Telhado desaba e Defesa Civil interdita 30% da área coberta da feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

Parte do telhado da Feira Livre da Califórnia, em Itabuna, desabou na madrugada desta sexta-feira (27). Ninguém ficou ferido. A estrutura metálica de sustentação do telhado cedeu com a ventania acompanhada de chuva. Imagens mostram forte oxidação da estrutura, o que já havia sido constatado em laudo emitido pela Defesa Civil em 2022.

A parte do telhado afetado, onde funcionavam açougue e peixaria, corresponde a 30% da área coberta da feira livre. Toda a área foi interditada pela Defesa Civil.

Há pouco, o governo municipal informou que, após o desabamento, deverá ser feito novo laudo pela Defesa Civil. O documento será encaminhado ao governo do estado, em caráter emergencial, para acelerar o trâmite do projeto de reforma da feira livre.

O secretário de Segurança e Ordem Pública, Humberto Mattos, esteve no local. Ele lamentou a situação de abandono em que as feiras livres e o Centro Comercial de Itabuna, principal entreposto distribuidor de hortigranjeiros da cidade, foram encontrados, em janeiro de 2021.

Humberto Mattos e a secretária de Planejamento e de Infraestrutura e Urbanismo, Sônia Fontes, visitaram o local nesta manhã de sexta-feira. “Além do desgaste natural, no caso da feira da Califórnia, como os feirantes trabalham com produtos que contém sal e em condições de umidade, o desgaste da estrutura pode ter se acelerado”, afirmou Humberto.

Galpão vai abriga comerciantes da feira do São Caetano|| Thiago Barbarruíva
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prazo para transferência dos feirantes da Feira Livre do São Caetano para o galpão de uma antiga fábrica de calçados, no prolongamento da Avenida Manoel Chaves, no mesmo bairro, acaba nesta quarta-feira (26). Nesta quarta-feira (25), uma boa parte dos comerciantes permanecia no local em que o telhado ameaça desabar a qualquer momento.

A transferência provisória dos mais de 400 feirantes para o galpão foi solicitada pela Prefeitura de Itabuna e recomendada pelo Ministério Público da Bahia. A mudança é para que o Governo do Estado faça obras de requalificação no espaço. De acordo com a gerente de Feiras e Mercados da Secretaria Municipal de Segurança e Ordem Pública (SESOP), Elciane Reis, a expectativa é que a obra seja concluída no prazo de até oito meses.

Ela informou ainda que no novo endereço os feirantes estarão com suas atividades funcionando normalmente. A expectativa é que a partir de sexta-feira (27) todos comerciantes estejam no novo endereço.

O projeto de construção da nova feira do São Caetano será executado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER). O início das obras será na próxima semana.

Emasa e Secretaria de Infraestrutura atuam de forma conjunta em programa de reurbanização || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) está com equipes de operários dos setores de água e esgoto auxiliando na preparação dos trabalhos de pavimentação que estão sendo realizados na 2ª Travessa dos Trovadores, no Bairro Santo Antônio. Nessa via, a Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo de Itabuna faz a substituição de base para o serviço de pavimentação asfáltica

– O trabalho do nosso pessoal é acompanhar a escavação, uma vez que ramais de água e esgoto podem ser danificados. Imediatamente fazemos os reparos. Porém, bem antes da equipe da Secretaria de Infraestrutura entrar nas vias que serão pavimentadas, a Emasa faz uma checagem de todas as redes de água e esgoto para certificar e evitar problemas depois – informa o gerente de Saneamento da Emasa, Tauan Sampaio.

A 2ª Travessa dos Trovadores liga o Bairro Santo Antônio a Rua Independência, que também será urbanizada e leva aos bairros Corbiniano Freire, São Roque, Novo Horizonte, Castália e centro da cidade. Atualmente, a Prefeitura de Itabuna e o Governo do Estado estão asfaltando 42 quilômetros de ruas e avenidas em vários bairros e no centro da cidade, dentro do Programa de Reestruturação da Cidade, que, segundo o município, é a maior intervenção urbana já executada no município.

