Continental de Boxe

Já o pugilista Keno Marley, de Sapeaçu, no Recôncavo Baiano, venceu o Campeonato Continental de Boxe, em Guayaquil, no Equador, após derrotar o mexicano Rogelio Romero, no último sábado (2).

Keno é apoiado pela Sudesb por meio do Programa Bolsa Esporte e acumula participações em grandes eventos internacionais, como os Jogos Panamericanos de 2019, em Lima, e os Jogos Olímpicos de Tokyo, disputados em 2021.