MC Kevin morreu aos 23 anos, após cair de varanda de hotel
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um laudo da Polícia Técnica indica que a morte do músico Kevin Nascimento Bueno, de 23 anos, conhecido como MC Kevin, foi um acidente. Ele caiu da varanda de um quarto do 5º andar de um hotel na orla da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, no último dia 16, um domingo. Chegou a ser levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, mas não resistiu aos ferimentos.

O laudo da perícia da Polícia Civil do Rio de Janeiro destaca que “não havia indícios de briga ou ações violentas” no quarto onde o músico estava quando caiu ao tentar pular para o andar de baixo.

A conclusão do laudo informa apenas que a “causa aparente” da morte foi “um acidente”, mas que “fica a cargo das investigações melhores elucidações”.

MC Kevin nasceu em Mogi das Cruzes, São Paulo, e foi ao Rio de Janeiro para um show clandestino, já que este tipo de evento está proibido no estado fluminense por causa da pandemia de Covid-19.

Policias encontraram homem com mandado de prisão em aberto em Arembepe
Tempo de leitura: < 1 minuto

Com mandado de prisão por homicídio expedido pela 2ª Vara do Tribunal do Júri do Estado de São Paulo, um homem foi preso por investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), numa fazenda em Arembepe, na manhã de domingo (23).

Quando realizaram a prisão, os policiais estavam em diligências para apurar roubos ocorridos em estabelecimentos nas imediações da Estrada do Coco. Desde que fugiu da cidade de Embu das Artes, onde o crime ocorreu, em abril de 2020, o homem morava com a família no município do litoral baiano.

De acordo com a Polícia Civil, ele é suspeito de desferir golpes de faca contra uma ex-namorada e o companheiro dela, que não resistiu. Com o cumprimento da ordem judicial na Bahia, o homem está à disposição do Poder Judiciário e deverá ser encaminhado para São Paulo.

Itabunense, marido e filha são mortas no sul do país
Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia de Paranaguá, no litoral do Paraná, está usando imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os bandidos que mataram a itabunense Kaylane Freitas de Santana, de 27 anos, o marido dela, Jhonatan Nunes Lourenço, e a filha do casal, Laura, de apenas dois anos. Eles foram mortos na madrugada da última quinta-feira (20), na Vila Rute.

Kaylane Freitas morava em Itabuna, no bairro Parque Boa Vista, antes de mudar-se para o sul do país. A jovem já residia no interior do Paraná há alguns anos. Ela, o marido e dois filhos dormiam no momento em que os atiradores invadiram o imóvel e fizeram os disparos. Mulher, marido e filha morreram no local.

A tragédia não foi maior porque um filho do casal, de cinco anos, conseguiu se esconder dos atiradores. O menino foi entregue à família da avó materna. A polícia suspeita que a ação dos bandidos tenha sido determinada por traficantes de droga.

Jhonatan Nunes foi morto poucos dias depois de escapar de um ataque de bandidos. No mês passado, no mesmo local onde foi assassinado com a família, ele sofreu uma emboscada de dois atiradores, que acabaram presos em flagrante. Agora, a polícia tenta descobrir se as mortes têm relação com o atentado no mês passado.

Parte do dinheiro furtado foi recuperada
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um prestador de serviços de uma agência bancária de Jequié, no sudoeste da Bahia, foi preso por furto qualificado mediante fraude, após investigação dos policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR).

O homem, que não teve o nome divulgado, teria sido acionado pelo banco para colher a assinatura de um cliente que estava com problemas de locomoção e desejava fazer um empréstimo bancário. Porém, ele teve acesso as senhas da vítima e furtou R$ 20 mil.

“O golpista, de posse da senha do cliente, baixou o aplicativo do banco e passou a acessar sua conta por meio virtual. Ele pediu ajuda de um vizinho, que estava vendendo o carro, para transferir via PIX a quantia, para que não levantasse suspeita. O vizinho ganhou uma quantia para ceder sua conta”, relatou o titular da DRFR, delegado Ivan Rodrigues Lessa.

O autor confessou o crime, e a Polícia Civil conseguiu recuperar a quantia de R$ 10 mil. “O autor assumiu o compromisso de ressarcir o valor restante à vítima. Ele responderá por furto qualificado mediante fraude e ficará à disposição da justiça”, explicou.