Projeto revitaliza orlas ilheenses em investimento de R$ 70 milhões
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governo baiano investirá total de R$ 70 milhões em obras de revitalização de orlas e duplicação de trechos de rodovias estaduais no litoral ilheense, segundo informa o prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD).

A autorização para início das obras será assinada pelo governador Rui Costa, no Batalhão-escola da PM, na Barra de Itaípe, na tarde desta sexta-feira (21). O investimento será na continuidade da duplicação da Orla Sul e requalificação da zona norte.

A continuidade da duplicação da Orla Sul engloba três quilômetros, do Ceplus até o Cururupe. Os serviços compreendem a implantação de ciclovias e construção de equipamentos urbanos, além da urbanização, paisagismo e pavimentação do trecho, segundo o município.

ZONA NORTE

Já a urbanização da Zona Norte prevê serviços de drenagem, com nove quilômetros de pavimentação, seis quilômetros e meio de ciclovia e cinco pontos de intervenção. O trecho se estende do Parque Infantil (Malhado) até o Polo Industrial, no Iguape.

–  Fizemos a primeira etapa da Orla Sul e agora vamos dar continuidade à segunda etapa. Agradeço primeiramente a Deus, ao governador e toda a sua equipe por atender as necessidades do nosso povo – disse o prefeito Mário Alexandre, Marão.

Zedrone mostra trecho de rodovia já asfaltado || Foto reprodução
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um novo vídeo da produtora ZéDrone Imagens Aéreas, divulgado na segunda-feira (3), mostra como está o andamento da obra da BA-649, a Nova Ilhéus-Itabuna, e a construção de uma das quatro pontes sobre o Rio Cachoeira. Já foram asfaltados cerca de oito quilômetros da estrada, que fica à margem direita do curso do rio.

BA terá 18 quilômetros entre Ilhéus e Itabuna

De acordo com o projeto do Governo da Bahia, a nova rodovia terá total de 18 quilômetros de pista, com vias no sentido Ilhéus. A rodovia começa no bairro Banco da Vitória, no município vizinho, e termina em Itabuna, na região da antiga Fazenda Progresso.

O trecho de 18 quilômetros contará com quatro pontes de ligação com a BR-415. Uma dessas pontes está sendo construída próximo ao Condomínio Cidadelle. Segundo o governo estadual, o investimento na construção das pistas, quatro pontes e um viaduto, será de R$ 141 milhões. A previsão é de que a rodovia seja inaugurada em 2024. Veja no  vídeo abaixo como está o andamento da obra.

 

Tempo de leitura: 2 minutos

Os feirantes do São Caetano serão realocados para a área onde funcionou a antiga fábrica de calçados Kildare, no prolongamento da Avenida Manoel Chaves, no mesmo bairro. A Prefeitura de Itabuna anunciou, nesta segunda-feira (22), que a medida é para viabilizar o início das obras da feira livre, que há anos está numa situação crítica, com risco de uma grande tragédia.

O início das obras foi agilizado após o desabamento de parte da cobertura da feira livre, no último final de semana. Parte do telhado foi levado durante uma ventania e, segundo os feirantes, por pouco não ocorre uma tragédia. Não houve feridos. A estrutura da feira está toda comprometida.

A reforma da feira era uma antiga reivindicação de comerciantes e consumidores. O município já conta com projeto técnico da Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo (Siurb) e a obra será realizada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder). Serão investidos cerca de R$ 12 milhões pelo Governo do Estado.

Secretário Humberto Matos reúne-se com feirantes para anunciar obra no São Caetano

O secretário municipal de Segurança e Ordem Pública, Humberto Mattos, informou que debateu com os feirantes o processo de transferência de local. “Mantivemos e estamos mantendo contato permanente com os comerciantes e chegamos a um denominador comum de que a área da antiga fábrica de calçado é um espaço adequando para acolher temporariamente tanto os feirantes, quanto os consumidores durante as obras”, salienta.

