Tempo de leitura: < 1 minuto

Antes que o povão se revoltasse com a ideia, o vereador Milton Gramacho promoveu mudança providencial em seu projeto que aplica multa em quem deixar surgir focos de dengue em imóvel sob sua responsabilidade.
Em vez de uma “picada” de 50 UFMs (o dobro no caso de estabelecimento comercial), Gramacho resolveu propor uma multa menor, de 10 UFMs, que equivalem a R$ 341,50.
Muitos acham que a proposta atenua a responsabilidade do poder público no combate a dengue, enquanto joga um fardo sobre as costas do cidadão.

10 respostas

  1. NEPOTISMO EM JEQUIÉ: IRMÃO DO VEREADOR GUTINHA OCUPA CARGO NA SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO
    Oriundo da época do Renascimento, quando os papas, por não terem filhos, nomeavam os sobrinhos para cargos importantes na Igreja Católica, o nepotismo, com o tempo, passou a ser condenado pelos eclesiásticos. Desde então, encontrou sustentação no funcionalismo público. E lá permeou, nos três Poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário e nas três esferas: municipal, estadual e federal.
    O NEPOTISMO favorece a troca de favores e o inchaço da máquina pública. A maioria dos VEREADORES, entretanto, não gosta nem de ouvir a palavra “indicação” e alega que os cargos dos familiares foram frutos dos méritos pessoais e profissionais dos mesmos. Essa é a argumentação utilizada pelo vereador GUTINHA (PDT) para justificar a presença do seu irmão, URBANO, que FOI NOMEADO DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE PROJETOS DO MUNICÍPIO DE JEQUIÉ, órgão vinculado a Secretaria Municipal da Educação de Jequié. “Não posso impedir que a minha família, que é grande, seja inserida no mercado de trabalho”, afirmou.
    O Ministério Público do Estado da Bahia foi protagonista em uma conquista histórica concretizada hoje, em sessão solene realizada na Governadoria do Estado, com a sanção, pelo governador Jaques Wagner, da Lei nº. 10.623, de 6 de junho de 2007, que proíbe o NEPOTISMO em todo o serviço público estadual da Bahia.
    O PROJETO DE LEI QUE PROÍBE O NEPOTISMO nos três Poderes, aprovado por unanimidade pela Assembléia Legislativa no final de maio, foi sancionado pelo governador.
    As recomendações aos prefeitos e presidentes de Câmaras de Vereadores para a imediata exoneração dos servidores que exerciam cargos de confiança e possuiam parentesco de até TERCEIRO GRAU com o chefe ou vice-chefe do Executivo, secretários municipais, membros da CASA LEGISLATIVA e dirigentes dos órgãos da Administração Pública.
    A Educação é uma Classe não valorizada em todos os sentidos. Hoje a sociedade aceita qualquer pessoa como professor, diretor, pedagogo, secretário, enquanto outros setores como saúde a especialidade é o que importa. Em sala de aula e Secretarias Municipais de Educação temos advogados, engenheiros, contadores, administradores e outros sem habilitação, atuando como profissionais da Educação, enquanto um professor com formação específica e um pedagogo que estuda para lecionar ou coordenar, por muitas vezes, são excluídos do mercado de trabalho. Na minha opinião, é um retrocesso sim, e falta de respeito com os profissionais habilitados. Vivemos em uma sociedade hipócrita onde a justiça é para alguns e não para todos!
    Por: Juliana Pereira

  2. Acabei de comentar a respeito disso no espaço seguinte, cujo título é: “Imposto da dengue”, …!!!
    A questão da punição pecuniária é muito interessante, pois aqui no nosso país, assim como na nossa cidade, sempre se quer mostrar uma imagem do infrator como uma pessoa “boazinha”, “inofensiva”, “injustiçada”, “garfada” pelo poder público, com “cara de bonzinho”, de “inocente”, de “boi que foi derrubado numa vaquejada”, …!!!
    Diminuir o valor da suposta multa ante mesmo da existência dela já é um sinal de demonstração de fraqueza. Abriu um precedente perigoso. Mas como é um político que está à frente da coisa, tudo poderá acontecer. É esperar para ver, …!!!
    Creio que o próprio poder público deveria pagar multa, caso fossem encontrados focos em praças, escolas municipais, postos de saúde, ruas, no centro comercial e demais logradouros públidos. O melhor exemplo é “cortar na própria carne”, demonstrar atitude, …!!!
    Deveríamos, no entando, nos mirar em exemplos mais positivos, vindos principalmente de outros países, onde – por exemplo – quem estiver dentro de um carro sem usar o cinto de segurança, é que será multado, não o dono do carro, …!!!
    Se cada um REALMENTE respondesse por seus atos, individualmente, tudo seria bem diferente coletivamente.
    É uma questão cultural, …!!!
    O problema é que todos nós – de forma coletiva, generalizada – somos a favor das coisas corretas. No entanto, quando nos deparamos – individualmente, particularmente – com as situações antagônicas, temos o mau hábito de “buscar o jeitinho”, as “pequenas transgressões” das regras, que julgamos “não fazer mal algum”, pois sempre consideramos como “uma bobagem” – que “não irá mudar nada” – o que não é verdade, …!!!
    Devemos lembrar sempre:
    Fazendo uma analogia – “A diferença entre o remédio e o veneno, é a dose”, …!!!
    E a situação é séria. É guerra, …!!!