Valor da carga é de R$ 200 mil, informa a Polícia Civil || Foto Reprodução/TV Santa Cruz
Tempo de leitura: < 1 minuto

Do G1.

Uma carga de cerveja avaliada em R$200 mil que havia sido roubada em Jaguaquara, sudoeste da Bahia, foi recuperada nesta quinta-feira (20), em Ilhéus, sul do estado, durante ação policial. O comerciante que estava com o material foi preso em flagrante.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (Decarga), delegado Gustavo Coutinho, explicou que as investigações começaram após o motorista do caminhão registrar o roubo, ocorrido na BR-116.

“Iniciamos as apurações e diligências, até identificar que um dos integrantes da quadrilha teria levado a carga até Ilhéus”, informou o delegado.

Com a informação, equipes da Decarga, em conjunto com a 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Ilheús), conseguiram localizar o material e prender o comerciante que estava com a carga. Ele foi autuado por receptação qualificada.

“Ele confessou ter comprado as bebidas sem nota fiscal, mas um comerciante tem o dever de saber a origem do produto e exigir esse documento”, acrescentou o delegado Evy Parternostro, coordenador da 7ª Coorpin/Ilhéus.

O caminhão vazio foi localizado pela Polícia Militar, na cidade de Itabuna, vizinha a Ilhéus, e será submetida a perícia. “Outros receptadores já foram identificados e as diligências continuam na região de Ilhéus para a recuperação total da carga, além da prisão dos envolvidos”, completou Coutinho.

Juliano Aguiar Oliveira (em destaque) é acusado de matar a vítima por vingança
Tempo de leitura: < 1 minuto

O coordenador Regional da Polícia Civil, o delegado André Aragão, informou nesta quinta-feira (20), que o homem morto no início da noite de ontem (19), na Avenida J. S. Pinheiro, no Centro Comercial de Itabuna, foi vítima de vingança. Renailton Evangelista dos Santos, de 46 anos, acabou assassinado ao descer de um ônibus de transporte clandestino de passageiros que fazia a linha São Paulo-Itabuna.

De acordo com o delegado André Aragão, um dos acusados de envolvimento na morte de Renailton Evangelista foi preso logo depois do crime. O suspeito, segundo a polícia, é Juliano Aguiar Oliveira, de 27 anos. O criminoso recebeu informações sobre a chegada da vítima a Itabuna, de onde tinha fugido depois de cometer assassinato em 2008.

Segundo André Aragão, a pessoa morta há 13 anos era parente de Juliano Aguiar, que decidiu fazer justiça com as próprias mãos. Uma pistola, que pode ter sido usada no crime, foi apreendida com o suspeito. Juliano, o Dhuli, teve a ajuda de outro criminoso. O segundo atirador é procurado pela polícia, informou o delegado.

ACUSADO É EX-PRESIDIÁRIO

O delegado regional destacou que a arma que teria sido usada no crime é de difícil acesso. Ainda conforme a autoridade policial, Juliano Aguiar saiu do presídio em setembro do ano passado, após cumprir pena de 4 anos de prisão por tráfico de drogas e seria integrante de uma facção criminosa que atua em Itabuna.

Renailton Evangelista morava em São Paulo desde 2008 e retornou a Itabuna para visitar o pai, que está adoentado. Além de Evangelista, o motorista do ônibus que fazia o transporte clandestino de passageiro foi atingido, mas foi atendido no Hospital de Base e liberado logo em seguida. A polícia deve concluir o inquérito em 10 dias.

Submetralhadoras, revólveres e munição foram apreendidos com adolescentes
Tempo de leitura: < 1 minuto

Dois adolescentes e um homem foram flagrados, no município de Ilhéus, com uma submetralhadora e quatro revólveres por homens da 70ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os dois adolescentes e as armas foram apreendidos nesta quarta-feira (19).

As equipes faziam rondas para apurar uma denúncia sobre seis homens armados, no Novo Ilhéus, e, ao chegarem no local, as guarnições encontraram o grupo que, para tentar escapar, atirou nos policiais. Eles correram para uma área de mata, os PMs iniciaram o acompanhamento e, durante as diligências, apreenderam os dois adolescentes e capturaram um adulto.

Com eles foram encontrados uma submetralhadora calibre 380, quatro revólveres calibres 38 e 32, carregador, um colete balístico e munições. Outros três integrantes do bando fugiram. A ocorrência foi registrada na 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Ilhéus.