A Prefeitura de Itabuna informou que a obra de requalificação da feira livre do São Caetano está prevista para começar nas próximas semanas. Além da feira do São Caetano, o prefeito Augusto Castro (PSD) também apresentou ao governador Rui Costa projeto para a recuperação da feira livre da Califórnia, que está sendo avaliada por técnicos da Conder.

Itacaré mantém comércio fechado e barreiras sanitárias || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A tão aguardada pavimentação do trecho Taboquinhas-Vila Maria da BA-654 deve sair do papel. O aviso de licitação da obra foi publicado nesta quarta-feira (15), no Diário Oficial do Estado (DOE). São 5,3 quilômetros de estrada.

A obra vai melhorar a vida e a mobilidade dos moradores. A abertura das propostas está prevista para o dia 27 de julho, às 15h30min, em Salvador.

Trecho já pavimentado que liga a sede de Itacaré a Taboquinhas || Foto Divulgação

De acordo com o município, a pavimentação foi reivindicada pelo prefeito Antônio de Anízio (PT) e pelo deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), com esforços do secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e do diretor da Superintendência de Infraestrutura de Transportes (SIT), Saulo Pontes.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Augusto Castro teve audiência com o governador Rui Costa, em Salvador, para tratar dos projetos de reforma e ampliação do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, da nova Feira do São Caetano e a duplicação do trecho urbano da BR-415 que vai do bairro de Fátima até o Cidadelle.

Augusto diz que o governador confirmou que está ultimando os estudos para autorizar o início da construção das 1.100 casas destinadas às famílias desabrigadas pela enchente do Rio Cachoeira em dezembro passado. “São projetos fundamentais, que vão impactar de forma significativa na infraestrutura de atendimento a nossa população”, avaliou o prefeito.

Nos próximos dias, o Estado finaliza o processo de liberação de recursos para a pavimentação das vias danificadas pela enchente, num total de R$ 10 milhões em asfalto, segundo o prefeito.

Augusto Castro destacou a atenção do governador em levar para a reunião dirigentes e técnicos das áreas relacionadas com os projetos, demonstrando o seu interesse em atender com a maior brevidade possível, as reivindicações apresentadas. Da audiência, participaram os secretários municipais Sônia Fontes (Planejamento), Almir Melo Jr. (Infraestrutura e Urbanismo) e Davi Dultra (Fazenda e Orçamento). Pela parte do estado, participaram o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, o presidente da Conder, José Trindade, e técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

Publicado aviso de licitação para construção de centros poliesportivos no sul da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Publicado no Diário Oficial do Estado, edição de sábado (18), aviso de licitação para a construção de complexos poliesportivos educacionais em Ibirataia e Ubaitaba. O aviso de licitação envolve ainda a contratação de empresa especializada para obras de ampliação com modernização da infraestrutura em unidades escolares nos municípios de Itagibá, Lafaiete Coutinho, Santa Inês, Livramento de Nossa Senhora e Coribe.

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, as obras fazem parte da requalificação que o Governo da Bahia realiza nas escolas estaduais e envolve investimentos de mais de R$ 1 bilhão. As escolas existentes passam por reformas e modernização e novas unidades estão sendo construídas em alto padrão de engenharia.

As unidades vão ofertar aos estudantes e comunidade local quadra poliesportiva coberta, campo society, auditório, refeitório, biblioteca e laboratórios, entre outros equipamentos para fortalecer a aprendizagem.

A requalificação da rede também passa pela implantação dos Complexos Poliesportivos Educacionais compostos por uma série de equipamentos como quadras poliesportivas cobertas, academia de ginástica, quadra de vôlei de areia, pista de atletismo e piscina.