  3. Os políticos sempre inventando coisas para apertar mais o cidadão, que já é vítima de uma carga tributária altíssima em nosso país. A questão da dengue é realmente educação e o poder público já tem os métodos de combate ao mosquito. É só intensificar as ações.

  4. Cara Juliana.
    Infelizmente a realidade é dura, injusta e cruel, …!!!
    O grande problema das “nomeações” são os “critérios”, não apenas técnicos, mas o “prestígio” que o “sujeito”, ou os seus “padrinhos”, gozam junto aos “mandatários”, …!!!
    Dá nisso, …!!!
    Os resultados desastrosos, nós já conhecemos, …!!!

  5. Será que este vereador tem noção do certo ou errado?
    E qual seria a multa que um vereador pagaria por compra de votos?
    É um sem noção mesmo!
    A nossa Câmara já foi mais bem representada!

  6. Olha, sinceramente, com a falta de educação que tem o povo de itabuna, eu acharia pertinente sim. Olhem a sujeira nas ruas, o pessoal tem que ajudar sim na combate a dengue..Reclamam da Marquise(eu tambem reclamo) mas eu ajudo, não jogando lixo nas ruas ao contrario da maioria. Imagina então como deve ser o cuidado com a dengue??? Sinceramente pra quem não sabe, o clima brasileiro é mais do que propício para a criação do mosquito, e mesmo que toda a verba do municipio fosse para combate a dengue, ainda assim não daria certo por que as pessoas em casa não fazem a sua parte. Seria bom se só precisassemos de apenas uma visita dos agentes de saúde por que o resto ja estariamos fazendo por nossa propria responsabilidade, mas infelizmente aqui não é possivel por que a tv fala, o radio fala, os jornais falam e o pessoal é surdo, mudo e cego. Na minha casa não tem um foco do mosquito por que cuido sempre, ai pego dengue provavelmente por um foco na casa do vizinho, devo então processar ele por tentativa de homicidio??? Graças a Deus não peguei dengue, mas se ficar doente vou ficar com muita raiva dos irresponsaveis que não cuidam dos mosquitos em suas casas. Obs. Não sou partidario nem de azevedo e nem de juçara, mas sim da responsabilidade individual.

  7. Também não sou partidário, porém defendo a lisura daqueles que criam as leis, será que esse vereador tem moral em impor alguma punção ao povo? Já que ele mesmo sofre um processo por compra de votos.
    O povo não é besta!
    A gestão passada fez pouco caso com a dengue!
    Já a questão de cada um cuidar de seu quadrado ou seja, de seu espaço, concordo, mas os agentes que cuidam dessa parte não são valorizados, seus salário sofreram atrasos, não tinham material para ir a campo foi um descaso total!
    Agora além de sofrer as consequências, temos que pagar a conta pela a incompetência dos nossos gestores.
    Essa é muito boa!
    Não adianta culpar a população pela a incompetência de Jesuíno!!!

  8. Os recursos que vem para DENGUE (VERBA ESPECIFICA), vai ficar sendo controlada por quem, hein vereador?
    Se o povo eh responsavel que o dinheiro seja entregue a ele , menos a quem nao sabe representa-los como maioria dos vereadores.
    Serah que a verba do governo federal para a SAUDE (nunca deixou de ser repassada), foi aplicada na saude, principalmente para aqueles que dependem de SUS e, podem acreditar hoje sao quase que minoria pois muitos jah prevenidos fazem esforcos para PLANO DE SAUDE, etc. Para se ter ideia funcionarios de banco, CEPLAC, JUSTICA, RECEITA FEDERAL, FUNCIONARIOS DE HOSPITAIS E MUITOS OUTROS TEM O SEU PLANO DE SAUDE.

  9. Mas eu não to falando do verba e sim da atitude de cobrar por que o povo não ajuda. É claro que esse projeto não vai passar mas se passasse eu não iria achar ruim não

  10. o dinheiro veio para haver a prevençao
    para evitar a epitemia
    o povo tem suas responsabilidades
    mas os politicos sao culpados maior pois nao fiscalizao as aplicaçoes das verbas que vieraop para a prevençao, o prefeito era vice na epoca
    será que o governador nao vai abrir uma sindicancia pra onde foi as verbas que ele diz ter mandado para a prevençao
    prevençao nao signifiça erradicaçao e sim evita a epidemia.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.