Tempo de leitura: < 1 minuto
A juíza Ivone Bessa, da 1ª Vara Criminal, assinou nesta segunda-feira, 9, a ordem de soltura de todos os suspeitos presos na operação Nêmesis. Detidos no Quartel dos Bombeiros, os coronéis Antônio Jorge Ribeiro Santana (ex-comandante-geral da Corporação), 56 anos, Sérgio Alberto Barbosa da Silva (que até o ano passado comandou o Corpo de Bombeiros) e Jorge Silva Ramos (diretor do Departamento de Apoio Logístico da PM) devem deixar o local ainda esta noite.
Duas viaturas das Rondas Especiais (Rondesp) estão no local e uma equipe de policiais é coordenada pelo major Valter Menezes. Nesta tarde, os coronéis receberam a visita do vereador Téo Sena (PTC). Desde a quinta-feira, 5, eles estão presos por acusação de integrarem uma organização criminosa que fraudou licitações da Polícia Militar da Bahia (PM-BA). Do A Tarde.

6 respostas

  1. Saia um pouco dos números e estude outras áreas. Ninguém ainda foi condenado, para vc dizer quem fica preso ou não.

  2. É de lamentar tal decisão, pois somente 3 Pês
    ficam na cadeia : P – Preto P – Puta P – Pobre.
    Eitá Bahia danada !!!!

  3. É verdade, Ilhado.
    Ninguém foi condenado. Mas em outros lugares eles só teriam liberdade após pagarem uma fiança beeeeem gorda. Se não pagassem ficavam lá mesmo.
    Ainda assim teriam liberdade restrita. Aqui sai de graça.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.