Os complexos são vinculados à oferta da Educação em Tempo Integral, fortalecendo a prática esportiva no currículo escolar, como também o desenvolvimento de atividades artísticas, culturais, de lazer e de entretenimento. Além da rede estadual, os complexos atenderão aos estudantes das redes municipais e particular, bem como a comunidade local

Hospital Prado Valadares ganhará novos leitos
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Rui Costa autorizou, nesta terça-feira (10), as obras de ampliação do Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, no sudoeste baiano. O investimento é da ordem de R$ 46 milhões. Além desse investimento, a previsão é de que sejam destinados mais R$ 15 milhões para a aquisição de equipamentos, totalizando mais de R$ 61 milhões do Governo da Bahia.

O projeto prevê a construção de uma estrutura em forma de castelo, na qual funcionará a nova unidade pediátrica. O novo hospital contará com sete pavimentos onde serão instalados 10 leitos pediátricos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A previsão é de que este módulo do hospital seja entregue no prazo de seis meses.

MAIS LEITOS

Também faz parte do projeto a construção de outras quatro edificações, que contemplam o abrigo de resíduos, a central de GLP, a subestação de energia e a capela ecumênica. Será realizada, ainda, a readequação de serviços, ampliando a complexidade dos procedimentos médicos realizados na unidade.

Ao final da obra, o complexo hospitalar contará com 277 leitos, sendo 48 UTIs para atendimento adulto e pediátrico. Atualmente, a unidade é referência para 27 municípios, abrangendo mais de 600 mil habitantes.

Decreto estadual impõe medidas restritivas em Guanambi e outros 22 municípios
Tempo de leitura: 2 minutos

Apenas os serviços essenciais devem funcionar em 23 municípios da região de Guanambi a partir deste sábado (19). Fica determinada também a restrição de locomoção noturna das 20h às 5h. As medidas, que têm o objetivo de conter a disseminação da Covid-19 na região, foram publicadas hoje em decreto no Diário Oficial do Estado.

As restrições valem até o dia 1º de julho, nos municípios de Botuporã, Caculé, Caetité, Candiba, Carinhanha, Feira da Mata, Guanambi, Ibiassucê, Igaporã, Iuiu, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Matina, Mortugaba, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Riacho de Santana, Rio do Antônio, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo e Urandi.

“LEI SECA”

Também fica proibida, nesses 23 municípios, a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery) ou em depósitos e distribuidoras, até as 5h de 1º de julho.

Os estabelecimentos comerciais que funcionem como restaurantes, bares e congêneres poderão operar apenas de portas fechadas, na modalidade de entrega em domicílio (delivery), até as 24h.

Já os estabelecimentos que funcionem como mercados devem comercializar somente gêneros alimentícios e produtos de limpeza e higiene, sendo vedada a venda de bebidas alcoólicas. Por isso, conforme o decreto, devem isolar seções, corredores e prateleiras nos quais estejam expostos os produtos não enquadrados como gêneros alimentícios ou de limpeza e higiene.

ACADEMIAS E EVENTOS

O decreto proíbe ainda, nos 23 municípios, o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, até 1º de julho, exceto as clínicas de fisioterapia, observados os protocolos sanitários estabelecidos.

Também ficam suspensos eventos e atividades, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, a exemplo de atos religiosos litúrgicos, cerimônias de casamento, solenidades de formatura, passeatas, eventos desportivos coletivos e amadores e eventos recreativos em logradouros públicos ou privados. As festas e os shows permanecem proibidos em toda a Bahia.

OUTRAS MEDIDAS

Ficam suspensos ainda, de 19 de junho a 1º de julho, os atendimentos presenciais do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), nos 23 municípios. O decreto suspende também as atividades presenciais nos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual não enquadrados como serviços públicos essenciais, devendo ser adotado o regime de trabalho remoto.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP), por meio da Polícia Militar e da Polícia Civil, apoiará as medidas necessárias adotadas nos municípios, em conjunto com Guardas Municipais. Os infratores poderão ser autuados nos artigos 268 e 330 do Código Penal.

