Tempo de leitura: < 1 minuto

Confirmado o nome da única vítima do acidente ocorrido na manhã desta segunda-feira, na BR-415, entre Ilhéus em Itabuna.
Era a professora Desiree Brito de Melo que dirigia o veículo de passeio que colidiu com um ônibus da empresa Águia Branca.
A professora ficou presa às ferragens e não resistiu aos ferimentos.

4 respostas

  1. Lamento sinceramente mais um acidente… mais uma vida. Já presenciei vários acidentes na rodovia Ilhéus Itabuna. Trabalhei em Ilhéus por 04 (quatro) anos e não raras vezes compartilhei momentos de tristeza, inclusive com a perda de colegas.
    A luta por mais segurança em nossas estradas não deve ter um final. Ser cidadão é participar, ser irmão na dor… mesmo quando se tratamos de pessoas que não participam diretamente de nosso convívio.
    Deus conforte a família.

  2. Só para ajudar o blog, a mulher não era e nem nunca foi professora da Uesc.
    Em relação a pista, realmente precisa de ajustes, um acostamento decente e melhorias em determinados trechos.
    Acidente nem sempre o importante é saber quem errou, neste caso cabe isso.

  3. Era uma aluna da UESC, cheia de planos e sonhos. Um futuro ceifado pela violência do nosso trânsito. E é o segundo – que me lembro – nessa estrada, envolvendo estudantes e ônibus da Águia Branca.

  4. Ela era minha madrasta. Há 25 anos, era presente na vida de muita gente, e querida por mais outros tantos. Realmente, não era professora da Uesc, mas era aluna.
    Uma mãe como nenhuma outra, uma mulher que merecia todos os destaques possíveis, onde quer que eles caibam.
    Zira, que fique registrado nosso amor eterno.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.