Tempo de leitura: < 1 minuto

Da coluna Tempo Presente, jornal A Tarde:
Criada no governo de César Borges para produzir mudas de clones resistentes à vassoura-de-bruxa, a Biofábrica, em Ilhéus, está à míngua. Funcionários não recebem salários em dia e pesquisadores não têm dinheiro para executar sua missão básica: pesquisar. Os produtores estão indignados. Dizem que se o governo não pode cuidar, passe a bola para a iniciativa privada.

6 respostas

  1. Procurem apurar de quem foi a culpa por deixar chegar a essa situação, …!!!
    Antes do “blackout” do blog neste final de semana, eu já havia comentado a reepeito, …!!!
    Quem tem “memória”, e não é hebefrênico, deverá se lembrar, …!!!

  2. É uma vergonha!
    Uma empresa bem estrutura que cai na mão de pessoas despreparadas só poderia ter esse fim.
    Moacir esta é a hora de sair…
    O seu ego vale mais do que funcionários passando necessidade e até fome?

  3. DEU NO QUE DEU, ENTREGAR UMA ORGANIZAÇÃO SOCIAL, A MELHOR ADMINISTRADA DA BAHIA A UM POLITICO INCOMPETENTE SÓ PODIA DAR NISSO

  4. a biofabrica jamais poderia receber o tratamento pela sec agricultura que esta recebendo e jamais poderia ter um diretor como moacir ,arrogante disse na radio que o sec agric nao era seu chefe, se ele e independente que se vire sozinho

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.