Estado prevê entrega da unidade em junho; gestão ficará a cargo da Prefeitura
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Ilhéus divulgou hoje (26) vídeo com imagens do novo Hospital Materno-infantil, construído pelo Governo do Estado no terreno do antigo Hospital Luiz Viana Filho, no Alto da Conquista. Confira.

Com investimento de R$ 40 milhões, o hospital vai ter 105 leitos para internação, inclusive unidades para terapia intensiva de crianças, recém-nascidos, gestantes e puérperas, além de pronto-atendimento pediátrico 24 horas.

Antes prevista para o mês atual, a inauguração deverá ocorrer em junho. A gestão da unidade ficará a cargo do município.

Confira a lista de cidades alcançadas pela decisão do Governo do Estado
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo do Estado decidiu prorrogar até 5 de abril a venda de bebidas alcóolicas em 21 municípios da região sudoeste da Bahia.

Está vedada a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery). A ação visa conter aglomerações e o avanço da pandemia do coronavírus. Os estabelecimentos comerciais deverão isolar seções, corredores e prateleiras nos quais estejam expostas bebidas alcoólicas.

A decisão alcança os municípios de Aracatu, Barra da Estiva, Boquira, Botuporã, Brumado, Caturama, Contendas do Sincorá, Dom Basílio, Érico Cardoso, Guajeru, Ibicoara, Ibipitanga, Ituaçu, Jussiape, Livramento de Nossa Senhora, Macaúbas, Malhada de Pedras, Paramirim, Rio de Contas, Rio do Pires e Tanhaçu.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta quarta-feira (17), o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, ganhou mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atendimento a pacientes infectados pelo coronavírus. Agora a unidade conta com 39 leitos de UTI, 26 clínicos e oito unidades de assistência respiratória (UAR) dedicados ao combate à Covid-19.

De acordo com o secretário estadual de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, o governo tem feito esforços diários para a abertura de novos leitos clínicos e de terapia intensiva.

“É importante lembrar que a abertura de novos leitos não reduz a contaminação pelo coronavírus. “Se a taxa de transmissão permanecer alta, a necessidade por leitos vai seguir crescendo. Precisamos da ajuda de toda a população, com uso de máscara, distanciamento social e higiene frequente das mãos”, acrescenta Vilas-Boas.

A macrorregião sul da Bahia conta com 334 leitos ativos para tratamento da Covid-19, sendo 148 de UTI. Os municípios que ofertam leitos exclusivos para esta patologia são Ilhéus, Camacan, Itabuna, Jequié e Valença.

Decisão alinha município às regras do decreto estadual que impôs medidas restritivas para conter avanço da pandemia de Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Ilhéus suspendeu o funcionamento de academias de ginástica e a prática de esportes coletivos até o dia 22 de março, após recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Dessa forma, o município se alinhou às regras do Decreto Estadual nº 20.311, de 14 de março de 2021, que impôs medidas restritivas à circulação de pessoas e à execução de serviços para tentar conter o avanço da pandemia de Covid-19 no estado.

De acordo com a Prefeitura, a medida não retira a condição de atividade essencial das academias e estabelecimentos similares, que foi estabelecida por lei municipal. Trata-se de “restrição temporária, necessária nesse momento de pandemia, assim como ocorreu com o transporte público e vem ocorrendo com a educação, atividades também essenciais”, informa a nota divulgada pelo governo municipal no fim da manhã desta terça-feira (16).

A decisão da Prefeitura, segundo a nota, também levou em consideração relatório da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) sobre a taxa de ocupação dos leitos de UTI do SUS para tratamento da Covid-19 no estado, que chegou a 83% no último sábado (13).

O decreto estadual e a Prefeitura não proibiram cerimônias religiosas, desde que os espaços onde são realizadas tenham ocupação de, no máximo, 30% da sua capacidade.