Acusados de estuprar adolescente são presos em Coaraci
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) cumpriu, na terça-feira (18), com o apoio da Polícia Militar, mandados de busca e apreensão na residência de um rapaz acusado de ter divulgado, por meio de um aplicativo de mensagens, fotos de uma adolescente nua.

Os mandados foram cumpridos em Coaraci, no sul da Bahia, pelo promotor de Justiça Inocêncio de Carvalho, que é autor do pedido de busca e apreensão. Carvalho ouviu o acusado no escritório do MP-BA naquele cidade.

De acordo com o promotor de justiça, em junho de 2020, a adolescente encaminhou algumas fotos para o seu namorado, residente em São Paulo, que teria repassado o material para um amigo. No dia 11 de março deste ano, a mãe da adolescente soube, por uma amiga, que fotos da sua filha nua estariam circulando em grupos de um aplicativo de mensagens.

FOTOS COMPARTILHADAS EM GRUPOS

As investigações concluíram que as fotos teriam sido compartilhadas nos grupos após serem repassadas pelo acusado, que teve o celular apreendido. Em depoimento, o homem alegou que as fotos teriam sido divulgadas sem intenção, num dia em que estava com os amigos em um ponto de churrasco, numa avenida da cidade.

Ele disse que, na ocasião, seu aparelho estaria conectado via bluetooth, com o aparelho de som ambiente e, assim, circulou por várias pessoas, que, segundo o acusado, poderiam ter postado as fotos, sem querer ou deliberadamente. Ele disse ainda ser possível que, com o celular, no seu bolso desbloqueado, tenha postado as fotos involuntariamente. O celular apreendido será periciado pelo MP-BA.

Idoso foi morto logo após chegar de São Paulo
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem foi assassinado a tiros, na noite desta quarta-feira (19), na Avenida J.S. Pinheiro, em Itabuna, logo depois de descer de um ônibus que seria do transporte irregular de passageiros. Renailton Evangelista dos Santos, de 46 anos, teria embarcado em São Paulo com destino ao sul da Bahia, onde se encontraria com a família. Não deu nem tempo de abraçar um irmão, que o esperava.

De acordo com testemunhas, assim que Renailton Evangelista desceu do ônibus e caminhou alguns passos, os dois assassinos, a bordo de uma motocicleta, apareceram. Eles fizeram cerca de 20 disparos em direção ao homem, que aparentava ter 60 anos. O homem ainda tentou escapar mas, atingido, morreu no local. Um dos atiradores acabou preso pela Polícia Militar momentos depois do crime.

Houve pânico e correria. Além da vítima, o motorista do ônibus foi baleado nas pernas e braços. Ele foi socorrido por equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. Após atendimento médico, o motorista foi liberado e já está em casa.

Thaís Carvalho foi vítima de atitude racista enquanto trabalhava voluntariamente na campanha de vacinação em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Ilhéus repudiou, em nota divulgada hoje (19), o ato racista do homem que não aceitou ser vacinado pela estudante de enfermagem Thaís Carvalho Silva Santos, de 30 anos, voluntária da campanha de imunização contra a Covid-19. Ele disse que não aceitaria ser imunizado por Thaís porque ela é negra. O caso aconteceu no bairro Jardim Savoia, na última segunda-feira (17) – veja aqui.

O prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), solidarizou-se com a voluntária e disse que agressões racistas devem ser repudiadas e combatidas por todos. “Infelizmente, ainda nos deparamos com comportamentos mesquinhos, que humilham as pessoas. Mas não vamos parar de lutar por uma sociedade justa e igualitária, combatendo qualquer tipo de violência e crimes de ódio e discriminação”, acrescentou.

De acordo com a nota da Prefeitura, cabe às autoridades competentes tomar as providências legais sobre o comportamento do homem. “A Administração Municipal continuará empenhada para combater a discriminação, a intolerância e o preconceito racial em todas as esferas sociais”, conclui o texto.

Vivaldo Filho foi encontrado morto dentro da casa onde morava, na última segunda-feira (17), no município do sul da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Policiais civis e militares prenderam ontem (18), em Uruçuca, dois homens suspeitos de matar o cozinheiro Vivaldo Oliveira Filho, de 41 anos. O crime aconteceu na manhã de segunda-feira (17), na mesma cidade do sul da Bahia. Vivaldo foi morto a pauladas na casa onde morava.

Segundo a Polícia Civil, a dupla confessou que pretendia roubar a moto da vítima. Um dos suspeitos era vizinho de Vivaldo. Eles pularam o muro da residência para cometer o latrocínio.

Ainda de acordo com a Polícia, os homens roubaram o celular e R$ 60 do cozinheiro.

O telefone foi encontrado com um terceiro suspeito. Preso em flagrante pela receptação do aparelho, ele foi solto após o pagamento de fiança. Os outros dois suspeitos vão continuar presos por tempo indeterminado.

Vivaldo foi sepultado nesta terça-feira, sob forte comoção de familiares e amigos.

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, foi alvo de operação da PF || Foto Lula Marques
Tempo de leitura: < 1 minuto

Crimes contra a administração pública, como corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e, especialmente, facilitação de contrabando, praticados por agentes públicos e empresários do ramo madeireiro, são o alvo da Operação Akuanduba, da Polícia Federal, nesta quarta-feira (19). Um dos alvos da operação é o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, informa a Folha de São Paulo.

Na ação, cerca de 160 policiais federais cumprem 35 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e nos estados de São Paulo e Pará. Além das buscas, o STF determinou o afastamento preventivo de 10 agentes públicos ocupantes de cargos e funções de confiança no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), dentre eles o seu presidente, Eduardo Bim, e no Ministério do Meio Ambiente.

As investigações foram iniciadas em janeiro deste ano a partir de informações obtidas junto a autoridades estrangeiras noticiando possível desvio de conduta de servidores públicos brasileiros no processo de exportação de madeira.

Akuanduba, que dá nome à operação, é uma divindade da mitologia dos índios Araras, que habitam o estado do Pará. Segundo a lenda, se alguém cometesse algum excesso, contrariando as normas, a divindade fazia soar uma pequena flauta, restabelecendo a ordem.

Acidente morre em acidente no sul da Bahia|| Foto Itororó Já
Tempo de leitura: < 1 minuto

O desabamento do portão de um galpão causou uma tragédia no distrito de Itati, no município de Itororó, no sul da Bahia, na tarde desta terça-feira (18). O portão caiu sobre Erik Márcio Santos de Jesus, de apenas sete anos, que estaria brincando de bicicleta com outros amigos, não ficaram feridos.

O menino teria encostado com a bicicleta no portão, que estava numa estrutura precária e caiu. A criança ainda foi  socorrido para o Hospital de Itororó, mas já chegou à unidade de saúde sem vida. A polícia deve instaurar inquérito para investigar as causas do acidente e de quem são as responsabilidades.

Vivaldo foi encontrado morto, na manhã desta segunda-feira (17), na sua casa; corpo tinha marcas de violência
Tempo de leitura: < 1 minuto

Familiares e amigos se despediram hoje (18) do cozinheiro Vivaldo Oliveira Filho, de 41 anos, encontrado morto na manhã de segunda-feira (17), na casa onde morava, em Uruçuca. Forte comoção marcou o cortejo e o sepultamento do trabalhador, na mesma cidade.

Foram os irmãos de Vivaldo que encontraram seu corpo, com marcas de violência, por volta das 7 horas. Resolveram ir à casa do irmão porque estranharam a ausência dele no trabalho. Como a porta da residência estava trancada, tiveram que arrombá-la para entrar.

A Polícia Civil investiga a autoria e as circunstâncias do assassinato.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma ação conjunta das polícias Civil e Militar localizou, na noite desta segunda-feira (17), o líder de uma organização criminosa de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador. O traficante e homicida participou de, pelo menos, 10 homicídios em 2021, alguns deles com decapitações de rivais.

Após ações de inteligência do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), com apoios do COPPM, Rondesps RMS e BTS, além da 10ªCIPM, o criminoso foi encontrado, na localidade de Barra do Gil, município de Vera Cruz.

As equipes chegaram até a Rua João das Botas e, na tentativa de capturar o traficante, houve confronto. O criminoso acabou ferido, foi socorrido para o Hospital Geral de Itaparica, mas não resistiu. Com ele foram apreendidos uma pistola calibre 9mm, carregador, munições, dois celulares, R$ 173 e uma porção de maconha.